Desvanecimento do Facebook: para onde os músicos vão migrar?

Tá lendo isso daqui? É porque o Facebook foi generoso, então. Músicos estão penando para que os fãs que curtiram sua página vejam os posts dele, sem eles pagarem para isso. O blog SomosMúsica apresenta uma solução: venha ver (de graça) qual é.

É hora de olhar para o que vem adiante – longe do Facebook.

[Este post foi escrito por Greta Gothard do The Gothard Sisters. O texto apareceu primeiro no site da banda e foi escrito para seus fãs. Eu achei que seria útil colocar ele aqui porque a Greta faz um ótimo trabalho sintetizando a frustração que muitos músicos independentes sentem em relação ao Facebook. Ela também dá ótimos exemplos de como se comunicar com seus fãs e dizer a eles o que um apoio constante significa para sua carreira— e ajustar suas expectativas para usar menos redes sociais e mais comunicação por e-mail no futuro.]

Nós usamos Facebook para nossa banda desde o princípio dos tempos (ao menos é o que parece às vezes!)

Infelizmente, nada dura para sempre e eu acredito que bem em breve nós teremos de dizer adieu ao Facebook e ir para a próxima moda que virá depois dele. Isso não é porque eu seja anti-facebook, ou anti-social.  Só ficou impossível de usá-lo para as coisas que a gente vinha usando – um jeito de se comunicar com VOCÊS, os fãs.

Nós construímos com muito carinho nossa página de Facebook de um grupo de amigos até o ponto em que chegamos, com mais de 10 mil seguidores que curtiram nossa página e viraram fãs da nossa música, recebendo atualizações vídeos, fotos e assuntos aleatórios.

Cada marco que chegamos era um grande evento, como nós deixamos claro em vários posts!

5707905_orig8399278_orig

 

Screen-Shot-2014-06-24-at-2.11.49-PM-1

Até recentemente, tudo o que a gente postava aparecia para as pessoas que tinham curtido nossa página. Daí, de repente, o FB começou a limitar o número de pessoas que podiam ver os posts, e pedindo que você pagasse para que mais gente o visse, causando muita confusão nas marcas e nas bandas (tipo a gente!)

Neste artigo do Digital Music News, um artista perguntou a programadores do Facebook sobre essa nova questão, dizendo “por que eu tenho de pagar para atingir meus fãs?”  A resposta deles é alarmante para quem gastou muito tempo e esforço construindo um relacionamento saudável e duradouro com fãs, e que agora não podem alcançar essas pessoas:

Artista na plateia:  Sim, minha pergunta é para o Kevin [Carr].  Eu entendo que esteja ficando mais competitivo, mas há bandas, artistas e músicos que gastaram muito dinheiro, incontáveis horas … anos até, construindo suas páginas de fãs no Facebook. E agora vocês estão cobrando deles para atingir essa audiência que eles gastaram dinheiro e horas e horas para conseguir;

Kevin Carr, do Facebook: É claro. Eu acho que tudo no fim é – porque há artistas e há atores e há marcas que estão alcançando muitos dos seus fãs. Então isso não aconteceu com todos –

Artista: — Sim, os grandes –

Carr: — Eu acho que –

Artist: — mas, se você tem 30 milhões de fãs, você tem de gastar dezenas de milhares de dólares para atingi-los.

Carr: Não é uma questão de — não estamos tentando punir ninguém. E não estamos tentando virar uma máquina de dinheiro. No fim, é só sobre o conteúdo autêntico chegar às pessoas certas.

Infelizmente, não somos uma grande empresa. Somos três irmãs tentando tirar o sustento de fazer aquilo que amamos –numa profissão que paga mal, pra início de conversa. Nós somos “artistas da fome”. Então não podemos pagar centenas de dólares para aparecer para as pessoas que decidiram nos seguir e que querem ver nossos posts. Sei que não deveríamos estar nos queixando de um serviço grátis – é direito do Facebook correr atrás de ganho monetário – mas isso colocou o músico independente num dilema.

Fiz um post algum tempo atrás sobre o vídeo da turnê de Primavera. Como você pode ver, ele só alcançou 1,560 pessoas, o que é bem bom, mas com uma página com 10 mil fãs, isso s[o representa 10% das pessoas que conseguiam ver nossos conteúdos antes.

7031475_orig
Depois eu decidi fazer um post sobre nosso álbum,  com todos os links e uma foto, para ver como ele se sairia. Vocês todos disseram coisas muito amáveis sobre ele (obrigada!) mas este post foi ainda pior que o vídeo. Só 833 viram esse post.2437974_orig

Está tudo certo, porque a maioria das pessoas já conhece o álbum Compass, que saiu alguns anos atrás e a maioria dos nossos fãs têm até uma cópia dele. Não é incrivelmente importante que apenas 833 pessoas o tenham visto. Mas quando eu pensei – e se isso fosse o anúncio de um novo álbum? E se menos de 10% dos nossos fãs ficassem sabendo do novo CD por causa da seleção do algoritmo do Facebook? Então eu decidi checar se eu tinha dinheiro para pagar o  “Divulgar Post”, para que todos nossos fãs vissem. Eu odeio fazer spam em vocês com o que vendemos no site – mas talvez valha a pena pagar para divulger um post sobre um novo álbum, já que vocês devem querer saber disso o quanto antes! Então isso foi o que aconteceu quando olhei para as opções de patrocinar o post:

234847_orig

Para alcançar todos os nossos fãs no FB, custaria (para um só post!) pouco menos de US$ 100 (R$ 230). Adicione a isso o tanto de atualizações que as pessoas têm nos seus murais o tempo todo, e se você optar por pagar esses  US$ 100 na hora errada do dia, é provável que esse post ficasse soterrado por outros e ninguém visse. Então vocês podem ter uma ideia do dilemma em que me encontro. Não posso pagar cem dólares toda vez que for postar algo, para todos nossos fãs verem. Não faz sentido! Portanto, cheguei a uma conclusão.

Não entre em pânico, eu não vou deletar nossa página de Facebook ou passer a ignorá-la. Só vou mudar o foco e fazer outras formas de divulgação sem gastar uma fortuna. E isso sempre foi feito (e sempre será, provavelmente) com nossa  lista de mailing site.

Eu usarei nosso site para postar as informações mais importantes e as fotos, agenda, blogs, videos e tudo o mais. Este site é nossa porçãozinha de internet sobre a qual ninguém vai se apoderar por dinheiro. É onde todos vocês podem se reunir para confraternizar e ver lançamentos. Mesmo que a moda seja usar o Myspace, o Facebook, Instagram, Twitter, Youtube, Google+  ou qualquer outra ferramenta que surja e depois desapareça, nosso site continuará por aqui.

7504858_orig

Para nossa comunicação com VOCÊ por favor se inscreva na nossa lista de e-mails, para manter contato e receber as informações mais importantes que não conseguimos mais te passar por Facebook.  Como juramos, nunca mandaremos spam ou mandamos e-mails demais.  Nosso ritmo fica entre 1 e 3 e-mails por mês com o máximo de informação pertinente o possível,  mais nossa newsletter mensal, com nosso blog, anúncios de álbuns e de músicas, as últimas fotos e vídeos e um download de música grátis por mês. Eu sugiro que esse é o melhor acordo para nós dois, e acho que esse trato será para sempre, independente do que acontecer com o Facebook.

Obrigada por ficar ao nosso lado durante tudo – agora vamos todos cavalgar em direção ao pôr do sol sem o Facebook.

Muito grata, sua ex-administradora frenética da página de Facebook,

Greta

5765274_orig

O que você acha? Você está abandonando o Facebook e indo para outras redes? Você está dedicando mais tempo ao seu site e à newsletter? Conte para a gente na seção de comentários, aqui embaixo.

Ganhe Dinheiro Guide

 

5 Comentários

  1. contatopaulokalu@gmail.com'
    by Paulo Kalu on outubro 3, 2014  19:33 Responder

    Sinto a mesma coisa que elas, vc rala pra juntar aqueles fans muitas vezes conquistado com o pe na estrada... e o que vc posta nao chega ate eles, isso nao e justo!

  2. larissabaq@gmail.com'
    by Larissa Baq on outubro 4, 2014  15:33 Responder

    Poxa, isso é muito delicado.
    As pessoas se acostumam com ter o conteúdo diário na ferramenta que eles usam o tempo todo. Creio sim que o facebook vai cair, mas vai surgir alguma outra ferramenta onde todos vão se juntar novamente, como profetiza a Greta. Mas ainda assim, creio que essa migração é beeeem lenta.
    O que eu penso é que é muito difícil as pessoas assimilarem que o contato com o artista é por tal ou tal meio. Em quase 3 anos de foco em meu trabalho autoral eu consegui reunir quase 8500 fãs em minha página e acho que a maioria não teria a mesma ligação com meu trabalho se eu enviasse apenas em três emails por mês todas as novidades do que tem rolado em minha carreira.
    Aprendi que a freqüência aumenta o interesse, mostrar que vc está em movimento diariamente, alimentando aquilo ali, aquela vontade do cara que foi lá e deu like na sua página, isso aumenta o interesse.
    Acho que a grande sacada de uma ferramenta como o facebook é a interatividade. As pessoas querem estar próximas do artista que elas admiram e enfim.
    Go with the flow.
    :)

    BaQ!

  3. popularzemarianojunior@hotmail.com'
    by ZÉ MARIANO JÚNIOR on outubro 10, 2014  23:25 Responder

    É AQUI NO BRASIL ESTA ACONTECENDO ISSO TAMBEM O FACE BUK SO LIBERA MEU MUSIC STORY EM UMA PAGINA E JUSTAMENTE A PAGINA QUE ELES QUEREM COBRAR DE MIM QUE TAMBEM SOU POBRE E NÃO POSSO PAGAR PARA IMPULSIONAR POR ISSO SO TEHO 244 CURTIDAS CONFIRAM AQUI, https://www.facebook.com/ZEMARIANOJUNIORSHOWS?ref=hl EME PARECE QUE ATE QUEM QUIZER CURTIR ELES NÃO COMPUTARÃO OS QUE CLICAREM PARA CURTIR FAÇAMOS UM TESTE.

  4. djzonattao@hotmail.com'
    by DJ Zonattão on outubro 11, 2014  16:48 Responder

    Pois bem,querendo ou não, as varias ferramentas da internet são muito válidas,e úteis, mas qual seja a próxima, realmente não vai ter foco "solidário", a não ser que seja bancado por uma grande corporação que não tenha foco em lucro ou não necessite lucro desta ferramenta criada.
    E na prática, pode ser como é hoje... Quem paga aparece mais, é asssim com yotube e facebook.

  5. chicabrother@gmail.com'
    by sergio Chica on outubro 13, 2014  16:23 Responder

    Cuido do Facebook da minha banda, Bicho de Pé. Fiquei meses postando fotos e videos com conteúdo não apenas musical, mas, de humor, ecologia, flores, gatos e outros assuntos interessantes, junto com nossas músicas e flyers. Consegui chegar a marca de 120 mil curtidas antes de participar do programa SuperStar da Globo. Hoje estamos com 720 mil, mas raramente uma postagem atinge mais de 100 mil views. Só as muito boas, onde muita gente é marcada ou compartilhada e curtida. Flyers e vídeos da banda nunca mais tiveram a mesma visibilidade de antes. Fotos que antes davam milhões de views, hoje não passam de poucos milhares. Ou seja, não foram só os artistas com poucos likes que foram prejudicados. Foram todos. Agora que a gente estava feliz com este canal de comunicação, eles começaram a boicotar e querer ganhar fortunas com isso. O pior, é que nem você pagando dá certo, pois ja experimentei e conferi. Realmente está na hora de começar a procurar alternativas.

Comente

Seus email não será publicado.