Thom York não quer saber de streaming

Thom York decidiu, juntamente com o seu produtor, Nigel Godrich, retirar suas músicas dos serviços de música online, como Spotify, Rdio e Pandora. De acordo com o vocalista do Radiohead, os serviços pagam muito pouco.

O mercado mudou, mas talvez alguns artistas ainda não tenham percebido isso. Através do CD Baby, por exemplo, eles promovem seus nomes e ainda recebem pela execução de suas músicas em streaming.

Só no ano passado, o CD Baby entregou 50 milhões de dólares para artistas que utilizam nossos serviços. Há alguns anos, até poderia ser que esta verba fosse destinada apenas a artistas consagrados, mas não é o que acontece hoje, pois o streaming democratizou a música. Além disso, há um grande número de usuários aderindo a estes serviços para descobrir novas bandas.

Segundo o Spotify, seu objetivo é fazer crescer um serviço que as pessoas adoram e que, finalmente, irá fornecer o apoio financeiro necessário para o crescimento da indústria da música e o investimento em novos talentos. “Queremos ajudar os artistas a se conectar com seus fãs, encontrar novos públicos, crescer sua base de fãs e ganhar a vida com a música que todos nós amamos”, diz o Spotify.

São estes tipos de ferramentas que estão mudando o mercado atual da música e sendo tão importantes para artistas independentes, tirando o monopólio das grandes gravadoras.

Qual a sua opinião a respeito disso? Conte para nós através dos comentários.

Ganhe Dinheiro Guide

3 Comentários

  1. amado.alves@gmail.com'
    by Mário on agosto 6, 2014  09:44 Responder

    Até há pouco tempo, um criador ainda conseguia viver de vendas de CDs e downloads. Não mais. O streaming é a machadada final nisso. Temos de dar aulas, espetáculos, etc. Não conseguimos viver das gravações.

    Colocar nossas gravações em streaming? Dilema horrível. Situação "lose-lose." Se não colocar, perde um canal de divulgação muito importante. Se colocar, ganha pouco ou nenhum dinheiro, e incentiva esse método.

    Minha esperança é que o streaming não sobreviva. O streaming não é rentável para ninguém, exceto para especuladores bolsistas. Esperemos a bolha rebentar, e o consequente ajuste: fecho dos serviços, ou aumento das rendas. Infelizmente receio que mesmo que isso aconteça as rendas vão aumentar mas não para os artistas, o serviço ficará com a maior parte: tornar-se-ão os novos tubarões da indústria musical. E o criador continuará na penúria.

  2. vini_mathias3@hotmail.com'
    by Lorenz on abril 14, 2015  23:50 Responder

    Hoje a unica forma de ganhar dinheiro com a musica é fazendo shows.

    • by Marcos Chomen on abril 15, 2015  19:54 Responder

      Lorenz, não é bem assim. Thom York estava acostumado a receber adiantamentos milionários da gravadora que investia muito na venda de álbuns. A indústria mudou e sim, existe forma de ganhar dinheiro com streaming e venda digital. Veja o novo serviço Tidal qe foi lançado por Jay-z, Madona entre outros. A questão é que o streaming ainda tem muito poucos assinantes, mas isso vai mudar. E quanto mais assinantes mais os artistas recebem! Alias, voce assinar algum serviço de streaming para ouvir música? Obrigado!

Comente

Seus email não será publicado.