Como NÃO perder sua voz durante turnês!

Você sabia que um vibrador pode ajudar sua voz a não sumir enquanto você faz turnê? Sem sacanagem! A gente explica essa dica e dá outras nove, para qualquer cantor manter o gogó saudável

Como NÃO perder sua voz durante turnês!

Por Nico Padden

“Então você ficou afônico no meio de uma turnê?!”

Um amigo meu, que é dono de uma loja de instrumentos musicais e um apaixonado por som, estava me perguntando muito entusiasmado sobre minha turnê pelo nordeste americano em agosto. Ele queria que eu contasse tudo, queria saber se eu tinha voltado com a voz cansada, ou até sem voz.

E minha resposta foi simples e enfática: NÃO!

Eu não tinha perdido a minha voz I had not lost my voice at all; in fact, I came back feeling more vocally healthy than ever after singing for thirteen straight nights in a row.

Eu não sei quando foi que perder a voz virou motivo de honra, um prêmio que músicos em turnê gostam de ter, mas eu sei que quero minha voz funcionando direitinho toda vez que for tocar ou gravar. Minha voz é meu ganha-pão e eu sou bem dedicado em manter ela em ordem!

10 jeitos de manter sua voz em forma durante turnês

Se você é como eu e não quer perder a voz (sua fonte de renda!) aqui embaixo dou dez dicas que você pode colocar em prática para manter sua saúde. Além de aprender essas coisas na estrada, também ouvi um professor brilhante de voz que mora em Nova York  e que me dá aulas. Essas dez lições que eu aprendi (e que ensino aos meus alunos) ajudam a manter a voz fresquinha toda noite. Tenho certeza que cada um desses truques me ajudou a voltar da turnê com a voz em dia.

1. Hidrate-se

Não custa repetir: cantores precisam estar hidratados. É mais fácil se deixar desidratar em turnês, por causa de álcool, café, viagens longas, o ar-condicionado e seco das casas de show, as mudanças de temperatura bruscas se você está viajando muito etc etc etc.

Eu bebo água compulsivamente e, se você quer estar com a saúde vocal em dia, também deveria beber. Quando só água não der conta do recado, eu também tomo um copinho de suco de aloe vera, que vale por alguns copos de água. Esse suco é super hidratante e ajuda a limpar o muco da garganta.  Eu recomendo o suco de aloe vera da Lily of the Desert, que é vendido aqui na Amazon. Você também consegue encontrar esse suco em lojas de produtos naturais.

Algumas frutas também hidratam muito, como melancia e melão. Elas também ajudam a limpar qualquer muco que esteja na sua garganta.

2. Inalação

Inalação é muito útil quando só ficar hidratado não basta, ainda mais se sua turnê acontece nos meses mais quentes do ano. Inalar vapor d’água vai diminuir o muco, ajudar a acabar com a plegma e hidratar suas cordas vocais, com hidratação por contato—o vapor da água literalmente hidrata as cordas vocais só de encostar nelas, o que significa também que você estará pronto ou pronta para cantar em um minutinho.

Um copo d’água demora 8 horas para entrar na sua corrente sanguínea. Se eu preciso estar no palco daqui a uma hora, um copo d’água não vai me ajudar! Eu faço pelo menos 15 minutos de inalação antes de cada apresentação, com um inalador portátil que consigo levar para o camarim.

Você também pode fazer inalação numa sauna a vapor, no banheiro ou colocando uma panela de água para ferver, enquanto você coloca uma toalha sobre a sua cabeça e respira o vapor. Eu recomendo o inalador em vez de todas as outras opções, já que ele é conveniente e funciona melhor. Eu costumava ficar com a garganta seca e grossa quando fazia shows ao ar livre, mas se eu faço inalação antes e depois fico bem. Se você não acredita, te desafio a cantar depois de fazer uma inalação, e ouvir a diferença por conta própria!

3. Alongamento/ Mobilidade

Seu corpo É LITERALMENTE seu instrumento de trabalho. Quando você está em turnê, você torce e dobra seu corpo em várias posições que não são bem naturais —todo contorcido dentro do carro ou da van, cheia de gente, estatelado no sofá onde você vai dormir etc. Quando você reserva um tempinho para se alongar, você expande seu corpo, e sua voz também vai te agradecer. Eis três tipos de alongamento que vão te ajudar:

  1. Vaca/Gato:uma pose clássica da ioga, ela expande sua coluna e sua caixa toráxica. Fique na posição de quatro apoios, com as mãos apoiadas no chão, na altura do ombro, e os pés também apoiados no chão, na altura do quadril. Coloque sua cabeça em uma posição neutra, olhando para baixo. Inspire enquanto você joga sua barriga para baixo, na direção do chão. Levante o queixo e o peito, e olhe para o céu. Separe as clavículas e leve os ombros para longe das orelhas. Em seguida, a pose do gato: Conforme você for expirar puxe sua barriga e sua coluna para cima, como se quisesse encostá-las no teto. A sua posição deve ser como a de um gato de espichando. Aponte o cocuruto da sua cabeça para o teto, mas não é preciso afundar o queixo no peito. Inspire, volte para a posição da vaca. Repita essas duas posições por de 5 a 20 minutos.
  2. O pé para frente da ioga com a sua mão segurando o cotovelo do lado oposto: Comece deitado, com as mãos nos quadris. Expire enquanto joga o quadril para a frente. Dobre os braços e feche as mãos no cotovelo do lado oposto. Olhe para cima. Pressione os calcanhares contra o chão enquanto projeta o quadril em direção ao teto. Não trave os joelhos e deixe as coxas soltas. Respire enquanto sustenta essa posição. Solte as mãos e relaxe. Repita algumas vezes.
  3. Long Spine Drill: Essa é para te ajudar a manter a postura ereta. Coloque um objeto em cima da sua cabeça (uma bola de qualquer tipo serve). E pense em, com a cabeça, empurrar o objeto para cima. E também pense em empurrar o objeto para cima com os pés. Você pode andar assim. Ajuda bastante se um amigo puder segurar a bola, para ela equilibrar na sua cabeça e você ficar com as mãos livres. Se você não tiver um amigo por perto, pode usar as mãos.

4. Respire fundo (Exercícios de respiração)

Todo mundo sabe que a respiração é importantíssima na hora de cantar. Mas a maioria das pessoas pensa assim: “Respiração funda = Som fundo”. E nem sempre é o caso. O diafragma (o músculo grande do seu abdômen, responsável por abrir seus pulmões, para eles puxarem o oxigênio) é um músculo voluntário e involuntário ao mesmo tempo. O melhor jeito de se preparar para cantar é estimular a resposta involuntária do músculo, para você não ter de pensar na respiração quando estiver no palco (porque você provavelmente não vai pensar em respiração no palco.) E treinar o músculo para reagir involuntariamente também vai ajudar você a não hiperventilar, o que daria um sopro à sua voz.

a.) Respiração rítmica: Inspire por dois tempos, expire através dos lábios entreabertos por oito tempos. Isso vai criar uma resistência. Faça pelo menos dez repetições disso. É um jeito ótimo de se acalmar e de estimular a resposta involuntária do diafragma. Você pode usar um app de metrônomo para manter a conta do tempo, ou usar o app Breathe Deep, que é feito para esse tipo de exercício.

b.) Exercício para o reflexo do diafragma:Fazendo um som de “A” silencioso, expulse todo ar do seu pulmão, o mais rápido que conseguir. Quando seus pulmões estiverem vazios, não “deixe o ar entrar”. Ao invés disso, espere o quando aguentar e “puxe” de uma vez. Você vai com isso estimular seu corpo a inspirar involuntariamente. Sua respiração terá mais reflexo, o que é ótimo para cantar.

c.) Saco de papel:Inspire e expire dentro de um saco de papel (feche-o ao redor da sua boca e do seu nariz) por um minuto. Isso vai aumentar a presença de CO2  na sua corrente sanguínea, o que é ótimo para cantores. Aumentar o CO2 na corrente sanguínea também tem um efeito calmante instantâneo, então esse truque é ótimo se você estiver com medo de subir no palco

5. Aqueça!

Você deveria aquecer sua voz antes de cantar. Toda vez. Se você corresse maratona, você aqueceria e alongaria antes de correr uma grande distância, não? É a mesma ideia aqui.

Se você não conhece nenhum exercício de aquecimento vocal, eu coloquei um vídeo com alguns deles aqui para vários tipos de vozes, e você pode começar com eles. Eu também recomendo que você vá ver um professor de voz, para conversar sobre alcance e suas necessidades.

6. Relaxe

Um relaxamento vocal é importante, depois de você ter usado muito sua voz. Um relaxamento vai ajudar o sangue a sair da sua laringe, para você não passar para voz de canto para voz de fala muito rápido.

Fazer o som de “oooo”, numa escala decrescente, ou fazer uma escala cantando baixinho, com um canudo de plástico nos lábios, são dois jeitos fáceis de relaxar. Fazer uma inalação também é ótimo.

7. Dica Sensorial: Audição

Cantores e músicos têm que estar com a audição em dia. Eu recomendo fortemente que você faça um teste de ouvido agora, porque, se você faz shows, é capaz que já tenha perdido um pouco de audição. Eu também aconselho que use tampões de ouvido em lugares barulhentos;

Por fim, há alguns exercícios de audição que podem melhorar o funcionamento do seu ouvido. Eis um que você pode testar com um amigo:

  • Fique em pé, numa posição confortável, com os olhos fechados.
  • Cubra a orelha esquerda.
  • Seu amigo vai bater palma três vezes, no seu lado direito. Você tem que apontar com a mão exatamente onde ele bateu palma.
  • Aponte para de onde veio o som.
  • Depois que você tiver decidido, abra os olhos e veja se chegou perto.
  • Repita algumas vezes, depois troque de lado.

8. Dica Sensorial: Visão

A maneira como vemos e vivemos o mundo têm um impacto gigantesco na energia vocal que emitimos. Muitas pessoas são um pouco endo ou exofóricas, o que quer dizer que seus olhos são virados um pouquinho para dentro ou um pouquinho para fora. Se você é uma pessoa com pouca energia vocal, e vive ouvindo pedidos de que cante mais alto, pode ser exofórico. Um exercício fácil para saber é levantar um dedo a um braço de distância de você, focar os olhos nesses dedo e depois jogas os olhos para cima (sem mexer a cabeça) para um objeto que esteja mais distante. Faça isso 20 vezes seguidas e depois cante. Esse exercício faz com que seus olhos se movam um pouco mais para fora, e faça perceber que a sala é maior. Assim, seu corpo vai instantaneamente aumentar sua energia vocal.

O inverso também vale. Se você é um cantor potente, que vive perdendo a voz, pode ser exofórico, e ver a sala como sendo levemente maior, e por isso força a voz. Para te ajudar, cante com um dedo levantado na sua frente, focado no dedo. Isso pode diminuir forçadas da voz e te ajudar a colocar os olhos um pouco para dentro.

9. Dica sensorial: Toque/Vibração

Sim, vibradores para massagem tipo esse são usados como brinquedos sexuais, mas também podem te ajudar a cantar. O ser humano gosta de vibrações, é uma das experiências sensoriais mais profundas que existe. Existe um motivo para bebês dormirem se você coloca o bercinho em cima da máquina de lavar ligada. A gente vai ver alguém cantar ao vivo porque gosta das vibrações que o som causa no corpo. É por isso que shows são tão legais. Como cantor, eu quero aumentar a vibração que minha voz passa para o público!

Um massageador vibrador pode ser colocado na sua cervical (atrás do pescoço), nas costas, no peito e mesmo na sua cara, para aumentar a vibração da voz. Eu recomendo que você experimente!

10. Procure um professor!

Se você experimentar algumas dessas coisas por conta própria e sentir que só consegue se aprimorar até certo ponto, ou está tendo problemas com sua voz, eu recomendo que você procure um professor ou uma professora competente. Muitos professores de voz só trabalham com cantores clássicos ou de ópera—esses professores provavelmente não são os certos para você que está lendo esse blog. Eu aconselho que você veja um profissional que trabalhe com estilos mais contemporâneos (Rock, pop, etc.) Um professor que dá aulas para cantores de musicais geralmente topa trabalhar com artistas de estilos diferentes, já que os atores de musicais interpretam todos os tipos de música no palco..

Eu espero que essas informações tenham ajudado, e que você as use para manter use voz o mais saudável o possível.  Boas turnês e bom canto!


Distribua sua música com a CD Baby!

Comente

Seus email não será publicado.