Como escrever um bom texto de pitch para playlists

Como fazer um texto que realmente venda seu peixe para os editores?

Conseguir que seu som saia na mídia é mais difícil do que nunca, e isso pode ser uma coisa BOA

Por: Alexandre Saldanha

Você precisa fazer mais que simplesmente contar sua história.

Já falamos no passado sobre como sugerir suas músicas inéditas para playlists no Spotify, mas como fazer um texto que realmente venda seu peixe para os editores?

IMPORTANTE: para você CONSEGUIR TER uma conta no Spotify for Artists, sua música já tem de estar no  Spotify. Isso significa que você não vai conseguir mandar a sua primeira música de todas para ser usada em playlists editoriais.

Além de informações básicas como gênero música, se a música foi gravada ao vivo ou em estúdio, idioma das letras e instrumentos usados na gravação, você também precisa incluir um mini-texto de apresentação sobre o lançamento. Como o espaço é limitado a 500 caracteres, é bom ser o mais direto possível.

LEMBRE-SE: Os editores das playlists oficias do Spotify recebem MILHARES (MILHÕES) de lançamentos todos os dias.

O que NÃO PODE FALTAR nesses 500 caracteres:

  • Informações sobre o artista: histórico da carreira (número de lançamentos passados e futuros), shows e festivais importantes que tenha participado, etc;
  • Você fez um vídeoclipe para apoiar o lançamento no Spotify? Vai ser lançado onde? Quantos assinantes tem o seu canal no YouTuibe?
  • Você tem uma assessoria de imprensa ou de social media para ajudar a espalhar a notícias do seu novo álbum?
  • Você agendou uma turnê para divulgar o lançamento? Quantas datas? Em quantas cidades? Algum desses shows é em um grande festival (mesmo que seja do seu nicho) ou é junto com um grande artista que vai te garantir exposição a um número grande de ouvintes potenciais?
  • Você criou uma campanha de pre-save do seu lançamento? Quantas pessoas fizeram o pre-save?

Esse tipo de informação ajuda os editores a entenderem a importância do seu lançamento, sem que você gaste o tempo deles com informações que não acrescentam nada para eles.

Veja o exemplo de um bom texto para pitch:

Depois do sucesso de “NOME DO SINGLE“, que teve X plays no Spotify em apenas X dias, o ARTISTA se juntou ao ARTISTA 2 para uma parceria. “NOME DO NOVO SINGLE” é o primeiro single inédito que faz parte do álbum de “NOME DO ÁLBUM”, que será lançado em março de 2020. A faixa também contará com um clipe no canal do ARTISTA, que tem XXX assinantes. ARTISTA tem XXX seguidores no Spotify e sai em turnê para promover o lançamento, com XX shows nos meses de X e Y.

De novo, o texto deve ser objetivo e não contar uma historinha desde a sua infância até o lançamento desse novo material. Aqui vai um exemplo fictício do que você não deve fazer nessa descrição do seu lançamento:

ARTISTA é apaixonado por música desde criança. Cheio de malandragem e ginga, começou a se apresentar para a família quando tinha apenas 7 anos, fazendo imitações de seus artistas preferidos. Aos 19 anos,  ARTISTA aprendeu a tocar violão e a compor suas primeiras canções. Hoje, aos 30, ele lança NOME DO SINGLE, que promete encantar a todos que ouvirem.

Sua voz remete a anjos cantando… que voz. Poesia, personalidade, ritmos. Pode-se dizer que ARTISTA é um artista completo. Prepare-se para a nova sensação da música brasileira!

Veja que o primeiro texto conta quem é o artista, mas fala muito mais sobre o momento atual da carreira dele e os planos do que o segundo que romantiza sua trajetória, sem acrescentar muito sobre o que está sendo feito em volta desse lançamento.

Outro ponto importante ressaltar é que essa sugestão é enviada para todos os editores do Spotify NO MUNDO. Então, se você acha que sua música pode funcionar em outros países, como nos Estados Unidos, por exemplo, vale a pena escrever esse texto em inglês.

Agora é só esperar o dia do lançamento e torcer para entrar em alguma playlist oficial.

Boa sorte!


 

alexandre saldanhaAlexandre Saldanha é Artist Relations & Promotions na CD Baby Brasil. Formado em jornalismo, trabalhou em veículos como Portal Rock Press, Rock Brigade e Folha de S.Paulo e foi assessor de imprensa de artistas como Cachorro Grande e Far From Alaska, entre outros.

 

 

Comente

Seus email não será publicado.