Os 6 tipos básicos de playlists do Spotify em que você pode incluir suas músicas

A música em “streaming” já é o ganha pão de muito artista. E pode ser o seu, se você conseguir entrar numa playlist bombada do Spotify. Ainda não conhece? A gente explica aqui o que é

Os 6 tipos básicos de playlists do Spotify em que você pode incluir suas músicas O maior sinal de sucesso no Spotify é o número de vezes que sua música foi adicionada a playlists.

No mês passado a gente falou sobre como ter uma conta de artista verificado no Spotify.

Você não PRECISA ser um artista verificado para conseguir que suas músicas sejam usadas em playlists do Spotify, é claro, mas isso com certeza ajuda a demonstrar aos curadores dessas playlists que você é um artista sério.

Se você ainda não é um artista verificado, vá AQUI para começar com o processo.

Depois de você tiver sua página de artista verificada, é hora de começar a perseguir oportunidades de playlists.

[Para conhecer estratégias testadas e aprovadas para conseguir colocar seu som em playlists do Spotify, faça download do nosso guia GRÁTIS, “Como colocar suas músicas em playlists do Spotify”

Ele vai te mostrar o passo a passo de como conseguir entrar nas melhores playlists.]

Eis os principais tipos de playlist do Spotify 

Playlists com curadoria

Essas playlists — como Your Favorite Coffeehouse (com mais de 2 milhões de seguidores)— em que as músicas são selecionadas pela equipe editorial do Spotify.

Por serem a ferramenta editorial mais forte do Spotify, essas playlists são divulgadas insanamente na plataforma. O que não é uma surpresa: todo artista do universo sonha com entrar numa dessas.

Então como você pode conseguir a atenção da equipe editorial do Spotify? Bom, o velho método do “quem-indica” ainda vale: relações públicas bem relacionados, empresários, gravadoras, distribuidoras, especialistas em distribuição online etc. — pessoas do mercado que conseguem trocar ideia com um curador ou dois do Spotify.

Mas há outra maneira, uma que não exige que você tenha contatos ou um orçamento de divulgação: comece fazendo as coisas você mesmo, entre em playlists menores e comece a mostrar para o algoritmo do Spotify que você merece a atenção deles.

Quanto mais ativas forem suas músicas e, mais importante, quanto mais elas foram adicionadas a playlists, maiores as chances da equipe editorial do Spotify prestar atenção em você.

Essa atividade em playlists também aumenta suas chances de ser adicionado aos…

Discover Weekly (descobertas da semana) e Release Radar (radar de lançamentos)

O Spotify gera automaticamente duas playlists para seus usuários: Discover Weekly e Release Radar. Quanto mais sua música for ativa em playlists, mais chances de ser adicionado nelas você terá.

  • Release Radar é atualizada toda sexta-feira com até duas horas de músicas relevantes de artistas por quem você se interessa.
  • Discover Weekly é atualizada toda segunda-feira, com músicas de artistas que você já ouve, e também de outros artistas ouvidos por pessoas com gosto semelhante ao seu.

Este é outro motivo para você fazer seus fãs te seguirem no Spotify, porque assim seus lançamentos podem ser adicionados automaticamente às listas Discover Weekly e Release Radar deles. Quanto mais seguidores tiver, mais gente vai ouvir sua música desse jeito.

Playlists de outras empresas

Essas playlists do Spotify são gerenciadas por empresas, como Pitchfork, ou são playlists de grandes gravadoras, como a Topsify.

A maior parte das playlists de empresas procura um equilíbrio entre artistas famosos e outros que estão em ascensão, para ganhar um status de curadores — então não se considere fora da competição para uma playlist corporativa, mesmo que você não seja da gravadora ou não tenha contato direto com a entidade que criou a playlist.

Suas próprias playlists

É exatamente o que parece: você cria elas, dilvulga e (presumindo que seja um artista verificado) coloca elas na sua página de artista!

Você terá muitas oportunidades para criar playlists usando suas próprias músicas (Maiores Hits, set lists, etc.). Mas é bom escolher músicas de outros artistas e enfiar uma sua no meio. Assim, sua playlist vai ter um apelo maior para o público que já te conhece, e você ainda vai ter a oportunidade de conquistar uns novos fãs.

Por exemplo, aqui vai uma das minhas playlists, “Lyrics in the Limelight”:

O público para as suas playlists depende de quantas pessoas sua divulgação alcança, o tamanho das suas redes sociais e do seu mailing, como você usa palavras-chave na descrição do seu som (para ser encontrado em ferramentas de busca), e  em escolher boas hashtags quando você compartilhar sua playlist no Instagram e no Twitter.

Fazer a curadoria da sua própria playlist pode ser ótimo não só para se conectar com seus fãs, mas também para aprofundar sua relação com as pessoas do mercado da música e com artistas, porque você pode fazer um ouço de volta das playlists; “Eu coloquei sua música na na minha playlist — agora você coloca a minha na sua.”

O que nos leva a…

Playlists das outras pessoas

Qualquer outra playlist administrada pelos milhões de usuários do Spotify, inclusive artistas, blogueiros etc.

Dê um Google em “Spotify playlist” com seu estilo de música e você vai encontrar dezenas, se não centenas, de playlists das mais finas, que são editadas por entusiastas da música que adorariam incluir artistas menos conhecidos no seu mix.

Como sempre, seja educado, comece a seguir a playlist deles, curta o perfil deles em mídias sociais, primeiro crie um envolvimento e DEPOIS ofereça seu som. Se eles incluírem você na playlist, agradeça e compartilhe que nem um louco. Isso vai aumentar as chances de eles pensarem de novo em você no futuro, na hora de fazer outra playlist.

  1. Playlists Colaborativas

Qualquer pessoa no Spotify pode escolher criar uma playlist “colaborativa”, o que significa que qualquer seguidor pode adicionar uma música, tirar outra, mexer na ordem das faixas etc.

Você pode adicionar sua música nesse tipo de playlist agora mesmo.

Por favor seja bacana: siga a playlist primeiro, e só adicione uma faixa!

Nas próximas semanas eu vou postar outros artigos sobre como aproveitar sua música ao máximo no Spotify, especialmente com playlists. Mas, se você quiser se aprofundar no tema agora, faça download do guia GRÁTIS, em inglês: “Getting Your Songs on Spotify Playlists.” (como colocar suas músicas em playlists do Spotify)

Tem alguma dica do Spotify para compartilhar? O que funcionou para você nessa plataforma? Conta para a gente na seção de comentários, aqui embaixo!

Comente

Seus email não será publicado.