Entrevista: DJ Ramiro Galas

O Candango Cantador chegou ao final. Apoiado pelo CD Baby, o festival brasiliense premiou os artistas vencedores com a distribuição digital completa de sua obra.

Foram diversas categorias premiadas por um júri especializado, entre elas Melhor Música, Performance, Arranjo, Interpretação, Produção de Música Eletrônica e a categoria voto popular. Confira a lista completa dos vencedores aqui.

Conversamos com o DJ Ramiro Galas, vencedor na categoria Melhor Produção Original de Música Eletrônica. Confira:

Ramiro-festival-candango-cantador

Como foi participar do Candango Cantador?
Foi ótimo! Nunca havia participado, muito menos ganhado, nenhum festival de música. A competição nessa categoria revelou a grande quantidade de bons DJs e produtores com um trabalho autoral em Brasília. Haviam muitos amigos e muita gente boa competindo. Para mim, foi uma grande surpresa ser premiado nessa categoria.

O que a música “Palhaçada” tem de especial para ter sido uma das vencedoras?
Bom, ela é do projeto Audiopoema, fruto de um momento em que deixei de lado a ideia de pista de dança e me concentrei em outras sonoridades. Olhando as outras faixas concorrentes, que eram muito boas, acho que “Palhaçada” se destacou por não se encaixar muito bem em nenhum gênero consolidado da música eletrônica.

Que dicas você daria para os produtores de música eletrônica que estão começando?
Não sou muito bom em dar dicas e conselhos, me sinto muito mais um aprendiz. Aliás, geralmente os que estão começando é que trazem novos ventos e ideias para um cenário de música eletrônica.

Como um produtor musical pode se manter sempre inovador e referência para o público?
Bom, é isso que bons artistas fazem, certo? Fiz essa mesma pergunta a alguns amigos, não é algo fácil de se responder. Talvez a solução seja estar sempre pesquisando e ouvindo música. Alguns dissertam que é preciso também mudar, manter a mente aberta para outros estilos. Agora, referência para o público, não sei. Não sou exatamente alguém que produz música visando a aceitação do público em larga escala, procuro fazer o que é divertido, criar coisas legais com pessoas legais. Faço música porque não consigo não fazer, é um trabalho cotidiano, uma vivência, envolve amigos, lembranças, sonhos.

dj-Ramiro-festival-candango-cantador

Fotos: Daniela Braga

2 Comentários

  1. anaameliapedrosa@gmail.com'
    by ana amelia pedrosa on setembro 15, 2013  22:22 Responder

    Consciente! Muito bom.

  2. sergio@gomezmatos.com'
    by Sérgio Matos on janeiro 18, 2016  23:49 Responder

    PARABÉNS RAMIRO!!! TO MUITO AFIM DE OUVIR.. VOU PROCURAR AQUI!!

Comente

Seus email não será publicado.