Por que os metadados da sua música não podem ter nenhum erro

Não é horrível quando alguém erra o seu nome? E por que você não se incomoda de errar o nome de uma música, um álbum ou de alguém que trabalhou contigo? A gente explica por que os metadados, as informações sobre seu som online, são importantes para fazer sua carreira decolar. Confira aqui!

Por que os metadados da sua música não podem ter nenhum erro

Por Chris Robley

O que são os metadados da música?

Metadados (ou “metadata”, em inglês) são os dados sobre os dados — a informação sobre a informação.

No mundo da música digital, os metadados são as informações que acompanham seus álbuns e singles.

Hoje há (pelo menos) dois motivos GIGANTES para você COMPLETAR e CORRIGIR todos os dados sobre sua música que está online.

Primeiro, metadados ajudam a construir uma ponte digital entre você e seus ouvintes.

Por quase 20 anos, fala-se da importância dos metadados para determinar como sua música vai poder ser encontrada em um mar cada vez maior de músicas online. Estamos falando aqui de “descobertabilidade”, o potencial que sua música tem de ser descoberta.

Sim, isso significa o óbvio: Escreva o nome das suas músicas direito e não erre na grafia do seu nome artístico! Mas esses dados básicos só vão ajudar as pessoas que já te conhecem, e só querem te achar.

Para os ouvintes, diretores de trilha sonora ou criadores de conteúdo com necessidades menos específicas — ou talvez com uma necessidade específica, mas sem o nome de um artista para suprir essa necessidade — seus metadados podem ajudar a ser encontrado.

Esses metadados incluem:

  • O estilo musical (e o sub-estilo)
  • Descrição da música (um texto que descreve seu som, os instrumentos usados etc.)
  • Artistas similares
  • E mais

Depois, ter metadados corretos é necessário para ficar nas plataformas digitais.

Serviços digitais tipo Apple Music e Spotify estão ficando cada vez mais atentos com a qualidade dos metadados que recebem dos artistas, das gravadoras e das distribuidoras. Metadados completos e corretos não só melhoram a vida do usuário, mas também ajudam a plataforma a ter menos problemas com disputas de direitos autorais no futuro.

Cada vez mais, as plataformas digitais vão exigir informações que comprovem a composição de uma música, e também descrições do som, como as que comentamos acima.

Em outras palavras, ajeite os seus dados de edição musical — ou…

Isso aponta para uma nova necessidade: a de profissionalizar seus direitos autorais de edição para as músicas que tiver composto.

E, mesmo que você não lance músicas que você mesmo escreveu, É ESSENCIAL que você tenha todas as licenças e autorizações para fazer covers. (Isso sempre foi necessário, do ponto de vista legal, mas está cada vez mais virando uma necessidade prática).

Se você não quer que suas gravações sejam rejeitadas pelas plataformas, ou sejam retiradas dos serviços de streaming, seus metadados têm de estar completos.

Mas isso não deve assustar ninguém, porque a CD Baby facilita muito esse processo. A gente pede TODAS essas informações quando você vai inscrever uma nova música para lançar. E se você não tiver certas informações (como UPC e ISRCs) a gente consegue descolá-las para você.

O poder de um gerenciamento de metadados

Desde que o iTunes foi lançado (ou mesmo antes disso) a CD Baby começou a coletar metadados completos de todos os artistas que distribui. Isso ajudou a conseguir uma “taxa de rejeição” baixa nos parceiros digitais, por causa de problemas de direitos autorais, discrepâncias de edição ou informações que estejam faltando. É por isso também que somos um dos dois parceiros prediletos da Apple Music & do Spotify, segundo eles mesmos.

A CD Baby é proativa e coleta informações que o mercado não exige AINDA. Quando o assunto é metadado, a gente dá o melhor de si para estar à frente do mercado, para que, quando uma plataforma passar a exigir uma informação, a gente já ter para completar seu cadastro.

Um caso recente é o de “funções de artista” (como mixagem, produção, artista principal, artista convidado etc.), que passaram a ser exigidas, e códigos específicos para cada artista pedido por cada plataforma, os artist IDs.

Garantir que os dados dos nossos clientes estão completos e corretos é um ponto focal importante para a gente porque:

  1. Isso limita o risco para nossos parceiros de streaming e de download
  2. Isso ajuda você a receber o dinheiro a que tem direito, no valor e no tempo correto
  3. Isso dá a plataformas informações essenciais sobre a sua música, que vão te ajudar a ser descoberto
  4. Isso pode ajudar você e as pessoas com quem trabalha a conseguir mais trabalho no futuro, já que seus nomes estarão certos nos créditos

Por mais que parece um papo chato, metadados corretos e completos podem abrir portas de novas oportunidades para sua música. É por isso que ficamos animados com esse assunto. É por isso que você não pode errar. É por isso que a CD Baby facilita a sua vida.

Entregue sua música (e seus metadados) para todos os serviços de música mais importantes hoje mesmo!


Distribuição de álbuns por apenas US$29. Vamos lá!

1 Comentário

  1. Pingback : Por que os metadados da sua música não podem ter nenhum erro – Agnaldo Rangel

Comente

Seus email não será publicado.