Dicas de Newsletter para Compositores

O e-mail em breve vai fazer companhia ao fax no cemitério da nossa lembrança. Se você pensa assim, está perdendo a chance de ganhar dinheiro e fãs: newsletters ainda são o melhor jeito de falar online com quem te curte. Vem pro Blog CD Baby saber o porque

shutterstock_120159649-300x199Por que compositores deveriam focar em construir uma base de fãs por e-mail

[Este post foi escrito pelo colaborador Anthony Ceseri.]

Há vários assuntos com os quais compositores deveriam estar familiarizados: compôr músicas, se apresentar num palco, como gravar, conhecer bem seu instrumento, e muitos outros. Mas um tópico que geralmente é negligenciado por compositores é o marketing. Fazer marketing da sua música pode ser a peça mais importante do quebra-cabeça se você quer chegar lá como compositor e artista.

Uma das melhores ferramentas que você pode usar para se vender como compositor é sua lista de e-mail. As redes sociais também são ótimas, mas cada hora uma delas está na moda. O e-mail veio para ficar, pelo menos até um futuro mais ou menos próximo. Pense em todo mundo que tinha 10 mil fãs no MySpace. Pra que servem esses fãs agora? Se esses fãs tivessem na lista de e-mail, não só seus contatos ainda seriam válidos, mas eles conseguiriam ser diretamente contatados, e não só ler atualizações esporádicas de perfil.

O e-mail é uma maneira direta de se comunicar com seus fãs, mandando uma mensagem direto para sua caixa de entrada. É bem mais do que você consegue fazer em redes sociais, em que as mensagens só aparecem como novidades no muro de quem esteja vendo naquele momento.

Não estou dizendo que você não deva ter uma lista de e-mail e também estar presente em redes sociais, porque o ideal é ter os dois. Mas você também precisa se dar conta de que ter um perfil no Twitter ou no Facebook não deveria substituir ter uma lista de e-mail. Dito isso, vamos ver algumas coisas que você deveria fazer e outras que não deveria na sua lista de e-mails.

Coisas a Fazer

* Ofereça um incentivo bacana pras pessoas que entrarem na sua lista de e-mail. Isso pode ser algo na linha de oferecer sua última música de graça, por exemplo. Mas dê algo que tenha valor para seus fãs. Coloque-se no lugar deles. O que levaria você a se inscrever na lista de e-mails de um artista, se você fosse um deles?

* Agregue valor aos seus e-mails. Você quer que as pessoas queiram abrir e ler seus e-mails, então dê a eles coisas com as quais se importarão. Se você conta histórias bem, talvez possa compartilhar com eles um momento constrangedor que aconteceu contigo no palco. Ou talvez possa compartilhar um artigo ou um vídeo que achou online e que pensa ser útil para seus leitores. Só você sabe o que é melhor para os seus fãs. Seja criativo e faça uma coisa para eles e só para eles.

* Tenha uma “call to action”, um convite à interação, nas suas mensagens. Isso significa dizer a seus fãs o que espera que eles façam com aquele e-mail. Pode ser convidar eles a ir a um show, comprar um CD ou votar na sua música em algum concurso online. Não tenha medo de pedir. Só não use uma frase vaga como “confira nosso trabalho.”

* Use um serviço automático de resposta para que as pessoas possam sair da sua lista de e-mails, se elas decidirem que não querem mais receber as mensagens. Falo mais disso daqui a um minutinho.

* Dâ um nome bancana à sua “newsletter”. Talvez, em vez de só chamá-la de “newsletter”, você pode chamá-la de Credencial para o Camarim, ou algo assim. Pense em algumas ideias que funcionem com seu tipo de música e com seus fãs.

Coisas a NÂO fazer

* Não mande spam. Isso significa: não coloque pessoas na sua lista se elas não querem estar lá.

* Não mande mensagens de um e-mail pessoal. Se você está colocando várias pessoas como destinatário oculto num e-mail pessoal, é provável que sua conta será suspensa. Tirando que, desse jeito, não é possível pedir para sair da sua lista.

* Não seja desonesto. Se você disser que sua “newsletter” é mensal, não mande e-mails diários. Esse é o jeito mais rápido de perder a confiança da sua plateia e fazer com que as pessoas se desincrevam da sua lista.

* Não use e-mails só para se promover. Mesmo sendo o método que algumas pessoas usam, não é tão eficaz quanto oferecer conteúdo junto com algum nível de auto-promoção. Enquanto e-mails diretos é o melhor jeito de levar um fã a ir a seu show ou a comprar seu CD, se você só pede isso para eles, eles vão se cansar bem rápido. Dâ algo valoroso a eles, além de pedir para eles fazerem coisas.

Mais dicas para softwares de e-mails automáticos

Se você não sabe ao certo o que é um e-mail com resposta automática, trata-se basicamente de um software online que te permite mandar e-mails para todas as pessoas que tiver na sua lista. A vantagem disso sobre os e-mails comuns é que você consegue manter registro de cada mensagem que mandou. Isso inclui saber quantas pessoas estão abrindo seus e-mails e clicando nos links contidos na mensagem. Assim, você fica sabendo como estão funcionando suas mensagens. Com essas informações, se você estiver com aproveitamento baixo, pode mudar o jeito que aborda os fãs, para aumentar o índice de leitura. Um e-mail automático também permite que as pessoas entrem na sua “newsletter” direto do seu site ou de redes sociais, assinando um termo de adesão. E mais, ainda oferece a chance de as pessoas se desinscreverem a cada e-mail, para que seus fãs não fiquem obrigados a receber mensagens, caso não queiram mais.

————-

Agora que você conhece o poder e os benefícios de montar uma lista de e-mail, comece a coletar endereços de e-mail a cada show seu e também online, para construir uma relação de informação e de confiança com seus fãs.

 Ganhe Dinheiro Guide

 

Comente

Seus email não será publicado.