A CD Baby Publishing chegou a 1.000.000 (um milhão) de músicas!

Show do milhão: a CD Baby Publishing administra os direitos autorais de UM MILHÃO de músicas. E você vai querer trazer as suas pra cá também, depois de saber dos nossos serviços.

A CD Baby Publishing chegou a 1.000.000 (um milhão) de músicas!Por Chris Robley

Estamos ajudando mais de 160.000 compositores, de mais de 50 países, a recolher todos os royalties de publicação a que eles têm direito, no mundo todo.

 A CD Baby Publishing alcançou uma grande marca recentemente: UM MILHÃO DE MÚSICAS.

Esse é o número total de obras/composições cujos direitos autorais administramos, em nome de mais de 160 mil compositores do mundo todo. A Music Business Worldwide noticiou o nosso feito e escreveu:

Para colocar em contexto o tamanho dessa massa de canções é quase o tamanho de todo o catálogo de músicas da Sony no mundo todo (sem contar a EMI) – que chegou a 2,3 milhões de composições no fim de junho, de acordo com documentos do grupo.

A edição de obras musicais agora passou a ser um componente importante dos serviços que a CD Baby oferece, junto com o recolhimento de direitos autorais, distribuição de músicas e outros serviços.

O que o crescimento da CD Baby Publishing significa para músicos independentes.

Jon Bahr, VP de Creator Services da CD Baby, deu uma entrevista para o mesmo artigo:

É verdade – as marés do negócio musical subiram nos últimos anos, e o streaming ganhou uma vantagem enorme, sem sinal de que vá deixar de crescer.

Junto com o crescimento veio um salto de processos judiciais, problemas de metadados ou de registro, compositores desconhecidos, conteúdo perdido, legislação falha (e novas leis que em breve serão aprovadas, espero), atraso no pagamento de direitos que foram pagos incorretamente. Em quase todas as situações, os problemas envolvem a composição – a música, que foi criada por um compositor.

Nós estamos muito felizes de anunciar que o serviço de administração de direitos autorais de obras musicais CD Baby Publishing está resolvendo esses problemas ao redor do mundo para mais de um milhão de músicas de 160.000 compositores de 50 países, com filiação a mais de 30 Sociedades de Gestão Coletiva de Direitos Autorais pelo mundo.

Essa marca impressionante – são mais de 750.000 canções que administramos 100% – está realmente ajudando a resolver o problema de edição musical do mercado, um compositor de cada vez.

Nosso serviço de administração global de direitos autorais de obras musicais, o CD Baby Publishing, está garantindo que esses compositores tenham acesso ao dinheiro a que eles têm direito no mundo todo e esvaziando a teoria de que as Sociedade de gestão coletiva de direitos autorais de execução pública escondem o assunto em “caixas pretas”.

Na sua alma, a CD Baby desempenha o papel de ajudar os criadores de música a espalhar sua música pelo mundo e também garante que eles recolham cada uma das fontes de renda a que tem direito com seu som. A gente oferece opções de serviços bem diversos para compositores e artistas, no lugar de empresas que vendem pacotes rígidos.

ESSA MARCA IMPRESSIONANTE – SÃO MAIS DE 750.000 CANÇÕES QUE ADMINISTRAMOS  100% – ESTÁ REALMENTE AJUDANDO A RESOLVER O PROBLEMA DE EDIÇÃO MUSICAL DO MERCADO, UM COMPOSITOR DE CADA VEZ.”

Com 9 milhões de gravações distribuídas (um milhão de faixas novas só em 2017!), quatro milhões delas com monetização no YouTube & no Facebook, três milhões de músicas em contratos de sincronização de licenciamento, para uso em comerciais, filmes e programas de TV; um milhão de músicas cujos direitos autorais gerenciamos no CD Baby Publishing, 25.000 novas músicas que entram na administração de direitos por mês e 4.000 novos compositores que passam a gerenciar os direitos de suas obras musicais com a gente, a CD Baby está fazendo o dinheiro fluir até a mão dos compositores.

Na CD Baby, a gente prega que “Nenhuma música deve ficar sem ser publicada”. Um compositor é o próprio editor, mas para recolher o que tinha direito, ele geralmente se afiliava a uma Sociedade de gestão coletiva de direitos autorais de execução pública, como a ASCAP ou a BMI, nos EUA, a SOCAN no Canadá e as que fazem parte do ECAD (ABRAMUS, UBC, etc.) no Brasil, e esperava receber sua renda tanto como compositor da sua música como editor.

No período de 13 anos em que trabalhei na ASCAP, eu encontrei com muitos compositores que diziam que a ASCAP era a sua editora (o que não é verdade). Deixar de gerenciar os seus direitos autorais de edição não deveria significar que o compositor vai deixar de receber os valores a que tem direito, mas é o que costuma acontecer no fluxo internacional de direitos autorais…

Nos EUA, alguns serviços interativos, como a Amazon Music Unlimited e a Pandora Premium, não publicam o álbum ou o single –mesmo que o som tenha sido entregue por um distribuidor– sem o registro de uma Editora no Music Reports Inc. (MRI). Nós, nossos artistas e suas distribuidoras, queremos que todas as músicas estejam disponíveis para o maior número de ouvintes possível, e isso não pode ser barrado por falta de entendimento de como funciona esse esquema.

A GENTE OFERECE OPÇÕES DE SERVIÇOS BEM DIVERSOS PARA COMPOSITORES E ARTISTAS, NO LUGAR DE EMPRESAS QUE VENDEM PACOTES RÍGIDOS.”

A maioria dos compositores que não têm uma editora para lidar com o seu som nem sabe que estão deixando de recolher um tipo de direito autoral. Por mais que os direitos autorais possam passar a ser mais fáceis de receber se o projeto de lei Music Modernization Act for aprovado nos EUA, os compositores ainda precisariam correr atrás de recolher seus direitos fonomecânicos nos EUA, ou contratar uma empresa/editora para fazer isso. Se não fizerem isso, seus direitos são passados para frente a cada três anos. E os compositores deixariam também de receber seus direitos fonomecânicos por streamings do resto do mundo.

Cada compositor que opta por contratar nosso plano CD Baby Pro Publishing quando vai distribuir sua música com a CD Baby ganha mais dinheiro por cada stream (reprodução) ou download que é feito do seu som, e resolve problemas de dados da sua música no mundo todo. Na era do streaming, em que direitos autorais fonomecânicos são quase todos os direitos, os compositores veem seus direitos espalhados por muitos países do mundo, em cada lugar que alguém deu play na sua música.

Num exemplo do mundo real, a CD Baby recolheu para um artista US$ 25.000 em um só país estrangeiro, porque seu som estava sendo usado em um jogo, e ele não sabia que ia receber por isso.

A comunidade de compositores da CD Baby é global de verdade, já que 45% dos seus lançamentos são internacionais. Nosso gerenciamento de parcerias com o pessoal ótimo da Songtrust / Downtown Music Publishing permite que a gente recolha todos os direitos autorais por aí, já que eles são parceiros de mais de 30 Sociedade de gestão coletiva de direitos autorais de execução pública que cobrem 75 países e territórios. Em apenas 5 anos de funcionamento, a gente já administrou as músicas de 50.000 compositores, tanto filiados à ASCAP quanto à BMI.

O contrato para facilitar o recolhimento dos seus direitos de compositor é simples: dura 1 ano e depois pode ser renovado a cada 3 meses, com uma taxa de administração justa de 15% do valor arrecadado. Nos EUA e no Canadá, um compositor pode se afiliar a uma Sociedade de gestão coletiva de direitos autorais de execução pública sem nem precisar sair do nosso site. A gente está se esforçando (e conseguindo) garantir que criadores recebam seus direitos, e facilitando esse processo.

Qual é nosso próximo passo? Ainda há direitos sem muita cobertura nessa área da música…


Mas falamos mais disso depois!

Por enquanto, são um milhão de obrigados aos vários compositores que se uniram à CD Baby na busca de aproveitar ao máximo o que suas composições podem trazer.

Inscreva-se na CD Baby Pro Publishing para ter acesso a todos os direitos autorais a que tem direito.


Guia do edição musical

Comente

Seus email não será publicado.