É possível definir indie?

Indie rock. Indie pop. Indie forró. Indie canto xamânico. A gente ficou com uma pulga atrás da orelha para saber se indie é um estilo de música, um estilo de vida ou um estilo de dizer NADA com uma palavra. Adivinha qual foi a conclusão?

O que significa INDIE, diga-se de passagem?

Por: Chris Robley

Definindo o gênero musical indie.

Quando eu comecei a trabalhar na CD Baby, em 2005, a gente se orgulhava de ter mais de 600 estilos de música de todo o mundo na nossa loja de música.

A gente tinha Polka, House Progressivo, Batucada, Soft Rock, Chiptune, Terror … DE UM TUDO.

Tudo, menos INDIE.

Não tínhamos Indie Rock.

Não havia Indie Pop.

Nada de Indie Hip-Hop.

Nem uma faixa de Indie Folk.

As pessoas pediam o tempo todo que a gente colocasse esses gêneros musicais, e a gente resistia.

“Indie” significa independente?

Músicos “Indie”, na teoria, são músicos independentes, que não têm contrato com as grandes gravadoras, certo?

Essa é a interpretação mais óbvia de “indie.” E talvez, no passado, tenha sido a definição mais útil.

Mas daí vieram bandas como Death Cab for Cutie, MGMT e milhares de artistas “indie” que assinaram contrato com gravadoras, mas que mantiveram seu caráter “indie”.

Então indie não significa sem conexão com as grandes gravadoras DE VERDADE.

“Indie” é um estilo de som ou de produção?

A próxima lógica é de que INDIE descrevia um som que “bom, você vai saber quando ouvir” .

Mas DÁ pra reconhecer?

Como The Strokes e Pavement podem fazer parte do mesmo gênero musical: “Indie Rock?”

“Indie Pop” realmente consegue ser a casa de tudo, desde as guitarras do Nada Surf, até o retrô-futurismo artístico de Kimbra?

Eu acho que deu para entender. INDIE não diz nada sobre a música de um artista.

E mesmo assim…

Talvez indie seja um estilo de vida?

“Você vai saber quando ouvir” provavelmente é uma frase que não será verdadeira, se você estiver falando de estilo de produção, de escolhas melódicas, de tipos de vocal ou das letras.

Mas INDIE na verdade PODERIA ser uma atitude que você ouve. Algo único, fora do centro, uma música que tenha cara de não fazer parte do mainstream.

É claro que, em algum momento, outros estilos como Torch Songs e Chiptune também começaram assim. Mas daí eles foram definidos como estilo musical, e ganharam um nome. Ninguém fala de “Indie Brega”.

Quando um estilo musical alcança ouvintes o suficiente para ser de massa, não pode mais fingir que é alternativo. É a mesma situação sempre: o alternativo vira a classe dominante; a revolução entra para o  mainstream.

Depois que o “indie” virou tendência, o que essa palavra passou a significar?

Na CD Baby,  a gente vem se fazendo essa pergunta há muito tempo. Pelo menos desde que eu comecei a trabalhar aqui

A gente pode combinar que INDIE é uma palavra sem sentido? E, mesmo assim, eu meio que sei o que ela significa.

O que você acha que significa “indie”?

Eu vou adorar ouvir o que você acha. Conte nos comentários aqui embaixo.


Agradecemos o nosso leitor e amigo David Machado pela indicação deste assunto.


Distribua sua música com a CD Baby!

 

4 Comentários

  1. lucasnoasco1995@gmail.com'
    by Lucas on julho 17, 2019  20:16 Responder

    Criatividade produtiva que eu gosto e que outros gostarão? Claro se for de alguma letra e técnicas vocais que tenham a verdade com meus próximos.

  2. rhafaelcaina@gmail.com'
    by Rhafael Cainã Santos de Melo on julho 17, 2019  20:22 Responder

    Quem disse que não existe brega indie????? Kkkk. Escuta Guma, de Recife, tendo como plano de fundo banda metade, vício louco, banda Karina... E me fala comigo depois. Heuehehehe.

  3. nosdoisatendimento@gmail.com'
    by Dudabeatfan on julho 19, 2019  08:15 Responder

    Com certeza!! #Dudabeat ta aí #Récife #cleber bambam

  4. davidmachados@outlook.com'
    by David Machado on julho 23, 2019  06:21 Responder

    Primeiramente, obrigado pela atenção á minha dúvida e por lembrar de mim. #TamoJunto
    Fiz a leitura do texto em inglês e em português e observei os comentários de todos.
    Não posso deixar de comentar também, haha.
    Eu li o texto no dia que postou, mas estou fazendo um comentário agora ("antes tarde do que nunca").

    Esse assunto é controverso.
    Uma vez que não é absoluto sua definição como outros gêneros e sub-gêneros.
    Classificar o Indie é um tanto desafiador. Pois- se formos classificar Indie por ser independente muitos artistas vão ser classificados, até os famosos que hoje agem por conta própria. As perguntas feitas no textos também são as minhas. Sendo assim, ainda ficamos sem uma definição certa.

    Na minha visão, denomino a "música Indie " da seguinte forma:

    Indie seria um estilo que você promove uma ideia sobre cultura, crença, governo e poderes, de forma que as pessoas que houvem tornam-se adaptas a tais ideias/atitudes ou movimentos.
    Vão dizer: "AH, TODAS AS MÚSICAS PASSAM IDEIAS" sim, está correto. Mas como as pessoas recebem essa mensagem? É uma mensagem clara ou é oculta?
    Para poder dar uma definição do Indie (minha visão) pensei comigo: O que as músicas dão ao ouvinte? Sabemos que elas despertam ideias e sentimentos, e pensamentos.
    Será que ela poderia dar mais? Sim, é possível.

    Quantas vezes nós deparamos com algumas músicas tão bem elaboradas que as vezes não sabíamos o que exatamente queriam dizer ou que nós davam tantos sentidos que no final, ficamos só com o sentido do que ela nós tocou? Somente nós poderíamos classificar pra nós mesmo.

    Então classifico músicas enigmáticas e de dupla mensagem como Indie, a partir do momento que o ouvinte passar a adotar um estilo/visão ou movimento sobre o que ele ouve. Uma música que remete não somente uma ideia, mas uma ação.

    Música é arte infindável. By David Machado

Comente

Seus email não será publicado.