Como funciona a monetarização do YouTube

Você já sabe que pode ganhar dinheiro no YouTube, certo? Mas você sabe como isso tudo funciona?
Respira fundo e vem com a gente que o SomosMúsica te explica.

create-youtube-music-video-300x300Um panorama do processo que determina QUANDO, COMO, e ONDE propagandas serão colocadas em qualquer um de seus vídeos

[Este artigo foi escrito por Gray Gannaway e Chris Robley.]

Uma das perguntas que mais ouvimos dos artistas que participam do nosso programa de Monetarização do YouTube é “quanto dinheiro eu vou ganhar por visualização’?

A primeira coisa que precisa ser explicada quando respondemos a essa pergunta é o fato de que a moneartização do YouTube não é baseada apenas em visualizações, ela considera a receita gerada por cada propaganda em seu vídeo e em outros vídeos criados por usuários que usam a sua música.

Então vamos mudar a pergunta para “quanto eu vou ganhar por propaganda no YouTube?”

Há vários fatores que determinam se uma propaganda vai ser mostrada em seu vídeo e quanto dinheiro você vai ganhar por cada pessoa impactada, então vamos olhar mais de perto todos os passos e fatores que afetam a sua receita no YouTube.

Estes são os quatro tipos mais comuns de publicidade no YouTube:

* Anúncio em vídeo ignoráveis

* Anúncio em vídeo não ignoráveis

* Anúncios de sobreposição

* Anúncios gráficos

Screen Shot 2015-06-24 at 2.03.03 PM

Screen Shot 2015-06-24 at 2.03.22 PM  Screen Shot 2015-06-24 at 2.02.46 PM

Como o YouTube determina se um anúncio deve ser mostrado? E que tipo de anúncio?

Bom, há uma série de checkpoints que cada vídeo passa todas as vezes que alguém clica nele. Estes checkpoints são chamados de:

* Ativado

* Permitido

* Requerido

* Transmitido

Aqui vai um resumo do que cada um deles significa

Checkpoint #1: Ativado

A primeira coisa que o YouTube precisa fazer é determinar se quem clicou no seu vídeo é alguém que está no “mercado monetarizado do YouTube”. Em certos países, o YouTube não pode transmitir propagandas (como a Coréia do Norte, Cuba, Irã, etc.) Então, se quem vai ver o seu vídeo está em um desses países, ele não verá o anúncio. Você pode ver uma lista atualizada de países que participam do mercado monetarizado do site AQUI.

Depois disso, o YouTube determina se o seu conteúdo é apropriado para anúncios. Se o seu conteúdo for considerado ofensivo ou vulgar, o YouTube pode achar que não é seguro associar uma marca com o seu vídeo. Se ele mostra bebida, apostas, ou conteúdo sensível, seu vídeo pode ser censurado para uma certa idade. Assim, o YouTube sabe que deve oferecer apenas anúncios para um público adulto. Se isso acontecer, você receberá uma notificação do YouTube (que você pode apelar caso sinta que a decisão foi incorreta).

Se quem está vendo o vídeo está em um mercado monetarizado e seu vídeo for seguro para anúncios, a próxima coisa que o YouTube irá checar é se o seu vídeo está permitindo a monetarização. Se você está dentro do programa da CD Baby de monetarização do YouTube, seus vídeos estão prontos.

Checkpoint #2: Permitido

Depois que o seu vídeo passou pelo primeiro passo, o YouTube considera com que frequência um anúncio deve ser mostrado. Ele aplica um algoritmo chamado “Entrega dinâmica de anúncios” que ajudam a determinar a frequência da entrega de anúncios, com o objetivo de mostrar o anúncio certo para a pessoa certa na hora certa.

A “Entrega dinâmica de anúncios” considera vários fatores: como o seu vídeo foi encontrado, a hora do dia, a quantos anúncios essa pessoa assiste antes de abandonar os vídeos, e outras características do anúncio. O YouTube faz isso em uma tentativa de prevenir que quem vai ver o vídeo desista dele antes do final do anúncio.

Depois que o algoritmo é aplicado, o YouTube determina que tipo de aparelho o usuário está usando para assistir o seu vídeo. Todos os formatos de anúncio do YouTube podem ser mostrados em computadores quando o usuário está no YouTube.com, mas certos formatos não aparecem em outros aparelhos ou sites. Por exemplo, anúncios de sobreposição não podem ser mostrados em celulares, e anúncios gráficos não podem ser mostrados em outros sites já que o YouTube não é dono daquela página.

Checkpoint #3: Requerido

A próxima pergunta que o YouTube deve responder é se existe ou não uma propaganda disponível para ser anunciada em seu vídeo. Nesse momento, seu vídeo está competindo contra todos os outros vídeos que permitem anúncio similares ao seu no site, para que o YouTube defina qual deles é o mais valioso para o anunciante. De novo, há vários fatores que influenciam isso, mas os maiores incluem a popularidade, o tempo assistido, e as métricas de engajamento (curtidas, comentários, compartilhamento, etc).

Dependendo de como o seu vídeo é rankeado o YouTube decide anunciar nele ou não. Em caso afirmativo, ele irá tentar encontrar um anúncio que é apropriado para o seu vídeo. O site segue o modelo de cachoeira quando eles procuram por anúncio, o que significa que há uma hierarquia que vai dos formatos de anúncio mais valiosos e lucrativos, para os menos rentáveis. Aqui vão novamente os quatro formatos de anúncio, dessa vez em ordem dos mais lucrativos para os menos: anúncio em vídeo não ignoráveis, anúncio em vídeo ignoráveis, anúncios de sobreposição e anúncios gráficos.

O próximo fator a ser considerado são as duas formas que anunciantes compra anúncios no YouTube: 1) compra reservada de anúncio, e 2)compra por leilão.

Compras reservadas de anúncio são vendidas diretamente pelo time comercial do Google, e têm um preço fixo para anúncios premium e em vídeos desejados.

Se o seu vídeo claramente fala com um público que é desejado pelas marcas, você vai ter mais chances de atrair anúncios reservados.

Compras por leilão são pagas por empresas e marcas usando o Adwords para gerenciar suas campanhas. Se seu vídeo está em um canal ou uma categoria desejados por uma ou mais dessas empresas, quem pagar mais terá seu anúncio em seu vídeo.

Checkpoint #4: Transmitido

Neste passo, o anúncio é transmitido com sucesso para o usuário. Parabéns por ter monetarizado seu vídeo no YouTube.

Como os anúncios do YouTube geram receitas para os músicos?

  1. Você monetarizou seus vídeos. Mas isso não significa que você já esteja ganhando algum dinheiro. As fórmulas usadas para determinar como um anunciante é cobrado quando um anúncio é colocado em um vídeo com a sua música… são bem complexas.

O jeito mais simples de explicar é: só porque um anúncio é transmitido não significa que ele está gerando receita para o YouTube. E se ele não gera receita para o YouTube, ele não gera receita para você.

Assim como o processo para determinar SE e QUAL anúncio é colocado no seu vídeo, o processo para determinar a receita por anúncio depende de vários fatores. Para anúncios de sobreposição por exemplo, você pode não ganhar nenhum centavo se ninguém clicar no anúncio. O melhor jeito de resumir essa confusão é este: quando o YouTube ganhar dinheiro com o seu vídeo, você vai ganhar um pouco desse dinheiro também.

Como o Content ID funciona

A última parte importante é o Content ID. Ele permite a CD Baby te ajudar a coletar o dinheiro de propaganda de vídeos que usam a sua música e que não foram colocados no site por você.

Em resumo, uma impressão digital do seu som é coletada para todas as músicas que você escolheu participar da monetarização do YouTube via CD Baby. O YouTube então procura em todo o áudio do seu universo (ou seja, bilhões e bilhões de horas de aúdio) para encontrar essa mesma impressão digital.

Se alguém estiver usando a sua música em um vídeo deles, eles receberão um aviso. Esses vídeos serão então monetarizados e passarão por todos os checkpoints citados para decidir se eles receberão ou não um anúncio. Se sim, e se esses anúncios gerarem receita, você ganha dinheiro!

Para ativar a monetarização do YouTube na sua conta da CD Baby (grátis na CD Baby para uploads Standard e Pro) clique AQUI.

Ganhe Dinheiro Guide

 

1 Comentário

  1. santoslala93@gmail.com'
    by Lais Santos on julho 1, 2015  01:32 Responder

    Oi boa noite, eu acompanho o seu site já tem um tempinho, e ele tem um ótimo conteúdo, Nunca vi um site assim e hoje vendo um dos seus posts, eu tive uma ideia. No YouTube há vários vídeos de covers e vc poderia pegar os melhores e fazer um post sobre isso semanal ou mensal, enfim adoraria ver um post assim, eu vejo vários vídeos covers de muitas pessoas todos dias posso até te indicar esse daqui https://youtu.be/bLwA3t6uMSw mas poucos blogueiros dão valor aos covers já que são caseiros e muitos deles possui um grande talento que vocês poderiam revelar, enfim. PARABÉNS PELO SITE , acesso quase todo dia.

Comente

Seus email não será publicado.