Músicos: 7 Práticas Para Hashtags do Instagram que Você Precisa Conhecer

Uma imagem vale mais que mil palavras. E às vezes que mil notas musicais. O SomosMúsica compilou 7 táticas para você conquistar o Instagram com hashtags. #tamojunto

Músicos: 7 Práticas Para Hashtags do Instagram que Você Precisa Conhecer[Este post foi publicado primeiro no Sonicbids Blog.]

As hashtags são muito mais relevantes no Instagram do que em outras mídias sociais como o Facebook, então, se você está usando o Instagram para se conectar ativamente com seus fãs, vale a pena entender como elas funcionam e bolar uma estratégia de hashtags.

Diferentemente da maioria das plataformas sociais, onde hashtags servem como um jeito de criar um tópico de conversa, os usuários do Instagram usam as hashtags com frequência para achar novas pessoas para seguir e imagens para curtir. A página Explore do Instagram também se baseia no desempenho das hashtags que você mais usa. Em suma, hashtags no Instagram significam descoberta.

Então, para ajudar você a ganhar poder de influência no Instagram, eu juntei algumas das melhores coisas a fazer com hashtags.

1. Use hashtags relevantes

Você pode usar até 30 hashtags por post (isso na soma de legenda e comentários), mas só porque você pode usar 30, não quer dizer que deve. Utiliza toda a sua cota de hashtags com algumas inúteis não vai te ajudar no longo prazo. Na verdade, pode até te prejudicar.

Por exemplo, usar a tag  #foofighters só porque você sabe que muita gente faz essa busca é uma má ideia.  Mesmo que as pessoas que estão buscando essa tag cheguem na sua conta, elas só vão ficar frustradas de descobrir que você não tem nada a ver com os Foo Fighters. Isso vai dar a impressão de que você está fazendo spam, e ferir a sua reputação. (Agora, se você está postando um videoclipe do seu cover dos Foo Fighters, essa hashtag seria perfeita. O que importa é ser relevante.)

Se você conseguir bolar 30 hashtags relevantes, vai nessa. Mas a maioria de nós, não será o caso. Em vez disso, pergunte-se, “O que meu fã ideal está buscando?” É claro que a tag #musica pode ser uma boa, mas também atrairá pessoas que curtem outros estilos de som.

2. Não ceda à tentação de hashtags para spam

Evite o diabinho que te manda usar hashtags para spam, tipo #SDV (sigo de volta) ou f4f (follow for follow). Você pode conseguir alguns likes com isso, mas estará atraindo o público errado.

Na maioria dos casos, pessoas que reagem a hashtags como essas só estão preocupadas em aumentar o  seu próprio número de likes e de seguidores; eles não se importam com você ou com sua música. E, no fim, se seus seguidores não estão engajados e interessados no que você faz, seus seguidores só são um número para alimentar a vaidade, e não vão te levar a lugar algum.

3. Coloque hashtags em comentários

Colocar algumas hashtags na legenda da sua foto pode parecer coisa de quem faz spam, e se você puser mais de 10, pode ficar um saco para os fãs. As pessoas estão aqui para interagir com o seu conteúdo, e essas hashtags podem dar um ar fake e profissional demais para a coisa toda.

Em vez disso, coloque suas hashtags num comentário abaixo do seu post, para que ele não tire o brilho da sua foto e da sua legenda. Elas vão funcionar exatamente como se fossem hashtags na legenda da sua foto, mas depois que algumas pessoas comentarem na foto, nem vão aparecer.

4. Use a página Explore

A página Explore do Instagram vai ser sua melhor amiga na hora de descobrir hashtags eficientes. O primeiro método é usar a barra de buscas para achar hashtags. Isso não só vai mostrar a popularidade de algumas hashtags, como também vai te sugerir outras parecidas.

Então, por exemplo, se você toca rock pesado, você pode começar procurando pela #rockpesado na barra de busca. Daí, aparecerão outras sugestões como #bandademetal e #metaleiro. Você também pode experimentar outras, como #batecabeca e #heavymetal. Conforme você for achando novas hashtags, veja em que tipo de posts elas são usadas. Se forem em posts parecidos com os seus, pode ser uma boa. Se os posts forem genéricos demais, talvez precisa achar outras mais específicas.

5. Aprenda com outros artistas

O próximo método é conferir as hashtags que outros artistas estão usando, para já começar a ter ideias. Selecione outras bandas e músicos que fazem um som parecido com o seu e passe vendo seus posts. Como nos outros casos, se você vir uma hashtag que funciona, clique nela e veja a que tipo de post ela está ligada.

Lembre-se de que não é uma boa ideia sair copiando as hashtagas de outros artistas. Pode ser que nem todas as hashtags deles se apliquem à sua música, ou pode ser que eles tenham criados tags próprias  – e parecer um copião não é bom para você. Aprenda com eles, não roube.

6. Use hashtags para se conectar

Na maioria dos casos, hashtags são usadas como um jeito de atrair seguidores de outras áreas, mas no Instagram, descobri que hashtags atraem outros músicos. Na real, esses companheiros músicos podem levar a sua conta a crescer mais do que qualquer outro público.

O aspecto do Instagram ser uma comunidade é muito forte, e muitos artistas se unem para apoiar um ao outro. Eu vi casos de artistas muito legais colaborando entre si, e as pessoas que comentam e curtem os seus posts vão provavelmente ser seus amigos músicos, pelo menos no começo da sua carreira na internet.

Então reserve um tempinho para explorar a página Explore e achar outros artistas no seu nível, e de um estilo musical similar. Comece a criar conexões. É só segui-los, curtir algumas fotos e fazer comentários atenciosos. Assim, você vai conhecer artistas incríveis e acabar criando oportunidades boas para ambos os lados.

7. Teste suas hashtags

Você não vai conseguir criar as melhores hashtags na primeira tentativa. Em vez disso, teste, experimente, use aplicativos que acompanham o fluxo de cliques para ver o que funciona melhor.

Diferentemente do Facebook e do Twitter, o Instagram não tem um sistema de “analytics” próprio, mas há alguns apps que te permitem ter acesso a esse tipo de informação. O Iconosquare oferece um período de teste grátis por sete dias, depois do qual você terá de pagar US$28,80 (cerca de R$ 100) para usar o plano básico. O Sprout Social tem um período de um mês grátis, depois do qual você terá de pagar US$ 59 por mês para ter acesso aos dados. O Simply Measured te mandará um relatório grátis se você tiver menos de 25.000 seguidores, e o Squarelovin é outra ferramenta grátis e boa.

Se você quer aprender sobre como ter uma conta de sucesso no Instagram, você pode se inscrever no curso de mídias sociais da Musician Power Tools, por US$ 97. A gente aborda neles todos os passos de como criar uma conta, conseguir mais seguidores e engajamento. Ou você pode fazer o download do meu ebook, Hack the Music Business, de graça, aqui.


Twitter Guide

Comente

Seus email não será publicado.