O que fazer (e NÃO fazer) na hora de divulgar sua música em streaming

Muitos artistas vivem hoje só da renda que sai das plataformas de streaming. E você pode ser o próximo, se fizer tudo direitinho. A gente mostra o que fazer para divulgar seu som no streaming (e o que não fazer também).

O que fazer (e NÃO fazer) na hora de divulgar sua música em streaming Por Chris Robley

Como divulgar seu som em plataformas de streaming.

Muitos artistas independentes estão conseguindo viver apenas da renda  gerada por plataformas de streaming como Spotify, Apple Music e Pandora. Disponibilizar sua música nessas plataformas de streaming entretanto é só o primeiro passo; estar lá não garante que seu som vá ganhar tração ou que vai se popularizar na era do streaming.

Para ter sucesso contínuo em plataformas de streaming, é preciso ter música boa, estratégia e um plano de ação.

As 7 melhores coisas a fazer por sua música em Spotify, Apple Music, Pandora, e mais.

1. Registre suas contas e tenha acesso aos dados analíticos

Muitas dessas plataformas de streaming têm interfaces com os artistas que permitem a você customizar seu perfil, usar ferramentas de marketing feitas para essa plataforma e ver dados analíticos que vão permitir medir o efeito dos seus esforços.

Essas plataformas incluem:

Note que: Você, como artista da CD Baby, terá acesso instantâneo a um perfil verificado do Spotify, para poder usar o Spotify for Artists hoje mesmo.

2. Cuidado com número de tocadas “garantidas” e uso “garantido” da sua música em playlists

Como diria o Spotify:

Qualquer serviço que garanta que sua música terá um número de plays ou uso da sua música em playlists está mentindo sobre o que pode fazer. A gente não firma parcerias com serviços desse tipo, e qualquer pessoa que tentar aumentar artificialmente o número de vezes que sua música é ouvida terá sua conta tirada do ar. É importante frisar que você estará colocando sua carreira em risco sempre que lidar com esse tipo de mau profissional.

Empresas que prometem um número de “plays” em streaming geralmente usam “click farms” (empresas que criam cliques artificiais) ou de outros métodos sem escrúpulos para gerar esse fluxo. Já que número de streams é monetizado, isso é considerado uma forma de fraude, e pode resultar na “derrubada” do seu perfil, quando o Spotify e outras plataformas de  streaming excluem sua música. Não seja atraído por promessas vãs de empresas que querem alimentar a métrica da vaidade.

Da mesma forma, empresas que prometem que sua música vai ser usada em playlists caso sejam contratadas geralmente estão envolvidas com playola (pagar para as pessoas usarem a música) ou por inflar artificialmente sua própria rede de seguidores de playlists com “ouvintes” que nunca ouvem nenhuma playlist.

3. Não deixe sua música tocando em streaming no repeat

Já que estamos falando de fraude, é antiético deixar sua própria música tocando em streaming sem parar, tentando com isso aumentar o número de vezes que ela vai ser ouvida e inflando a renda com streaming .

É claro que você pode ouvir suas próprias músicas de vez em quando, mas quando você deixa seu álbum mais recente tocando sem parar por dois dias, a plataforma de streaming vai notar e (provavelmente) banir sua música. Não faça isso!

4. Consiga que seus seguidores também te sigam nas plataformas de streaming

Seus seguidores nos plataformas de streaming provavelmente são pessoas que escutam suas novas músicas, vasculham suas músicas antigas e usam suas músicas em playlists.

Para conseguir que um fã seu te siga, É SÓ PEDIR!

Na Pandora, isso significa pedir que seus fãs criem estações de rádio com sua música.

No Spotify, você pode dizer que seus seguidores verão primeiro seus novos álbuns, faixas ou remixes, nos seguintes lugares:

  • Numa playlist feita por algoritmos, como a Release Radar
  • Dentro do Spotify app
  • No e-mail de novos lançamentos que eles mandam, e é personalizado para cada usuário

Confira esse PDF grátis para ler mais dicas de como aumentar seu poder no Spotify,  de como colocar um botão de seguir no Spotify no seu site, de como conseguir que usem seu som em playlists e mais

5. Coloque players e seja esperto na hora de usar links

Facilite que seus fãs encontrem sua música onde ELES querem ouví-la.

Coloque (ou “embede”) um music player no seu site e use um link esperto, tipo o do  HearNow (um lugar único que mostre para o fã várias plataformas de streaming, para ele escolher a predileta) quando você for compartilhar sua música online.

6. Saia das plataformas de streaming para se divulgar

Muito da tração que sua música vai ganhar NAS plataformas de streaming vem do esforço que você coloca FORA dessas plataformas, levando os ouvintes para lugares como Apple Music, Spotify e Pandora.

Divulgue sua música em plataformas de streaming também nesses lugares:

  • Redes sociais
  • YouTube (com cards e end screens, as telas de encerramento)
  • Newsletter por email
  • Cações de RP (cobertura por blogs, entrevistas etc.)
  • Nos seus shows
  • No seu site

7. Lance música com mais frequência

Se você quer se dar bem nas plataformas de streaming, deveria lançar músicas com mais frequência.

Muitos dos algoritmos das plataformas de streaming funcionam de maneira a beneficiar quem lança música quando o interesse pela música anterior para de crescer (ou mesmo antes disso). Cada onda de ouvintes se alimenta da seguinte, e você não quer perder destaque por desaparecer entre um lançamento e outro.

Você precisa manter a peteca no alto, e isso significa ter um “estoque” de material extra para lançar enquanto você está concebendo seu próximo EP ou LP.  Esse material extra inclui:

O Bryan Johnson, diretor artístico e de gerenciamento do Spotify do Reino Unido, diz: “Estamos na era da economia da atenção. Já passaram os dias em que você podia passar seis ou oito semanas preparando um single e depois lançando, para ver como ele ia se sair. Agora você pode primeiro lançar a faixa, e depois divulgá-la. É por a faixa estar disponível que as pessoas vão querer ouví-la, além de músicas mais antigas suas. Quanto mais faixas você tiver, maior a chance de sua música ser apresentada às pessoas.”

Essas sete dicas são uma boa maneira de começar a fazer sua divulgação em plataformas de streaming, mas elas não são as ÚNICAS que você pode e deve utilizar. Tem alguma para acrescentar à lista? Por favor comente aqui embaixo.


Guia do Spotify

1 Comentário

  1. josederiba@yahoo.com.br'
    by ZédeRiba on Maio 10, 2018  05:29 Responder

    Bom dia. Sempre bom receber dicasde vocês. Obrigado

Comente

Seus email não será publicado.