Como construir, com singles, um álbum incremental

Unidos venceremos. Conheça o álbum incremental, um conceito bem fácil que te deixa aproveitar cada uma das faixas que você vai juntar num disco, só que cada uma na sua hora certa

Como construir, com singles, um álbum incrementalPor Chris Robley

Há um tempinho, nós discutimos aqui que tipos de single podem ser lançados — e dez maneiras diferentes de fazer o lançamento.

Hoje, a gente vai falar sobre uma coisa chamada álbum incremental. É um conceito super simples, e um conceito que se encaixa perfeitamente na era das mídias sociais, onde os fãs esperam, no mínimo, acesso frequente ao seu processo criativo e participar dele, na melhor das hipóteses. Eles querem se sentir numa jornada musical, não APENAS consumir um produto pronto.

E, se essa é a experiência ideal para os fãs, esperar um ano ou mais para lançar um compilado de músicos, como um álbum tradicional, pode te custar caro.

Com um álbum incremental, você dá aos fãs uma dúzia de possibilidades de se envolver

Primeiro, você pode recrutar seus fãs para serem sua equipe artística. Ao longo do caminho, você recebe feedback útil sobre cada canção, se compartilhar versões demo, mixagens primárias, remixes alternativos e daí, é claro, lançando a versão final e masterizada da faixa como um single.

[Masterize suas faixas por apenas US$9,99 por canção. Tenha um som profissional em apenas dois cliques.]

Tomara que seus fãs também estejam compartilhando todas essas versões demo e mixes diferentes durante o processo.

Você pode então usar as opiniões deles (e os dados analíticos que conseguir) para determinar quais são as faixas mais fortes. A partir deste ponto de vista, você tem dois caminhos:

1) Compilar as músicas  mais fortes num EP, a cada 3 ou 4 meses (E talvez incluir alguns demos e versões alternativas também).

2) Espere até o fim do período de lançamento das faixas (um ano?), aproveite o máximo o possível de compile essas músicas num álbum matador.

Há muitas vantagens em lançar um álbum incremental:

Engajamento dos Fãs

Como eu disse acima, esse processo faz com que os fãs sintam que fizeram parte do processo criativo, da jornada musical, e você deu valor a eles ao pedir suas opiniões em tempo real. Eles vão sentir que têm parte no produto, e esperar ansiosos por ele.

Produtos Diversos

Você tem mais oportunidades de renda se distribuir as músicas inicialmente como singles, e depois lançar vários EPs e/ou um álbum. Lembre-se, não importa o caminho que escolha, você AINDA terá um álbum no fim do processo.

Crescendo

Você é uma pessoa mais sã e mais saudável porque não teve de segurar o segredo de um álbum durante UM ANO INTEIRO. Você o construiu peça por peça, revelando um pouquinho em público e depois permitindo que essas peças se transformassem num produto que seus fãs SABEM que querem, porque eles já ouviram música por música.

Quer distribuir seus singles na Apple Music, no iTunes, no Spotify e em mais lugares? Confira a CD Baby!


Ganhe Dinheiro Guide

2 Comentários

  1. maia.produz@gmail.com'
    by Marcelo Oliveira on junho 11, 2017  21:55 Responder

    Caraca! Parece que temos uma conexão neural, estava pensando se seria possível, legal fazer algo assim. Vou colocar algumas ideias em pratica, tomara que de certo!

    • by Paula Humphries on junho 18, 2017  16:55 Responder

      Boa sorte, Marcelo! Volta aqui e conta pra gente o resultado! Abraços

Deixe uma resposta para Marcelo Oliveira Cancelar resposta

Seus email não será publicado.