Não obrigue as pessoas a roubarem sua música

Esses são tempos corridos, cara. Quem disse essa frase foi um cliente que queria comprar uma faixa que não estava disponível na internet. E quer saber o que ele fez? Vem pro blog SomosMúsica saber

9cpLaxzcERich Juzwiak quer comprar uma música da Elle Varner — mas não pode.

O single só está disponível no SoundCloud até alguma data futura em que, provavelmente, o disco inteiro vai estar à venda no iTunes, Amazon etc.

O Rich está bravo. Ele pensa que a Elle está agindo de acordo com um antiquado “modelo de negócio de antecipação.” Ele acha…

Na verdade, o Rich fala melhor do que nós:

Essa nova música só está no Soundcloud. Não está disponível no iTunes. Por quê? Por que eu não posso ter essa música agora? Eu quero ela agora. Eu gostaria de comprar agora. Quando ela estiver oficialmente disponível,  é capaz que eu já vá ter baixado ela ilegalmente ou esquecido que ela existe. O que é esse modelo de negócio de antecipação que a indústria da música ainda está tentando fazer rolar? Nós já não provamos que, se queremos alguma coisa, vamos pegar essa coisa, independente da ilegalidade? Não foi isso que fez o mercado entrar em colapso? Eles nunca vão aprender?

Uma outra pessoa perguntou, então, nos comentários, se Rich se importava tanto com a música, por que não esperava e se lembrava de comprá-la depois, quando estivesse disponível. Aqui vai a resposta dele:

Esses são tempos corridos, cara.

Sem dúvida nenhuma eu terei esse CD, de algum jeito, como eu tenho o primeiro da Elle Varner. Mas talvez eu morra antes de ele ser lançado e não tenha a oportunidade de comprá-lo. Talvez eu fique surdo. Talvez eu quebre meus dedos. Talvez meu cérebro pare de funcionar. Talvez a Elle Varner fale algo que me deixe puto. Entretanto, se o CD estivesse disponível agora, Elle Varner e sua gravadora poderiam ter meu dinheiro, independentemente de o que acontecer comigo daqui por diante.

É esse meu argumento: se estivesse disponível AGORA, o artista poderia ter o dinheiro AGORA.

Se você lançar uma música online sem distribuição completa <http://members.cdbaby.com/> por trás dela (o que significa que ela estará em iTunes, Amazon, Spotify, Google Play, etc.) há grandes chances de você estar perdendo dinheiro, de downloads e de streaming.

Singles são ótimos; eles criam SIM uma expectativa para o lançamento do CD completo — mas, se você for lançar um single, tenha certeza que ele está disponível online! De outra maneira, avisa o Rich, os cérebros dos seus fãs podem ter parado de funcionar até eles poderem comprar o CD.

O que você acha? Há um lado bom em atrasar as vendas? Conte para a gente na seção de comentários, aqui embaixo.

 

Ganhe Dinheiro Guide

3 Comentários

  1. alexedu20@yahoo.com.br'
    by Alex Eduardo on setembro 9, 2014  03:10 Responder

    Com certeza esta é uma verdade. Se a pessoa publica algo, então lança em tudo, não fique "miguelando" e postando em apenas 1 rede pra que a pessoa possa apenas ouvir a música. Aí toca só nas rádios? Pra que? Já coloca o single pra vender no iTunes e nas demais lojas.

  2. 1bigsinger@gmail.com'
    by vocal tips on setembro 12, 2014  04:39 Responder

    It makes me almost miss the old days, before digital downloads. Like when someone wanted to steal your music, they had to come to your house and physically take it!

Comente

Seus email não será publicado.