Umas coisas que você precisa entender para fazer mais shows

Um show no Planeta Terra vale tanto quanto um show no bar da esquina? Dependendo de o que você quer tirar dele, o boteco pode valer mais que o festival. O Blog CD Baby te explica (com gráfico e tudo) os tipos de apresentação que existem, para você escolher a certa.

mic2Nem todos os shows nasceram iguais: como conseguir os que são os certos para você

Então você quer fazer mais shows .

Parece que outros artistas, conhecidos seus, estão fazendo shows toda hora, então certamente deve haver uma fórmula secreta para conseguir tanto trabalho. É isso ou todos os outros músicos são amigos dos donos das casas de show, ou tem um empresário que cava shows para eles, certo?

Talvez.  Mas, em nove de cada dez vezes, o cantor em cima do palco não tem nenhuma informação privilegiada, nenhum empresário e nenhuma amizade de qualquer tipo com o dono do palco.

Então a dúvida pelando é….qual é a fórmula secreta para conseguir mais shows?

Eu poderia cuspir aqui alguns slides com dicas para saciar sua curiosidade, mas para ser sincero isso não ia te ajudar muito, e eis o porquê: se você viesse até mim amanhã e me perguntasse qual é o melhor jeito de conseguir shows, eu te responderia: “Mas que tipo de show você quer?”

Pois veja, nem todos os shows nascem iguais. Alguns shows vão te pagar bem, mas não te ajudarão a conseguir fãs; alguns outros shows vão te ajudar a conseguir legiões de fãs, mas vão te pagar perto de nada (ou nada); e alguns shows… bom, eles não vão te trazer dinheiro nem fãs, mas podem ser positivos se usados da maneira correta.

Está confuso? Eu não te culpo.

Pois veja, antes de ir atrás de shows, você precisa saber que tipos de apresentação existem por aí, e qual é a melhor para você. Depois de entender isso, ficará mais fácil para você ir atrás, pois há shows que fazem bem para os seus negócios (sim, você é um homem ou uma mulher de negócios) e que sejam adequados para o momento profissional em que você se encontra.

Olhe para a planilha de shows abaixo. Esses são exemplos de só alguns tipos de shows, colocados num gráfico que vai de “paga muito” para “paga pouco” e “traz poucos fãs” a “traz muitos fãs”.

Slide1

 

PS: Essa planilha funciona para todo tipo de músico, é só mudar os nomes um pouquinho. Por exemplo: o equivalente de palco aberto para o teatro musical é fazer um show comunitário de graça.

Tenha sempre em mente que isso não é uma ciência exata. O mercado da música é muito irregular e alguns artistas se deram muito bem fazendo shows do tipo ‘PAGA POUCO/TRAZ POUCOS FÃS’, como tocar na rua, mas isso não é muito comum. Para esclarecer ainda mais, vamos dar uma olhada de perto em cada uma das partes da planilha e descobrir os benefícios que cada uma delas pode te trazer.

Shows que Pagam Pouco/Trazem Poucos Fãs

Se depois de bater o olho na planilha você achou que já poderia riscar essa célula de uma vez… bom, melhor reconsiderar. Todos os shows dessa planilha têm uma função, e esse é mais acessível, dependendo do estágio da carreira em que você está.

Por exemplo, tocar na rua ou em palcos abertos pode ser um ótimo jeito de testar novos sons ou de ganhar traquejo para o palco quando se está começando, e esses são os shows mais fáceis de conseguir: é só conseguir uma permissão para tocar nas ruas da sua cidade ou ir a um bar em que se possa tocar.

Eu, de verdade, uso esses dois tipos de show com esse propósito. Estou atualmente trabalhando em umas faixas folk e pela primeira vez estou tocando violão (eu geralmente toco jazz no piano e canto) então quando eu terminar minhas novas músicas, vou leva-las para fazer um test drive em bares que tenham palco aberto.

De maneira similar, se você está no teatro musical, o melhor jeito de se aprimorar é fazer shows comunitários. Você vai conhecer pessoas do mercado e trabalhar nas suas habilidades, enquanto caça novas oportunidades de trabalho.

Shows que pagam bem/ Trazem Poucos Fãs

Esses são os shows que as pessoas chamam de “manteiga no pão”, porque eles pagam suas contas. Para o cantor contemporâneo, ele pode ser  um show em bar/ clube em que a casa te paga para tocar músicas que a clientela vai gostar,  o que geralmente significa covers bem conhecidas.

Para mim, como músico de jazz,  esses shows são geralmente a happy hour de alguma firma de advocacia e eu estou lá para fazer música de elevador e ficar bem bonita no canto. Sim, é sério. Por que outra razão eles contratariam uma banda para fazer trilha de fundo? É só para se exibir.  Esse definitivamente não é o lugar para eu tirar uma faixa com meu nome, ‘Nicola Milan’, e montar a barraquinha para vender meus CDs e outros produtos ao lado do show. Eu tenho sorte se algumas pessoas me dão seus cartões de negócios durante o intervalo e o chefão vem me parabenizar quando o show terminar.

Use estes shows para financiar os Pagam Pouco/Trazem Muitos Fãs, que veremos em seguida… e aproveite para comer o maior número possível de canapés enquanto estiver lá.

PS: Alguns músicos só querem fazer este tipo de show. Isso é o caso quando a pessoa não quer tanto construir um nome para si mesma, e prefere ganhar algum dinheiro como músico sem precisar sair da região onde mora (O que é completamente aceitável. Eu conheço vários ótimos músicos que ganham a vida assim) — mas para aqueles de vocês que querem deixar uma marca no mundo, aumentar seu status e tentar alcançar aquilo que um pouco de fama pode trazer (por exemplo um cachê maior, shows melhores, uma conexão mais profunda com os fãs, disseminar mais sua mensagem e todas as possibilidades que vêm com ser uma pessoa que levanta interesse), então continue lendo.

Paga Pouco/ Traz Muitos Fãs

Eu amo/odeio esses shows. Eu sei que eles serão bons para minha carreira, mas também sei que vou perder dinheiro com eles e, como alguém que depende só da renda da música, uma apresentação no vermelho pode pesar.

Muitos shows que você fará com artistas mais conhecidos cairão nesta categoria (pelo menos no começo.) E como tudo no mercado da música, haverá exceções, mas tirando um punhado de fãs que você consegue arrastar, você não tem um valor de mercado muito alto (em termo de dólares de negócios), se comparado com uma banda que arrasta multidões. Pode ser uma boa oportunidade para você tocar para fãs dessa banda, que tem uma sonoridade similar à sua.Se eles gostam dessa banda, então é capaz que virem seus fãs também. Entretanto, pode não ser um bom negócio para a casa de show ou para a banda mais famosa.

E isso é porque esse tipo de show geralmente funciona com o dinheiro conseguido com venda de ingressos na porta. Se você não tem fãs, então sua habilidade de aumentar a venda de ingressos vai ser mínima e, portanto, você não deve esperar ser pago por algo em que não ajudou nada. A sacada aqui é essa: se você é um cantor que usa uma banda de acompanhamento, você teria de tirar o dinheiro do próprio bolso para pagar por eles. É mais fácil conseguir uma banda que toque tocar de graça para aparecer, mas com um cantor isso não acontece tanto.

A boa notícia é que, se você aproveitar ao máximo esses shows, vai conseguir ir ganhando fãs com cada um deles. É isso ou contratar alguém para fazer propaganda e conseguir trazer as pessoas assim… mas isso é assunto para outro post desse blog.

A má notícia é que toda vez que você quiser adentrar num novo mercado (locação) você terá de repetir os shows de apoio, a não ser, é claro, que você tenha um hit no rádio e as casas de show estão se digladiando para te ter… e nós sabemos que isso com certeza não é a regra.

Entretanto, tocar como banda de apoio em shows pode ser o primeiro passo para conquistar fãs e depois conquistar os shows mais desejados de todos, que veremos agora.

Paga Bem/ Traz Muitos Fãs

Ah, sim, agora chegamos ao reino dos Ricos e Relativamente Famosos e posso ouvir você pensando ‘É disso que eu tô falando. Ok, Nicola, é só você me dizer agora como conseguir essa boiada, que paga superbem e em frente a hordas de fãs.’

Minha resposta? “Paciência, gafanhoto. Eles não são os SEUS fãs… ainda.”

Não estou dizendo isso para jogar um balde de água fria, de jeito nenhum, porque geralmente, grandes festivais cheios de grana são, disparado, o melhor jeito de fazer seu nome circular e ficar conhecido. O show em si seria suficiente, entretanto a maioria dos festivais é acompanhada por verbas de publicidade para disseminar seu nome por aí ainda mais e fazer a mídia ficar salivando com a oportunidade de te entrevistar. Sim, esses são os melhores shows, mas também os mais difíceis de conseguir.

Festivais são caros e os promotores deles precisam atrair muitos pagantes para compensar. Eles fazem isso chamando artistas que com certeza irão arrastar multidões, o que significa que você precisa ter uma carreira bem consolidada e fãs fiéis para conseguir isso (é isso ou ser muito amigo de quem está organizando a parada)

Não se preocupe, há uma pegadinha para conseguir tocar em festivais de um jeito secreto. Crie uma lista de festivais que toquem seu gênero de música na sua região (e além dela, se você tiver dinheiro para viajar). A maior parte dos festivais grandes nem aceita inscrição de artistas. Seu alvo deve ser um tipo menos de festival.

Fique de olho em concursos para tocar em festivais maiores, mas saiba que a competição deve ser ferrenha. Alguns festivais oferecem oportunidade de tocar lá dentro, mas fora do palco, onde as pessoas andam. Então aproveite essa oportunidade de tocar acústico e tire o máximo dela: leve um cartaz com seu nome e foto, toque alto e se promova, se promova, se promova!

Outro tipo de show que pode estar tanto nesta categoria quanto em Paga Pouco/Traz Poucos Fãs é um show que você mesmo monta. Você contrata uma casa de shows ou faz um pacto de dividir a grana e é sua obrigação contratar os outros artistas e trazer as pessoas porta a dentro (é aí que ter amigos bem relacionados ou promoters faz bem).

Esses shows são ótimos para se promover na imprensa local. Faça um bom trabalho e as pessoas que os promoters levarão podem virar seus fãs de verdade.

Vamos então voltar ao comecinho e perguntar de novo a primeira dúvida: como conseguir shows? Agora que você consegue ter uma ideia dos tipos que existem, não fica mais fácil saber o que você está procurando?

Meu conselho é escolher shows de acordo com sua necessidade como artista. Se você está apenas começando, escolha os Paga Pouco/Traz Poucos Fãs, em que você pode treinar na frente de uma plateia. Assim, se você for mal, não sera tão ruim.  Se você já passou dessa fase, pode dar uma olhada em o que as bandas da sua região estão fazendo e tentar cavar um show de apoio.

Não importa em que estágio profissional da carreira você esteja, vai sempre haver um show para você… e uma vez que você tiver conseguido esse show, arrebente!.

—-Biografia da autora: Nicola Milan é cantora professional, compositora e técnica vocal. No seu site, Singer’s Secret, ela dá dicas de como cantar melhor, ganhar confiança e conseguir emplacar shows quando você está no comecinho da carreira.

Entre em contato com ela em www.singerssecret.com ou www.nicolamilan.com.

Ganhe Dinheiro Guide

 

15 Comentários

  1. suelenperes18@hotmail.com'
    by Sue Helen Peres Santana on novembro 16, 2014  23:55 Responder

    Olá pessoal meu nome é Sue Helen e tenho 23 anos de idade
    e o meu sonho é montar uma banda de música sertaneja só que eu quero fazer uma pergunta pode ser?
    R: O que tem em um estúdio de gravação?

    • by Marcos Chomen on novembro 17, 2014  20:16 Responder

      Oi Sue, Um estudio tem equipamentos para gravar instrumentos e voz. Conta com técnicos para mixar e masterizar, para ao final gerar seu álbum. Respondi sua pergunta?

  2. ntorres@vagalume.com.br'
    by Nathalia Torres on outubro 22, 2015  13:49 Responder

    Olá,
    Bom dia! tudo bem?

    Estava vendo o site de vocês e gostaria de saber se você se interessa em fazer uma parceria com o Vagalume.

    Estamos com o projeto dos artistas Independentes, onde queremos fazer o prêmio, dar destaque e ajudá-los em sua trajetória.

    Caso aceite, queria saber se aceita nos enviar algumas matérias, auto-ajuda, entre outros para divulgarmos em nosso site e em troca, você nos divulga também.

    Aguardo o seu retorno.

    Obrigada. Beijos,

    • by Marcos Chomen on outubro 28, 2015  18:12 Responder

      Oi Nathalia, estamos em contato com o Daniel. Devo ligar para voce? Abs.

  3. emersonbittencourt8@gmail.com'
    by Emerson alves Bittencourt on fevereiro 25, 2016  19:03 Responder

    Tenho um show de hiphop pop preparado mais preciso de apoio para colocar em prática podia me ajudar ?

    • by Marcos Chomen on fevereiro 25, 2016  20:19 Responder

      Emerson, nós somos um blog com dicas para artistas independente. Nosso apoio são com nossas dicas e de nossos colaboradores. Que tipo de apoio procura? Abs.

  4. paulycristines@gmail.com'
    by paulo deodato da silva neto on março 30, 2016  16:41 Responder

    oi pessoal meu nome é paulo... sou iniciante no mundo musical e gostei muito do site de voces... agora graças a voces tenho uma noção de como funciona mais ou menos esse mercado musical, muito obrigado.... um abraço a todos.

  5. sergiocarlosmonteiro@gmail.com'
    by Sergio Oliveira on fevereiro 5, 2017  03:04 Responder

    BOA NOITE PARABÉNS PELA MATÉRIA ACIMA GOSTARIA DE FAZER UMA PROPOSTA A VOCÊ ,VOCÊS PROMOVEM E DIVULGAM O CANTOR DANI DELUCA DE RIBEIRÃO PRETO E NOS DIVULGAMOS VOCÊS POR AQUI

    o REFERIDO CANTOR APESAR DOS 19 ANOS JÁ TEM UMA BAGAGEM DE PALCO,CANTA MUITO ,CARISMÁTICO

    BOA PINTA MENINO HUMILDE E QUE É MAIS IMPORTANTE CHEGOU MEIO MILHÃO DE FANS NAS REDES SOCIAIS QUE O SEGUEM REGULARMENTE,MAS AINDA ESTA NA FAZE DE INICIO DE CARREIRA E PRECISA DE MUITA AJUDA ENTRE NO YOUTUBE DIGITEM DANI DELUCA E ENTRE NO FACE BOOK DELE OBRIGADO

  6. biigas@hotmail.com'
    by Abigail Barbeito on março 8, 2017  19:21 Responder

    Olá, me chamo Abigail e sempre cantei em igreja evangélica e a pouco tempo entrei no ramo sertanejo. Só que daqui um mês estou indo embora para Portugal. Lá eles também escutam sertanejo em alguns lugares e ai vem minha pergunta... Devo continuar cantando e estudar a musica ?

    • by Paula Humphries on março 10, 2017  19:06 Responder

      Abigail, acredito que seu talento e paixão pela música te seguirá onde você for. Continue seguindo seu sonhos e boa sorte com sua nova jornada! :)

  7. aerogenio@outlook.com'
    by Aerogenio on março 11, 2017  22:47 Responder

    Oi estou na fase citada como inicio de carreira, eu já tinha em mente essas teorias e foi muito legal ver elas aqui bem esclarecidas meu nome artístico é Aerogenio, pra quem quiser conferir algumas músicas minhas estão lá no youtube, se vocês criassem um tópico para agente que tamos iniciando seria muito legal, abç!

  8. guilhermejesuscardoso@outlook.com'
    by Guilherme de Jesus on junho 24, 2017  21:54 Responder

    Oii!! Estou começando agora seguir meu sonho como cantor, estou fazendo aulas de canto, e tenho dúvidas dos meus próximos passos, você poderia me dar um pequeno conselho de para que caminho seguir agora? Você acha que devo começar com pequenas apresentações em bares? Eu quero criar um som próprio e vejo que muitas músicas nacionais não tem uma qualidade tão boa como as internacionais, você tem alguma dica em relação a isso?

    • by Paula Humphries on junho 26, 2017  16:00 Responder

      Olá Guilherme! Que legal que está seguindo seu sonho! Começar em barzinhos e lugares mais aconchegantes é uma ótima maneira de dar aquele pontapé inicial na sua carreira musical. Com certeza você deveria fazer muito disso antes de se apresentar em casas de shows maiores, para aprender com os erros, aprender as manhas do ramo e ver o que melhor funciona pra você. Música de boa qualidade existe no mundo todo, a questão é que o mercado brasileiro ainda é muito novo comparado aos avanços que outras regiões do mundo já tem feito no mundo da música. A maioria do povo brasileiro ainda não tem tanto acesso à ferramentas, informações, serviços barateados e outras coisas que artistas de outros países têm. Recomendo que leia blogs como o nosso, e aprenda dicas de outros artistas que já estão no ramo há mais tempo que você. Na era digital tem muita gente compartindo informações sobre como usar certos aplicativos e programas que as vezes são até gratuitos para se gravar música e outras milhares de coisas que fazem parte do processo de criação de uma canção. Boa sorte com a sua carreira! Abraços :)

  9. marcelo_marenf@hotmail.com'
    by Marcelo Girard on agosto 16, 2017  19:06 Responder

    Boa Tarde, sou cantor e compositor sertanejo, já tenho meu Cd, e musicas póprias gravadas, já estao tocando minhas músicas em varias rádios pelo Brasil, e tenho registro nas ordens dos músicos, minha pergunta é que não consigo fechar shows , já tenho bom conhecimento sou profissional, o que falta são os divulgadores venderem meu show, que devo fazer para eu mesmo conseguir vender meus shows?

    • by Paula Humphries on setembro 22, 2017  20:35 Responder

      Olá Marcelo! Você pode usar as redes sociais e blogs de música para isso. Use os Eventos do Facebook, encontre comunidades locais de música, e coisas afins. Confira mais dicas em alguns artigos que publicamos sobre o assunto:

      http://somosmusica.com.br/para-bem-ou-para-o-mal-coloque-o-facebook-para-trabalhar-marketing-dos-seus-eventos/
      http://somosmusica.com.br/sua-banda-nas-midias-sociais-o-minimo-que-voce-tem-que-fazer/
      http://somosmusica.com.br/como-usar-radios-e-blogs-de-musica-para-divulgar-sua-turne/
      http://somosmusica.com.br/fazendo-turnes-internacionais-dicas-para-musicos-independentes-para-marcar-e-promover-shows-na-gringa-dar-conta-da-papelada-e-vender-mercadoria-alem-de-como-viajar-estrangeiro/
      http://somosmusica.com.br/se-voce-nao-fizer-panfletos-para-seus-shows-voce-nao-merece-estar-palco/
      http://somosmusica.com.br/como-estabelecer-sua-banda-localmente-e-partir-dai-para-shows-maiores/
      http://somosmusica.com.br/10-coisas-que-bandas-podem-fazer-para-marcar-mais-shows-ao-vivo/
      http://somosmusica.com.br/6-etapas-para-musicos-fazerem-uma-boa-residencia-de-shows/

      Abs

Comente

Seus email não será publicado.