Como usar o “autorresponder” para sua carreira musical

Um email não é spam só porque foi mandado automaticamente. Muitos fãs adorariam receber um alô seu na caixa de entrada, e outras pessoas que mal te conhecem poderiam virar fãs se você começasse uma conversa. O SomosMúsica te ensina a usar a ferramenta de “autorresponder” com sabedoria

shutterstock_120159649-300x199Como conseguir engajar os novos membros da sua lista de emails com sua música agora mesmo

[Este artigo foi escrito por Dave Kusek, fundador da New Artist Model, uma escola de negócios online sobre música para músicos independentes, performers, artistas com gravadoras, produtores, empresários e escritores. Ele também é o fundador da Berklee Online, co-autor do livro The Future of Music, e membro do time que trouxe o midi para o mercado.]

Quase todo mundo que faz música usa a tática de trocar uma música por um endereço de email. Se você ainda não aderiu a essa prática, ela basicamente consiste em dar uma música de graça para quem se inscrever na sua lista de emails, o tal mailing. É um ótimo jeito de fazer sua lista crescer e, nessa altura do campeonato, todos nós sabemos que o email é um dos melhores jeitos de encontrar novos fãs e se conectar com os que já existem.

Entretanto, muitos músicos param com essa estratégia nesse ponto. O foco deles parece ser aumentar a lista de emails. Que mensagem enviar para os fãs acaba sendo uma preocupação menor. É comum que os artistas deixem os novos endereços de email parados, até que tenham algum conteúdo novo a enviar para a lista. Isso significa que os novos membros da lista não ouviram notícias do músico por meses. Isso é desperdício de uma oportunidade.

Não desperdice excelentes contatos

As pessoas não dão o endereço de email para qualquer um. Com todo o spam que existe por aí, nós somos muito ciosos de quem vai entrar na nossa caixa de entrada, então o simples fato desses fãs terem se importado com você a ponto de te dar o endereço de email, o que faz deles um excelente contato. E é provável que eles fizessem mais coisas para te ajudar – se você desse a eles a chance disso.

Eu queria que você pensasse nesse processo como uma conversa. O fã começou o diálogo entrando na sua lista de emails, mas, se você não der a eles a chance de se engajar mais na sua carreira, você estará basicamente construindo um muro entre vocês dois. Você está limitando o quanto esses fãs terão acesso a você e também o quanto você vai vender.

Como Usar Autorresposta como o Começo da Conversa

Tendo isso em mente, vou mostrar a vocês como usar uma ferramenta chamada “autorresposta” para manter quente o clima entre você e os novos membros da sua lista de email. Porque, se a gente vai usar “autorresposta”, você não precisará digitar mensagens no seu computador até seus dedos ficarem em carne viva. Fica tudo automatizado, o que significa que você terá mais tempo para fazer música..

Praticamente todos os serviços de email têm uma função “autorresponder”. Você geralmente começa escolhendo qual será o gatilho para a resposta. Neste caso, o gatilho tem de ser alguém entrando no seu mailing. Daí, você escreve uma mensagem que vai automaticamente para qualquer um que assinar sua lista de emails. Você pode escolher mandar a mensagem imediatamente após a assinatura, ou mandar depois de algum tempo.

Vamos agora a uma sequência de passos para vocẽ usar a função “autorresponder” para levar os novos assinantes do seu mailing a se engajar com sua música ou até a comprar:

  1. Pouco tempo depois de uma pessoa se inscrever na sua lista de email, você deve mandar um email agradecendo e incentivando ela a compartilhar seu perfil com amigos nas redes sociais. Neste ponto, é possível que eles não tenham tido a oportunidade de ouvir sua música ainda, então você não deve tentar empurrar uma venda, mas compartilhar um som bom é algo que quase todos estão dispostos a fazer (afinal de contas, é de graça). Nem todo mundo vai tomar esse passo, mas eu aprendi que se a gente pede para as pessoas compartilharam, muitas acabam compartilhando.
  2. A seguir, você quer deixar engatilhada uma segunda “autorresposta” para uma semana depois que as pessoas assinarem à sua lista. Neste momento, é provável que eles já tenham escutado seu som, então inclua um link onde eles possam comprar faixas ou CDs.

Como você pode ver, só de algumas pessoas terem se inscrito na sua lista, já conseguimos que compartilhassem sua existência e até realizar algumas vendas, e tudo isso aconteceu automaticamente. Mas saiba que isso é só um exemplo. Há muitos outros gatilhos que podem ser usados para “autorrespostas”. Por exemplo, se alguém compra um ingresso para um show seu, você pode mandar uma mensagem com um link que leva para sua lojinha de produtos ou que venda pacotes VIPs para o show, com coisas como “meet and greet”.

As possibilidades não têm fim, então bote a criatividade para funcionar e crie suas próprias sequências de “autorrespostas”.

—-

Como se pode ver, agarrar novas oportunidades pode ter efeitos ENORMES na sua carreira, e pode te trazer mais fãs e mais vendas. Nos cursos online de negócios da música da New Artist Model você vai aprender como transformar sua música num negócio bem-sucedido – um negócio em que você está no controle! Você vai criar um plano factível e personalizado que vai te permitir ter uma carreira musical, e fará isso com os recursos que tem disponíveis agora.

 

Comente

Seus email não será publicado.