Como um músico está vivendo do YouTube: uma entrevista com o TryHardNinja

Se você é fã de games, já conhece o TryHardNinja, que faz músicas inspiradas nos jogos. Se é fã de música, precisa conhecer a história desse artista que se fez no YouTube e hoje vive (bem) só do seu ofício

Screen Shot 2017-05-19 at 2.18.16 PM

Com milhões de views e mais de 500 mil assinantes, TryHardNinja (cujo nome de batismo é Igor) não está só usando o YouTube para se conectar com os fãs. A plataforma musical é o centro da sua carreira.

“Eu existo por causa do YouTube”, diz o Igor. “É a minha primeira forma de divulgação, e cerca de 40% da minha renda com música vem do YouTube.”

E isso é só o dinheiro que ele está ganhando com anúncios nos seus vídeos. Já que o YouTube é uma ferramenta de divulgação que ele escolhe, muito do dinheiro que o TryHardNinja ganha com download e streaming também se deve a seu canal de YouTube, indiretamente.

O Igor é um dos expoentes da Gaming Music, um gênero de música relativamente recente que combina elementos de pop, rock, dance music e hip-hop, com letras inspirada em videogames. Esse tipo de música com fan fiction pode parecer uma coisa de nicho, mas há sempre mais games surgindo (fantasia, esportes, ação etc.) no passar das quatro últimas décadas (de Ms Pac-Man a Call of Duty). E, fazendo de paródias a homenagens, a Gaming Music oferece algo para todo mundo.

O TryHardNinja não está só pegando ouvintes casuais com umas músicas engraçadas: ele conseguiu se estabelecer num mundo de jogadores dedicados de videogame, que estão ávidos por vídeos e músicas que falem sobre seu universo. É o tipo de conexão que todo artista, do cantor de rock ao humorista de YouTube, sonha em ter

“O YouTube te proporciona uma conexão direta com o público”, diz o Igor. “É o melhor jeito de construir uma relação, cara a cara”

O Igor usou essa conexão — junto com alguns vídeos novos por mês e o programa de monetização de vídeos de YouTube CD Baby’s YouTube Monetization Program — para dar um gás na sua carreira.

“A CD Baby me ajudou a distribuir minha música para o mundo todo, para as melhores lojas virtuais e plataformas de streaming, e eles me ajudaram também a recolher a renda gerada pelos meus vídeos que as pessoas compartilharem no YouTube,” diz Igor.

Com a CD Baby, você também poderia estar ganhando dinheiro no YouTube — e não SÓ pelos vídeos que você sobe no seu próprio canal. QUALQUER vídeo no YouTube que use sua música. Este serviço está incluso em qualquer distribuição nos planos CD Baby Standard e Pro, então inscreva-se agora e comece a ganhar dinheiro com sua música na maior plataforma de vídieos do mundo!

Como um músico está vivendo do YouTube:  uma entrevista com o TryHardNinja

Ter sucesso no  YouTube não é algo que acontece do dia para a noite, é claro. É necessário ter planejamento, criatividade e dar duro. Então eu pensei em fazer umas perguntas pro TryHardNinja sobre a sua carreira, seus vídeos e como ganhar seguidores no YouTube.

Não importa qual seja seu estilo musicla, essa conversa aqui embaixo deve te interessar.

Uma entrevista com TryHardNinja sobre como ganhar dinheiro com sua música no YouTube

Primeiro, quem ou o que é o TryHardNinja, e que tipo de música você cria?

Meu nome de verdade é Igor, mas eu uso o nome TryHardNinja para fazer música de videogame. Eu gosto de criar músicas diferentes, inclusive hip hop, rock, electrônico e pop. Independente do gênereo, todas as minhas músicas são inspiradas por videogame

Como você começou a fazer música, e o que te levou a criar o TryHardNinja?

Eu comecei com um canal em que jogava videogame e comentava. A música sempre fez parte da minha vida, desde que tenho 16 anos. Eu cantava no coro quando estava no ensino médio, atuava em musicais da escola e também tive uma banda de heavymetal. Eu participei de um concurso no YouTube para ver quem fazia a melhor música de videogame. Eu ganhei e depois a música ficou tão popular que percebi que havia um público para esse estilo, e não parei mais.

Você já enfrentou problemas de direito autoral, já que muito do seu som e dos seus vídeos é baseado em obras que existem?

Eu nunca tive problemas com direitos autorais. Nunca. As empresas na verdade me incentivam, e eu trabalho com vários departamrntos de relações públicas das empresas, que fornecem os materiais de que eu preciso para fazer música.

O que você responderia a um artista que diz que não dá para ganhar dinheiro no YouTube?

Eu diria que ele está louco. A minha experiência com o YouTube é a de que ele te permite ter uma conexão direta com o público, do melhor jeito possível: cara a cara, para desenvolver um relacionamento a longo prazo e estabelecer uma relação duradoura. O YouTube é uma rede social. Se você acha que faz sentido usar o Twitter ou o Facebook para promover seu conteúdo, não deveria negligenciar o YouTube. Cada vez mais pessoas esperam conteúdo visual para acompanhar suas músicas, e o YouTube é a plataforma número 1 de consumo de música no mundo.

Se você tem uma estratégia de YouTube, como a resumiria?

Como eu sou um músico com a carreira baseada no YouTube, eu tento dar aos assinantes não só as melhores músicas que eu consigo fazer, mas também os melhores vídeos. Minha tática é conquistar assinantes com conteúdo de qualidade e fresco.

Você cria a maior parte dos seus vídeos, ou contrata ilustradorres, editores, diretores etc?

Alguns vídeos são criados por mim e outros são colaborações com vários animadores gráficos e artistas.

Qual é o seu orçamento por vídeo?

O orçamento varia. Às vezes conseguimos produzir de graça e às vezes fazemos parcerias. Em outros casos a gente combina uma divisão do lucro. E há vezes em que cobramos até US$ 13.000 para a produção de um vídeo de música.

Existe um equilíbrio entre os tipos de vídeo, que você goste de manter (videoclipes com muita promoção, vídeos que só usam a arte do álbum, prévias etc.)?

Eu postei vídeos só com audio de todas as faixas do meu último álbum. Estou começando a soltar os vídeos com letras agora. Os videoclipes virão em seguida.

Com que frequência você posta seus vídeos?

Eu tento postar pelo menos 2 ou 3 por mês.

É importante manter um cronograma para postar vídeos?

É extremamente importante postar com frequência. Mas eu também não posto demais, para não congestionar as caixas de entrada das pessoas

Como você faz para compartilhar vídeos (tanto no YouTube quanto fora)?

Twitter, Facebook, Instagram, YouTube mandam notificações automáticas para todos os meus assinantes. Às vezes eu faço um live no Twitch também.

E, depois que as pessoas viram o vídeo, como você faz para convencê-las a assinar, comentar, compartilhar?

Eu geralmente coloco uma vinheta após o vídeo, agradecendo pelo view e avisando que a música pode ser curtida e compartilhada.

Alguma dica para artistas que estão lutando para manter o conteúdo dos seus canais consistente?

Quando tudo der errado, faça um vlog discutindo suas ideias. Ou tente um cover de outra música.

Você faz parcerias com outros YouTubers? Se faz, que efeito essas colaborações tiveram?

Sim, eu fiz parcerias em músicas com BrySi e Miracle of Sound, no meu primeiro álbum. No meu novo álbum eu tenho uma canção chamada “With You”, com Lindee Link. O vídeo de letras de “With You” foi lançado um fim de semana depois. E o vídeo com animação, na semana seguinte. Eu diria que, entre todas as minhas colaborações, as que ficaram mais populares foram com o Captain Sparklez. Quando eu fiz uma parceria com ele, minha música “Take Back the Night” entrou na parada da Billboard duas vezes. Ela estreou no segundo lugar da parade de dance musica da Billboard e ficou lá por semanas. “Take Back the Night” também entrou para o top 50, no número 45, da parada de 2014 da Billboard, Hot Dance/Electronic songs.

Você está incentivando outros usuários a criarem vídeos no YouTube usando sua música? Como? Ou está acontecendo organicamente?

Está acontecendo organicamente, mas eu lanço versões instrumentais e à capela, para as pessoas poderem fazer covers e remixes.

Como você acha que  YouTube vai moldar o mercado fonográfico nos próximos 5 anos?

O YouTube já é o maior site de streaming de música do mundo, e acho que isso vai seguir crescendo. O YouTube lançou há algum tempo seu YouTube Music Key, um serviço para competir com Pandora e Spotify, então com certeza vai ser interessante ver como isso vai caminhar. Eu acho que streaming será a maneira número um de se ouvir música dentro dos próximos três anos e, por isso, o YouTUbe vai ter um grande papel nesse mercado.

O que a renda do YouTube representa no todo da sua arrecadação?

Cerca de 40% da renda que tenho com música vem do YouTube.

Você foca PRIMARIAMENTE no YouTube? Ou o YouTube é só outro meio de encontrar a demanda por sua música?

Eu existo por causa do YouTube,  então eu diria que essa é minha forma primária de divulgação. Entretanto, minhas músicas estão disponíveis em iTunes, Google Play e Amazon também.

Como você usa as playlists do YouTube?

Elas são organizadas por álbum, e tem outra só com músicas de Mine Craft, porque esse jogo é bem popular.

Você tem uma ideia de quanto seus acessos no YouTube são responsáveis pelas vendas em iTunes, Amazon e CD Baby?

Sim, toda vez que eu posto uma música no YouTube há um pico de vendas que dura dois ou três meses.

Parece que muitos músicos que encontraram sucesso no YouTube dão o mesmo conselho: “você só tem que começar.” Qual seria o seu conselho para um músico que nunca colocou muita energia no YouTube? Como começar? Que expectativas eles devem ter? Que metas devem traçar para si mesmos?

Você começa fazendo, sem expectativas ou regras, e essa é a beleza do YouTube. Você pode fazer o que quiser. A coisa mais importante é se expor, para as pessoas saberem que vocẽ está lá. É bom traçar metas, mas elas devem ser realistas. Acho que os melhores conteúdos para postar são coisas que você estaria fazendo, estivesse no YouTube ou não. Se você pegar o violão e começar a dedilhar num domingo à tarde, isso poderia ser um vídeo para divulgar o seu talento. Eu também recomendo às pessoas estabelecer um cronograma. O meu é de postar um vídeo a cada duas semanas..

O que você diria para as pessoas que têm medo de ter sua música pirateada no YouTube?

Se as pessoas estão pirateando a sua música, significa que você está no caminho do sucesso. E, se você está a caminho de ser um músico de sucesso, elas vão piratear sua música, independente de ela estar no YouTube ou não. Se você não colocar no YouTube, alguém vai. Se você puser, pelo menos vai poder lucrar com a monetarização do seu som.

[Nota do editor: com o programa de monetarização de YouTube da CD Baby, YouTube Monetization Program, você vai receber um pagamento por publicidade em QUALQUER vídeo do  YouTube  que usar sua música, não só os vídeos que você publicou no seu próprio canal]

O que a CD Baby permitiu que você fizesse por sua carreira?

Ela me ajudou a distribuir minha música para o mundo todo, para as lojas digitais top e os melhores serviços de streaming. A CD Baby também me ajudou a coletar a grana gerada com as repostagens dos meus vídeos no YouTube.

Algo mais que a gente precise saber? O Estado em que você nasceu? Seu tipo de mostarda predileto? Novos projetos?

Eu acabo de lançar um novo álbum, chamado “Pick A Universe.” Está disponível no iTunes, Google Play, e Amazon. Este ano vou focar em lançar muito conteúdo no meu canal. Vou lançar todos os vídeos de letras e clipes das músicas no YouTube, então fiquem de olho!

—-

Para ouvir mais músicas do TryHardNinja , visite sua página na CD Baby ou seu canal no YouTube.

Desenho do TryHardNinja feito por iggyt14, e originalmente postado no site Deviant Art.

Ganhe Dinheiro Guide

 

 

Comente

Seus email não será publicado.