Seis dicas de como criar um vídeo sem orçamento

O orçamento do seu filme é de R$… zero reais. E ainda assim vai rolar e ficar bom, sabe como? De seis jeitos que a gente te conta aqui

Um guia para iniciantes na arte de produzir um vídeo bom, barato e rápido

Se você foi como a maioria dos músicos independentes, provavelmente não deve ter dinheiro sobrando na conta corrente da sua banda, depois que vocês pagaram por gravação, mixagem, masterização, duplicação, registro dos seus direitos autorais e distribuição. Mas você tem de divulgar seu álbum novo, não?

Hoje em dia, um videoclipe é praticamente uma necessidade na hora de divulgar um álbum. E por mais que, sim, você possa gastar dezenas de milhares de dólares num videoclipe, por que você faria isso? Ainda mais se você está num momento da carreira em que cada centavo importa.

O canal da KCRW (onde passa o maravilhoso programa de rádio Morning Becomes Eclectic) fez a estreia do meu videoclipe da música “Anonymous.” Foi um vídeo em que gastei zero dólares e dois dias.

Não chega a ser nenhum “November Rain” ou “Thriller,” mas para um vídeo com zero efeitos especiais, uma equipe de uma pessoa, zero de orçamento  e só algumas horas de filmagem, eu fiquei feliz com o resultado. Independente de o que você pense do vídeo, eu acho que posso compartilhar algumas dicas que aprendi fazendo ele, para que você use na hora do brainstorm para o seu próximo vídeo de baixo orçamento.

[PS: se você está trabalhando com outras pessoas no seu videoclipe, acho que todas as dicas serão úteis. Se você está trabalhando sozinho no seu videoclipe, você pode demorar o quanto tempo for necessário para completá-lo e pode elaborar o quanto quiser sua produção. Eu estou pensando, por exemplo NESTE VÍDEO dos meus amigos Rob e Naomi, que consumiu centenas de horas, entre concepção e filmagem.]

1. Faça com que seus amigos se envolvam

Meu amigo Craig é cineasta, então ele foi a escolha óbvia na hora de pedir ajuda. Ele acabou dirigindo, filmando e editando o vídeo. Mas, mesmo que você não tenha um amigo com o equipamento ou com a formação, você provavelmente tem um smartphone, certo? E talvez você consiga uns amigos que tragam seus smartphones também (o que vai te permitir ter ângulos múltiplos de câmera para variar na sua edição).

Se você também precisar de atores ou de figurantes que trabalhem de graça, ligue para seus amigos. Dois dos meus amigos (Doug e Anna, da equipe de design gráfico da Chicken 3000) apareceram no fim das filmagens para desempenharem o papel de dois “observadores” misteriosos

Se você precisar de uma multidão, isso também é factível. Se eu me lembro bem, o compositor de folk Putnam Smith usou as redes sociais para recrutar pessoas que tinham panelas de ferro fundido para aparecer na última cena do seu videoclipe.

Ou você pode até fazer algum tipo de concurso para os seus fãs que quiserem aparecer no clipe.

2. Planeje-se para trabalhar rápido

Eis a questão em se depender de ajuda barata/de graça: você quer respeitar MUITO o tempo das outras pessoas.

Um amigo pode adorar passar algumas horas num sábado à tarde com você, beber uma cerveja e filmar uma dúzia de cenas, mas se a filmagem demorar demais ou se você tiver que chamar todo mundo para voltar um outro dia, pode parecer que você está abusando do tempo deles. Então não faça isso.

Não importa qual seja o conceito que você criou para o seu vídeo, certifique-se que ele possa ser filmado rapidamente, de preferência entre 4 e 6 horas de um único dia (inclusive montagem e desmontagem).

3. Filme em uma locação, e faça valer

Eu sei que você tem uma dúzia de sets em mente, além de uma cena de conclusão filmada por um helicóptero, com você na torre Eiffel. Mas isso não vai rolar

Você já tem muito com o que se preocupar, ainda mais se você for ser o ator principal ou o câmera. Simplifique a produção o máximo o possível, para você e para as pessoas preocupadas com o foco da imagem, da captação do som e com qualquer outra pessoa que vá trabalhar com você.

Locação, locação, locação! Ache um lugar interessante (e não ignore locações regionais perto da sua casa que tenham muitas características próprias), junte toda a galera e foque sua energia para que a coisa role — em vez de gastá-la dirigindo por aí, coordenado os horários de chegada etc.

No meu caso, a gente apareceu YWCA no começo da tarde. Depois de uma hora de montagem, nos restava meia hora ainda de luz do sol. Então isso serviu para o primeiro terço do filme. Depois, para a segunda parte do clipe se passa no por do sol, então poderíamos gravar depois. Para a última parte do vídeo, era preciso que estivesse escuro, o que deu um novo clima ao clipe. Então preste atenção à iluminação.

E também não tenha medo de pedir para ter acesso a locações que podem parecer fora do seu alcance:  um monumento, um museu etc. Você pode se surpreender com o que um zelador ou um diretor de programação vai dizer para um artista que quer gravar lá.

4. Crie um elemento visual interessante que costure o vídeo todo

Eu sabia que não tinha tempo para adaptar o ambiente ao redor, montar um cenário louco ou ter efeitos especiais.então isso significava que eu precisava ter uma assinatura visual que acompanhasse o vídeo todo.

Então do começo ao fim do vídeo, eu desafio a gravidade, surgindo de dentro da piscina várias vezes enquanto eu faço a dublagem da minha música. Para fazer isso, eu precisei memorizar minha música de trás para frente e filmar tudo ao contrário (mais sobre esse processo no vídeo abaixo).

Talvez o mote visual para você seja fazer uma dança, pintar seu rosto ou usar uma fantasia ridícula. A ideia é achar algo que funcione e centrar o vídeo nesse conceito. Sem esse tipo de costura temática, você pode acabar pastando no dia da filmagem.

5. Guarde a pressão para si mesmo

As partes frustrantes e maravilhosas de fazer as coisas por si mesmo é ter de seguir adiante não importa o que aconteça, porque tudo depende DE VOCÊ. Os voluntários podem te decepcionar, ou podem arrasar, mas essa é uma aposta alta, e você só tem umas horas para fazer isso virar.

No meu caso, alguém precisava cantar a música de trás para frente, enquanto caia na piscina. Mas essa não é uma coisa que eu poderia delegar para um voluntário, então puxei a responsabilidade para mim. Assim, pelo menos, se o vídeo fosse uma bucha, a culpa seria só minha.

Eu acho que, a não ser que você tenha certeza de que as outras pessoas envolvidas no projeto estão 100% dedicadas e podem gastar dezenas de horas com você, provavelmente é melhor que você segure a marimba, carregue as coisas pesadas, atue, faça o papel de dublê e tudo o resto que precisar de talento e garra. O que nos leva a…

6. Prepare-se

Se os integrantes da sua banda vão fazer uma dança sobre esteiras para o seu vídeo, bom, é melhor que eles treinem. Treinem. E treinem. Precisa de dez gatos empalhados pro seu set? Vá catar bolas de pêlo. A filmagem será mais fácil se o conceito já estiver executado antes.

Para mim, isso significou colocar o áudio da minha música, dissecar as sílabas fonéticas das letras, descobrir como reproduzir esses sons de uma maneira que fosse convincente e depois memorizar tudo. Foi tedioso, mas uma hora eu apareci lá pronto. Quando todos estão preparados, você pode focar sua energia em fazer o clipe ser o que tem de ser, ótimo

Dicas Bônus

* Esteja pronto para editar o vídeo você mesmo

Eu tive sorte que o Craig tinha tempo e vontade de editar minhas imagens brutas, mas naquela época ele também andava muito ocupado, então eu estava pronto para pegar os arquivos e editar eu mesmo se ele fosse soterrado por sua agenda. É claro que isso significa que você vai precisar ter iMovie, FCPX ou algum outro programa de edição. Mas, de qualquer jeito, é bom que você tenha alguma familiaridade com programas de edição.

* Discuta o envolvimento de todo mundo com antecedência.

É claro que as coisas podem mudar no meio do caminho, mas é bom deixar as tarefas de todos bem claras com antecedência: quem vai editar, quem vai levar um lanchinho, quem é o responsável pelo guarda-roupa etc

Divulgue o seu vídeo!

Tire fotos em still durante a filmagem, para depois usar em redes sociais. Filme cenas extras para um vídeo de bastidores. E quando o vídeo estiver pronto, faça as coisas como de costume: mande e-mail para os seus fãs, use o Instagram para deixar as pessoas instigadas e fale sobre eles no show. Para ganhar pontos a mais, faça uma pré-estreia num blog ou agite um evento para a premiere.

Bom, essa é minha perspectiva sobre como fazer um vídeo bom, barato e rápido.

Tem dicas de produção de vídeo para compartilhar?

Você já fez um vídeo de baixo orçamento do qual se orgulha? Eu adoraria ver

Deixe o link na seção de comentários, aqui embaixo

Para dicas de como filmar um vídeo barato, confira Eis a prova de que você não precisa de grana para fazer um videoclipe interessante.

Photo by Jean Gerber on Unsplash


YouTube Guide

1 Comentário

  1. gmail@rodrigoserrao.com'
    by Rodrigo Serrão on novembro 25, 2017  10:12 Responder

    Oi. Todos esses vídeos foram feitos sozinho, usando 3 ou 4 câmaras em simultâneo, desde SLR até iPhone.
    Extras: fundo verde para chroma key e drone a seguir iPhone escondido no bolso para o mais recente.
    Exemplo:
    https://youtu.be/dzuYqyTgiNM
    Canal YouTube:
    https://www.youtube.com/channel/UCElZ4S_ViQ8hd79dsqijgWQ?sub_confirmation=1

Comente

Seus email não será publicado.