Nunca demonstre que você errou no palco

Caiu no palco? É só fazer um carão e fingir que foi uma cambalhota: truques para transformar o erro no melhor momento de um show…

Nunca demonstre que você errou no palco.

Por Brad

Eu não sou o maior fã do Gene Simmons. Acho que o KISS, enquanto banda, não fazia músicas tão boas. Tendo dito isso, é preciso admitir uma coisa sobre o The Demon: esse homem sabe como fazer marketing de si mesmo e tem um truque ou dois para usar no palco.

O Simmons teve um reality show no canal A&E, que durou de 2006 a 2012, e era chamado Gene Simmons Family Jewels, ou as jóias da família de Gene Simmons. Por algum motivo, eu assisti a alguns episódios desse programa. Em um deles, vi uma cena bem curtinha que desde então ficou comigo. O Gene está dando conselhos para a banda do filho, que vai fazer seu primeiro show.

Pule para o minuto 23:45 deste vídeo se quiser ver.

Ele fala para o grupo dar o melhor de si, por mais que estejam nervosos. Mas ele também diz “Mesmo que você cometa um erro…PÁ! Nota errada! Aja como se fosse o erro mais legal do mundo!”

Presença de palco é a arte de moldar percepções.

Eu sei que o Simmons não inventou essa lógica— de usar a confiança para atropelar seus erros, e fingir que eles nunca aconteceram — mas ele ainda me parece uma dica ótima. Ainda mais para músicos que estão começando. É o começo de um processo de perceber que a menor ação no palco pode mudar a opinião de uma parte do público sobre você e sobre sua música.

Não deixe a plateia ficar constrangida POR você.

Sempre que eu vejo um artista errar no palco e, depois, sacudir a cabeça, revirar os olhos, olhar bravo para banda ou literalmente dizer “OPA”, eu penso no conselho do Gene Simmons. Sempre que eu vejo um artista cometer um erro e seguir adiante graciosamente, eu penso no conselho do Gene Simmons. Além do mais, isso me faz pensar também em quantos erros aconteceram na minha frente em shows, mas que eu nem notei porque o artista ou a banda não gastaram um segundo se preocupando com isso.

Quantos erros o KISS deve ter feito no palco? Eu aposto que foram milhares. E eu aposto que o Gene e os colegas dele nunca suaram frio, até porque a maquiagem ia derreter se eles suassem.

Eu geralmente não seguiria um conselho de vida do Gene Simmons, mas acho que neste caso ele tem razão.

O que você acha de escorregar e voltar a ficar de pé na frente do público?

Tem alguma história boa ou uns outros conselhos? Conte para a gente nos comentários!


Nunca demonstre que você errou no palcoMúsico independente, fanático por luta livre e Gerente de E-mail Marketing da CD Baby.


Distribua sua música 
com a CD Baby!

2 Comentários

  1. Pingback : Nunca demonstre que você errou no palco – Agnaldo Rangel

  2. contato@r-vox.com'
    by R-Vox on março 11, 2019  10:11 Responder

    Uma vez, eu tropecei no fio do microfone e caí estatelado de costas no chão. Fiquei uns 5 segundos deitado e me levantei, e o show seguiu. Quando acabamos de tocar, conforme passava pelo local, escutei um monte de gente comentando sobre "como o vocalista era maluco por se jogar no chão daquele jeito", kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Comente

Seus email não será publicado.