Entrevista Señor Loop

senorloop2

O Señor Loop é uma Banda de Rock Independente do Panamá, com 10 anos de carreira e 3 ábuns distribuidos pela CDBaby. Vamos conhecer um pouco do ponto de vista de uma Banda Independente de Rock na América Latina nessa entrevista.

 

1 . Vocês já têm mais de 10 anos como uma banda e bem sucedidos. Como sabemos , não é fácil chegar a este ponto, que conselhos daria aos artistas e bandas novas ? Como é que eles passam a ter uma carreira bem sucedida e abrangente ?

Conselho? É difícil dizer a um artista o que fazer, mas acreditamos que o que nos trouxe até onde estamos é a nossa perseverança e por ser fiéis à nossa música, sempre tentando fazer algo original e encontrar a nossa identidade. Para qualquer músico que está começando eu diria para tocar ao vivo em toda oportunidade que tiver, um artista ou banda está no palco , e não em imagens bonitas e promoções na Internet .

Como chegamos ? Não temos uma máquina de promoção, por isso de certa forma não temos idéia. Na maioria dos casos a nossa música tem falado por nós e tem viajado longas distâncias sozinha. Com isto queremos dizer que não existe uma fórmula eficaz de fazer e ousar , ninguém vai te procurar, você tem que pegar sua mala e ir a todos os lugares que você puder , fazer conexões com artistas na mesma situação , juntar-se a eles , ir a outros países e eles virem para o seu, etc …

2. Eu li que vocês tiveram alguns concertos em várias partes da América Latina – o que você pode falar de como conseguiram essas oportunidades , assim como a logística para ir ? Vistos ? Alfândega ?

Nestes casos específicos , vistos e logística são as coisas menos complicadas . O ponto importante é encontrar fundos para pagar milhares de dólares em bilhetes de avião. Com a nossa música temos recebido muitos convites para festas ou para shows em outros países, como nós somos uma banda independente , que não produz ganhos de shows internacionais , a única maneira de chegar a tocar em outros países é a auto-gestão, entre dinheiro que conseguimos em shows no Panamá e amigos que investem ou querem nos ajudar , é assim que conseguimos fazer tours na América Latina. Muito obrigado a aqueles que nos ajudaram nesta jornada de 10 anos.

Cada um dos convites para festivais da América Latina foi graças aos seus organizadores que nos viram tocar ao vivo , ou em showcases que organizamos no Panamá, ou atividades que trazem um intercâmbio internacional , o Green Festival FVCM , que já tem 5 edições , ou também o Festival Open, por exemplo. No próximo verão , vamos a todos os festivais internacionais no Panamá, que vai trazer coisas boas com certeza .

3 . Qual é a estratégia para planejar as tours ? Como era no início de sua banda, e como é agora ?

No início da banda, em 2000 , íamos muito a Costa Rica. É perto , você pode ir de ônibus e tocar em festas grandes, então era como a nossa segunda casa. E nos discos seguintes
a coisa tornou-se mais séria, e queríamos mostrar a nossa música em grandes Festivais. O disco que começou a nos levar a grande festivais foi MCMLXXXII . Fomos para o rock al Parque , na Colômbia, Venezuela Novas Bandas , Icaro Film Festival , na Guatemala e também começamos a ser convidados para festas no Panamá.

4. Qual é a sua pior experiência como uma banda ? O que aprenderam com essa experiência ?

A pior experiência é tocar em um Grande Festival as 2 da tarde com capacidade de 80 mil e pessoas e um público de 100 mil. O que você aprende com isso? Talvez a não ser tão chorão! (risos)

5 . Qual foi sua experiência mais bem sucedida – como algo que queriam muito fazer e conseguiram?

Acho que a nossa maior conquista como banda foi trabalhar com Terry Brown , que mixou o nosso disco Vikorg . Este homem é um herói para nós, ele trabalhou nos álbuns mais lendários do Rush, também com os Rolling Stones, Hendrix , The Who e outros; foi uma experiência linda, uma
pessoa super profissional e amável, sem nenhum problema de ego em sua cabeça , agora temos um novo amigo, e dos grandes!

6 . Encontrei sua página no Kickstarter – http://www.kickstarter.com/projects/1742907704/be-part-of-senor-loops-new-album-0/comments Voce pode comentar um pouco sobre esse projeto? Como foi o processo de utilização do Kickstarter como forma de levantar os fundos para terminar o seu álbum? Voces recomendariam para as outras bandas usar o Kickstarter ?

Ok . Vamos voltar para Terry Brown e os grandes caras . Trabalhar com alguém deste porte produz custos que nunca tivermos contato.
Então a campanha no Kickstarter para Vikorg foi para pagar USD 20.000 para mixagem e masterização . Foram momentos muito tensos , um monte de trabalho para promover nas midias sociais, rádio e TV, mas quando nós assumimos a campanha , tudo mudou , e foi um sucesso, nós devemos isso aos nossos fãs que fizeram campanha pessoal para nossa promoção no Kickstarter . Ainda não consigo acreditar!

E sim, recomendamos utilizar o Kickstarter , é o futuro. Mas há muito trabalho a fazer, não é fácil. Pode ser que não aconteça nada, mas vale a pena tentar , Kickstarter é como um mundo utópico onde todos têm a mesma oportunidade.

7 . Qual foi o momento em que vocês decidiram que era hora de levar o seu trabalho para o mundo?

Sempre acreditamos em nosso material, exceto que a princípio ninguém nos ouvia, gradualmente conhecemos pessoas e viajamos, nós crescemos como indivíduos e como uma banda , eu acho que tudo começou quando estávamos realmente prontos para enfrentar! Também no momento em que seus discos estão no CDBaby , você está pronto para sair e vender a sua música tocando em outros países e se alguém estiver interessado podem comprar o seu álbum de qualquer lugar do mundo.

8 . Quais são as estratégias para conquistar os fãs – tanto em seu próprio país quanto no exterior – que têm sido mais bem sucedido para você ?

A estratégia ? Tocar ao vivo! Tocar bem. E tudo que aconteceu com Señor loop fora do Panamá foi alguém gostar da música e passar para o seu amigo e então para um outro amigo e assim se torna um vírus, somos um produto de intercâmbio e relações entre as pessoas.

9 . Se você pudesse começar de novo , quais são as coisas que você faria diferente?

Talvez um nome de banda menos individualista ! Señor Loop às vezes soa como uma pessoa e nós somos uma banda . Los Ceviches ? Ou Los Humanóides do Rio Mata-ahogao (risos)

10 . E, finalmente, como CD Baby tem sido parte de seu sucesso como uma banda?

Ufffff ! Devemos muito à oportunidade que o CDBaby cria. Queremos mandar abraços para os loucos que o inventaram! Hoje vendemos a nossa música sem precisar de uma corporação fazendo isso .

Conheça mais do Señor Loop

Álbuns no CDBaby

Site Oficial

Facebook

 

Comente

Seus email não será publicado.