Entrevista Bruno Sutter (Detonator)

DMM_maior_00_atualizado

 

1. Você trabalhou na MTV e fez parte do Massacration que tinha uma gravadora. Com todo esse background e contatos o que fez você lançar o álbum do Detonator como independente?

A realidade hoje em dia é outra.
Naquela época era interessante para uma gravadora ter o Massacration porque tínhamos um programa na televisão. Isso facilitaria o trabalho de divulgação do disco.

Quando o metal folclore ficou pronto a MTV Brasil  acabou, e as gravadoras desacreditaram do projeto achando que o único fôlego que eu teria seria por causa da TV.

2. A Música Metaleiro ficou 2 semanas na lista Viral 50 do Spotify Brasil (músicas mais compartilhadas pelo usuário). Qual foi sua reação sendo que você lançou um álbum independente sem ajuda de gravadora ou produtora?

Minha sensação foi de extrema felicidade e gratidão! Pois essa parada o Spotify é a mais pro ativa de todas. Ela é impulsionada pelos próprios ouvintes do aplicativo!
Isso mostra que ser independente hoje em dia pega muito bem!

3. Como você vê a nova forma de consumir música digital? Você acha que o Brasileiro vai pagar para baixar música, ouvir em streaming ou vai continuar “baixando” pirata? Você acha que “dar”  sua música de “graça” é um bom caminho para o artista?

Acho que sim.
Quando eu lancei o álbum, eu mesmo subi as músicas no youtube antes de todo mundo pensando justamente que as pessoas iam baixar pirata.
Minha surpresa foi ter lido em grande parte dos comentários para que eu lançasse no Spotify e no iTunes.
As pessoas estão se mobilizando mais em consumir música de qualidade pelos métodos oficiais.

4. Muito dizem que o Rock Nacional morreu (alguns dizem que o Rock morreu no mundo alias). Por outro lado vemos muitas bandas com qualidade fazendo tours pelo pais e sucesso com seu público. O que falta no mercado Brasil para ajudar estas novas bandas de Rock aparecem para o grande público? Será que elas devem mesmo aparecer para o grande público ou isso faz parte do passado?

A Internet é incrivelmente democrática.  Se vc fizer um trabalho criativo e usar essa criatividade no marketing da coisa vc vai ter mercado. Mesmo que seja pequeno ou nichado. Depende unicamente de você.  Isso hoje em dia é sensacional!

E quem diz que o rock morreu está falando besteira! Olha o detonator na frente do funk ostentação no Spotify!

5. Não existe uma fórmula para uma banda “virar”, mas pela sua experiência quais os pontos fundamentais que as novas bandas tem que seguir (e quais não devem se preocupar) para chegar lá?

A criatividade é a chave.  Não se pode pensar em fazer um trabalho musical totalmente baseado em uma coisa que já existe. Senão vc vai ser apenas mais um no meio do bolo.

Procure a sua cara e o seu jeito de fazer música.  Você é único.  Ninguém é igual a vc. Faça isso também com a sua arte. A chance de acontecer algo vai ser muito maior se vc pensar dessa forma!

1 Comentário

  1. bonu79@gmail.com'
    by Ricardo on outubro 30, 2014  20:53 Responder

    O Detonator esteve tocando recentemente em Itatiba-SP e o cara é super humilde e gente boa, mesmo não estando lotado ele fez um show como se estivesse tocando para uma platéia de rock in rio, não tem como um cara com essa linha de trabalho não dar certo. Todo sucesso do mundo a você Bruno Sutter e ao Detonator e a musas do metal.

Comente

Seus email não será publicado.