10 truques vocais para destravar seus dons de composição

Deu branco enquanto você estava escrevendo a melhor música da sua vida? Abra a boca e cante: 10 truques vocais para compôr mais e melhor

10 truques vocais para destravar seus dons de composição

Por Matt Ramsey

Aprimore suas capacidades de composição com esses dez truques vocais e de melodia

Todo mundo já passou por isso: Você tem um “gancho” incrível para uma música nova na cabeça. Um trechinho que não para de tocar. Mas você paralisa quando percebe que não faz ideia de o que vem depois!

O orgulho que bate só por alguns instantes vai embora enquanto você tenta escrever a próxima parte da música. E demora horas, dias, semanas, ou às vezes anos. A verdade é que compôr uma música pode ser uma coisa muito recompensadora para um músico. Mas também pode ser uma das mais dolorosas.

É provável que você vá passar por um bloqueio criativo em algum ponto. É que até os melhores compositores passam por umas lombadas na hora de escrever uma música nova.

Mas, em vez de ficar parado esperando a inspiração chegar, eu prefiro te mostrar algo. São dicas de como usar técnicas vocais para encontrar o gancho da sua pŕoxima composição. Eu, que sou coach vocal, ajudo cantores a melhorar suas composições o tempo todo. E já ensinei mais de 500 alunos e alunas (muitos deles cantores e compositores), então posso prometer isso:

Você consegue derrotar o bloqueio criativo e escrever a melhor melodia da sua vida.

Você pode achar que já experimentou de tudo: meditação, escrita com tempo marcado, “jam sessions”, aquelas sessões de improviso.. E Nada funcionou. Mas eu prometo que, se você aprender esses truques simples, vai ficar de boca aberta com a eficiência deles

Hoje eu vou mostrar 10 truques vocais que você pode usar para acabar com o bloqueio criativo. Você pode usar essas técnicas para começar uma nova canção também. É só ver o que funciona melhor para você e passar a usar toda vez que precisar de inspiração.

Estamos prontos para começar? Vamos lá…

Truque 1: Descubra sua Amplitude Vocal e o Tipo da sua Voz

O primeiro passo para criar uma melodia vocal incrível é entender sua amplitude vocal e o tipo da sua voz.

10 truques vocais para destravar seus dons de composição

Sua amplitude vocal é a medida entre a nota mais baixa e a mais alta que você consegue cantar.

Por exemplo, uma amplitude vocal média para homens é C3-C5. E uma amplitude vocal média para mulheres é A3-A5.

O tipo de voz é uma classificação, em italiano, da “família” da sua voz, baseada em alcance, potência vocal e um monte de outros fatores.

Tenor e Soprano são dois exemplos de tipos de voz.

Eis a moral da história:

Saber qual é a sua amplitude vocal e seu tipo de voz é importante para saber o que você pode esperar da sua voz quando for escrever uma canção.

Por exemplo, se você foi Baixo e não conseguir cantar uma nota acima de E4, não vai querer escrever uma melodia que fique abaixo de E4.

OU, se você for um Soprano que consegue atingir um C alto, por que se contentar com uma melodia que fica em notas baixas?

A boa notícia é que você consegue expandir sua amplitude vocal. Você só precisa fazer uns exercícios simples com frequência. Aqui vai um ótimo artigo sobre como atingir notas mais agudas sem desafinar.

Mas, por ora, ensino como descobrir sua amplitude vocal agora mesmo:

  1. Vá até o piano ou o violão
  2. Encontre o Dó (é a primeira casa da segunda corda do violão) e cante essa nota com a letra “A”.
  3. Em seguida, vá cantando notas cada vez mais baixas, sempre usando “A”.

Anote a nota mais baixa que você conseguir cantar.

  1. Por fim, volte para o Dó e, cantando em “A”, vá subindo até alcançar a nota mais aguda que conseguir.

Anote a nota mais aguda que você consegue atingir. A distância entre a nota mais baixa e a mais aguda é sua amplitude vocal. 

Agora vem uma verdade inconveniente: Muitos compositores escrevem melodias com uma amplitude pequena demais.

Não cometa esse erro! Se sua amplitude for maior do que a melodia, experimente colocar umas notas mais altas ou mais baixas. Eu prometo que, só de saber que você consegue cantar mais do que previa, suas melodias vão ficar mais interessantes!

Truque 2: Cante uma Escala

10 truques vocais para destravar seus dons de composição

Posso te contar uma loucura? Quase todas as melodias vocais podem ser reduzidas a uma escala.

Mesmo as músicas mais complicadas têm um trecho vocal que é uma escala direta. Com um pouco de  treino de orelha, você vai ouvir essas escalas em todo o canto!

Se você enguiçou na composição de uma música e não sabe para onde ir, encontre inspiração em uma escala. Você só precisa:

1) Encontrar o tom da canção…

2) Cantar uma escala nesse tom.

Há muitos jeitos diferentes de encontrar o tom da música que você está escrevendo.

Mas uma das maneiras que eu prefiro é imaginar que você está terminando a música, e vai tocar o último acorde dela.

Por mais que você não tenha terminado de escrever a canção ainda, imagine que está tocando o último acorde.

É bem provável que o último acorde seja uma nota no tom da música.

Depois que você tiver encontrado o tom da música que está escrevendo, é só cantar uma escala dessa música, em tom maior ou menor.

Então, se você está escrevendo uma música em Dó maior, você cantaria uma escala de Dó maior: dó, ré, mi, fá, sol, lá, si e dó.

Você pode encontrar as notas da escala maior de todas as notas e tons aqui.

Agora que você sabe o tom em que está, experimente usar notas diferentes da escala desse tom.

Eu garanto que começar a música em uma nota diferente já vai ajudar a acabar com o bloqueio criativo!

Truque 3: Eleve o Tom da Canção

10 truques vocais para destravar seus dons de composição

Eis a moral da história: Tem muito cantor e cantora que escreve músicas graves demais para sua voz.

Mas, se você está cantando só notas baixas, está perdendo a oportunidade de impressionar seu público! As notas mais altas dão um ânimo para a música, mas não é só isso: o público ama quando um cantor ou uma cantora consegue cantar lá em cima.

A boa notícia é que é muito fácil elevar o tom da música que você for cantar.

Se você toca violão, tente usar um capotraste para jogar sua música para cima.

Comece colocando o capo sobre a segunda casa.

Ou, se você quiser arriscar, experimente tocar com o capo na quinta ou na sétima casa!

Se você toca piano, a maioria dos teclados tem um botão para jogar um tom para cima ou para baixo.

É só conferir o manual do teclado.

De novo, comece aos poucos. Depois você pode até aumentar uma quinta! Encontrar o tom certo para cantar é uma parte grande de aprender a cantar. Você vai ficar surpreso ou surpresa com como a mudança de um tom para cima pode mudar o som que você está fazendo! E às vezes é tudo o que você precisa para escrever o próximo trecho da música. Não dá para saber de onde vem a inspiração

Truque 4: Cante Uma Oitava Para Cima

Agora que você experimentou aumentar o tom, vamos tentar algo mais pesado: Cante uma melodia com uma oitava para cima.

Uma oitava é o intervalo, ou a distância, de uma nota para a próxima que tenha o mesmo nome.

Então uma oitava é a distância de um Dó médio para um Dó central, por exemplo. Qualquer das outras notas (Fá, Sol, Lá, Si, Ré) estão menos de uma oitava de distância do Dó.

A moral da história é: Uma oitava é bem grande, em termos de canto.

Então, se você está cantando uma música com melodia baixa, experimente cantar essa mesma música uma oitava para cima. Aprender a cantar oitavas é uma técnica vocal importante para melhorar o seu canto.

E isso rola o tempo todo em músicas pop: o refrão é uma oitava para cima dos versos

Escute “I’m Not the Only One” do Sam Smith:


Os versos são bem baixos e o refrão é bem alto.

Mas, se você ouvir a música, poderá ver que o refrão (“You say…”) está só uma oitava acima da última linha dos versos (“But I know I still need you here…).

Você vai se surpreender como cantar uma música uma oitava acima vai fazer ela ganhar em ânimo!

Truque 5: Toque a Mesma Melodia em Outro Instrumento

10 truques vocais para destravar seus dons de composição

A verdade é difícil de dizer: A maioria dos compositores criam melodias vocais bem previsíveis.

Isso acontece porque voz humana não gosta de saltos grandes entre notas. Na verdade, é bem difícil achar uma voz que consiga ir de uma nota para outra distante.

Mas isso não vale para outros instrumentos musicais.

Se você toca violão ou piano, provavelmente toca notas díspares e está tudo bem. Então um jeito fácil de acabar com o bloqueio criativo é pegar a melodia que você já tem e levá-la para outro instrumento. Se você tocar o mesmo som em outro instrumento, vai ganhar confiança no que escreveu, e também vai ter vontade de mudar um pouco. Isso acontece porque outro instrumento vai te dar uma nova perspectiva da música.

Talvez você decida tocar as notas em uma ordem diferente. Ou talvez mudar o tempo entre as notas.

Então experimente brincar com outros instrumentos na hora de compor uma melodia vocal. Você vai se surpreender com as mudanças que podem vir daí!

Truque 6: Inverta a Melodia

As pessoas ficam entediada facilmente com melodias. Então, por mais que você tenha uma melodia super marcante, é bom dar uma mudada nela durante a música. Você ficaria surpreso ou surpresa com o tanto de cantores e cantoras que cantam a mesma melodia nos versos e no refrão. As pessoas precisam de mudanças para não ficar entediadas.

Um truque simples e interessante é inverter uma melodia que você já tenha escrito.

Digamos que sua melodia fosse “Dó, Ré, Mi, Fá”

Para inverter, é só colocar de trás para frente: “Fá, Mi, Ré, Dó”

Compositores fazem isso direto!

Dá uma olhada na música “Lean on Me”, do Bill Withers:


Os versos começam com as palavras “Sometimes in our lives, we all have pain” e as notas são: Dó, Ré, Mi e Fá.

E depois: Fá, Mi, Ré, Dó.

10 truques vocais para destravar seus dons de composição

Está vendo o que ele fez? Ele inverteu a melodia.

Esse truque é simples e mantém a orelha interessada. E “Lean On Me” é uma das canções mais populares de todos os tempos. Então, se você estiver empacado em uma melodia, tente tocá-la de trás para frente.

Truque 7: Cante uma Harmonia

Posso te contar um segredo? Uma boa harmonia é um elemento chave para escrever boas músicas.

Mas você não tem que ser Simon & Garfunkel para harmonizar vozes na sua composição! Na verdade, você não precisa nem de outro cantor.

Se você está enguiçado e não sabe o que vai escrever em seguida, tente escrever uma melodia que é uma harmonia da melodia que você já tem.

Parece difícil? Mas é super fácil.

Dê uma olhada na música “Ziggy Stardust”, do David Bowie:

No primeiro verso, Bowie canta “He played it left hand, but made it too far”

As notas são: “A, A, B, C, e D”, ou “Lá, Lá, Si, Dó e Ré”

10 truques vocais para destravar seus dons de composição

E depois são “Ré, Ré, Mi, Fá# e Sol.”

10 truques vocais para destravar seus dons de composição

Da primeira vez que se ouve, parece uma melodia completamente diferente.

Mas, quando você para para ouvir a música, pode ver que as notas têm a mesma forma no desenho, só estão separadas por uma oitava.

Isso significa que uma é a harmonia da outra.

Por sorte, harmonias são super fáceis de escrever.

Você só precisa saber, para escrever uma harmonia para sua melodia:

  1. As notas da melodia que você já escreveu e quer harmonizar…
  2. E as notas que estão um terço ou um quinto acima dessas notas.

Então, por exemplo, se você escreveu uma melodia que é:

“Dó, Ré, Mi e Fá”

Para escrever a melodia harmônica dela, você pode começar um terço acima do Ré. Que, nesse caso, é um Mi.

Então a harmonia seria:

“Mi, Fá, Sol e Lá”

Então é só pegar suas melodias e usar a harmonia para criar outras melodias.

Eu prometo que você vai ficar de cara com o tanto de ideias de composição que isso pode trazer!

Truque 8: Cante um Arpeggio

10 truques vocais para destravar seus dons de composição

Cantar um arpeggio é um dos jeitos mais fáceis de escrever uma melodia incrível!

O que é um arpeggio? Um arpeggio é quando você canta as  notas de um acorde em sequência.

Diferentemente de um violão ou de um piano, você não consegue cantar acordes com sua voz. Mas você consegue cada nota de um acorde, em sequência.

Então, se eu estou tocando um acorde de Dó, eu posso fazer um arpeggio cantando Dó, Mi e Sol, porque são essas a notas que compõem um acorde de Dó.

Arpeggios (ou arpeggi, se você quiser falar certo em italiano) estão em todos os cantos da música pop.

Aqui vão alguns exemplos de músicas que têm arpeggios:

  • O refrão de “Just Give Me a Reason”, da P!nk.
  • A introdução de “Don’t Stop Me Now”, do Queen.
  • O refrão de “Stay With Me”, do Sam Smith.

Então, como você escreve um arpeggio para a sua canção?

Tudo o que você precisa saber se quiser cantar um arpeggio é:

  1. Qual é o acorde que você quer encaixar na música e…
  2. Quais as notas que compõem esse acorde.

Facinho, né?

Os loucos da teoria musical vão saber que acordes são formados por grupos de notas chamados Primeira (ou Raiz), Terceira e Quinta.

E essas notas vêm diretamente da ordem em que são tocadas em uma escala maior.

Eis as escalas principais.

Para o tom de Dó maior, por exemplo, a escala seria: Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá, Si e Dó.

Então, se eu quisesse cantar um arpeggio de Dó maior, eu ia pegar a primeira, terceira e quinta notas da escala: Dó, Mi e Sol.

Dê uma olhada na música  “Stay With Me”, de Sam Smith:

 

As primeiras notas do refrão vão com as palavras “Oh won’t you…”, e são Dó, Mi e Sol.

E o que são essas notas?

10 truques vocais para destravar seus dons de composição

São as notas que compõem um acorde de Dó. É um arpeggio!

Então, se você estiver empacado ou em busca de inspiração para sua melodia, cante um arpeggio para o acorde em que estiver tocando.

Você vai ficar surpreso com esse truque de dissecar o acorde em notas que vão te  inspirar a escrever melodias bacanas.

Truque 9: O que seu artista predileto faria?

Às vezes, quando você está escrevendo uma música nova, é bom olhar para os seus heróis para se inspirar.

Então, se você estiver empacado, imagine que essa música já é famosa, e pense em como seu artista predileto ia cantá-la.

Como o Sam Smith cantaria essa parte?

Que notas o Freddie Mercury cantaria nessa melodia?

Como a Adele escreveria esse refrão?

As possibilidades são infinitas!

E imagine que pensar no seu artista predileto lidando com essa música é um jeito fantástico de destravar seu bloqueio, porque não é mais VOCÊ que está escrevendo a melodia, são eles.

Isso tende a funcionar melhor se você curtir vários estilos diferentes de música. Você nunca vai saber qual foi que te inspirou.

Mas, quando você recorrer aos gigantes para achar inspiração, certifique-se de que vai beber da água deles só para começar a composição, não para escrever a música toda. Existe uma diferença entre inspiração e roubo. Então, mesmo que vá escrever uma composição com seu herói na cabeça, ela precisa ser sua.

Truque 10: Misture Acordes e Melodias

Um jeito ótimo de encontrar inspiração é combinar e misturar inspirações: vários acordes e melodias juntos.

Parece complicado? É super simples!

É só pegar uma melodia que você ame e combinar com acordes de outra canção que você adore.

Eis como fazer:

  1. Escolha a melodia de uma das suas canções prediletas
  2. Vá até o piano ou o violão e toque a melodia no instrumento.
  3. Agora escolha acordes de uma música que você sempre amou.

Você pode encontrar os acordes das músicas que mais ama em sites como Ultimate Guitar, é fácil.

  1. Por fim, combine a melodia que você tocou com os acordes que encontrou.

É provável que as melodias e os acordes que você encontrou estejam em tons diferentes, e vá haver um choque.

Mas não deixe isso te parar! Em vez disso, use como inspiração para criar algo novo.

Só mude os acordes e a melodia quando for escrever sua própria música.

Você vai se surpreender como colocar as notas em um contexto diferente pode despertar a sua criatividade!

Parabéns

A essa altura, você já deve ter aprendido todos os truques de que precisa para escrever uma melodia incrível.

Você não vai acreditar como é fácil escrever uma música linda depois de brincar com as notas!

Então, se você estiver perdido ou frustrado por não saber o que vai escrever a seguir, experimente um desses truques para destravar.

Mal posso esperar para ouvir sua criação!

 


 

10 truques vocais para destravar seus dons de composiçãoMatt Ramsey – É o professor de voz principal e fundador do Ramsey Voice Studio, o estúdio vocal de maior audiência no Texas. Tendo ensinado mais de 500 alunos, Matt acha que a técnica vocal correta pode ajudar alguém a se tornar um cantor melhor. O curso vocal completo de Matt é o Master “Your Voice”.

 

 


Guia do edição musical

1 Comentário

  1. Pingback : 10 truques vocais para destravar seus dons de composição – Agnaldo Rangel

Comente

Seus email não será publicado.