Introdução ao Marketing de Música: como criar e contar a “história” da sua banda

Você sabe que o Roberto Carlos perdeu uma perna, que a Elis Regina saiu do Sul ainda criança e que o Raul Seixas lançou o Paulo Coelho, não sabe? Pois está na hora do mundo saber da SUA história, e o Blog SomosMusica te ajuda a encontrar o que é interessante e único em você.

mic2Por Chris Robley

Num post anterior, falei sobre a importância de uma HISTÓRIA quando se faz marketing de música. “História” é uma palavra de conceito vago, eu sei. Mas o que eu quero dizer é: uma impressão extra-musical que se desenvolve na cabeça do seu fã em potencial, algo visual, biográfico ou temático que capture a imaginação deles e faça eles quererem escutar sua música agora!

Num mercado superlotado em que literalmente milhões de outras pessoas estão criando músicas, competindo por shows e pedindo pelo apoio dos fãs, uma boa história — e quão bem ela é contada — pode significar a diferença entre o anonimato e o estrelato. Uma boa história também é essencial para se aproximar da imprensa;  facilita que os jornalistas escrevam sobre você e sobre sua música. Se você apresentar algo que já se pareça com uma boa matéria, ou pelo menos tenha um bom gancho que vá chamar leitores, você praticamente fez o trabalho deles.

Mas qual É sua história?
Para comunicar sua história com eficiência, você primeiro precisa saber qual é sua história. É sua biografia? Seus méritos musicais? Suas batalhas e seus triunfos? Uma descrição do seu som e do seu estilo?

Pode ser todas essas coisas, e mais. Mas, o mais importante…

1. Sua história tem de ser focada

Sua história não revelará toda a beleza e complexidade que você tem como pessoa e como artista. Isso levaria tempo demais. Em vez disso, pense nas três coisas que você quer mais passar sobre sua vida e sua música. Talvez você já tenha os elementos para fazer uma boa matéria de banda só com esses itens.

2. Sua história tem de ser autêntica

Não finja ser algo que você não é, a não ser que esse personagem ou fraude seja essencial para sua música. Seu público (e a imprensa) vai ver além do disfarce.

3. Sua história tem de ser única

O que te diferencia de outras bandas? Que aspecto da sua vida fará os fãs se conectarem emocionalmente com você?  É ESTE detalhe que atraíra os fãs,  sobre o que os críticos de música vão escrever e o elemento em que deve se focar sua história.

Ainda está com problemas em encontrar sua história?
Pense nas seguintes coisas:

* suas inspirações musicais

* os pontos altos da sua carreira

* as origens de suas letras

* inovações técnicas do seu som

* revelações pessoais que façam sentido para sua música

* suas lutas pessoais e triunfos

* algo engraçado ou curioso sobre sua música

* dramas da banda, coisas que deram errado etc.

* temas que perpassem várias músicas

* histórias de terror que aconteceram nas turnês

* as coisas que mais te dão orgulho na vida

Algo memorável ou digno de nota? Esse é o começo da sua história aí mesmo!

Como você pensa a SUA história musical?

Como você chegou à decisão que seria sua história? Como você passa isso para a plateia?  Conte para mim na seção de comentários, aqui embaixo.

E para mais dicas de marketing de música, baixe nosso guia GRÁTIS:

2 Comentários

  1. 1bigsinger@gmail.com'
    by vocal tips on setembro 5, 2014  20:56 Responder

    Thank You for the great points you've made. Playing in a band with rehearsals, gigs etc... This is one thing, but when you are ready to take it to another level, certainly what you have shared about having a unique band "story" is brilliant. Great job! It's not a group of people assembling with their instruments, but a living, breathing entity, that has an identitiy.

    • by Tracey Gill on setembro 5, 2014  21:15 Responder

      No problem! Glad our little blog could help you :)

Comente

Seus email não será publicado.