Como comandar a atenção do público no seu próximo show

Existe uma diferença entre estar em cima do palco e ser um artista, e o atalho entre essas duas categorias passa por 5 dicas que o SomosMúsica compilou para você: comande a atenção do público com a gente!

Como comandar a atenção do público no seu próximo show[Este post foi escrito por Katarina Underwood, e apareceu primeiro no Sonicbids Blog.]

Nós, artistas de música, sabemos que você não quer tocar para toda e qualquer pessoa. Você quer fazer seu show para uma galera animada, berrante, dançante e que bata a cabeça (ou qualquer tipo de ação com a cabeça que sua música inspire). Não é garantia que as pessoas do público já vão conhecer e amar suas músicas, então é possível que você tenha de convencer os presentes de que vale a pena prestar atenção no seu show.

Tem dúvidas de como cativar completamente a plateia? Pode parecer assustador, mas está longe de ser impossível fazer isso. Leia abaixo dicas simples de como focar a atenção das pessoas numa sala e consiga, com elas, conquistar fãs fervorosos.

1. Faça todo com confiança visível

Se você tiver um pavor danado de subir no palco, falar cochichando no microfone e ficar parado que nem uma estátua, as pessoas vão pensar que você nem queria estar lá. Esse é um jeito certo de fazer as pessoas desistirem de você. Tenha presença de palco, fale com o tom de quem deveria estar em cima do palco e dê a impressão que você está morrendo de vontade de fazer um baita show para aquela plateia.

Se você estiver verdadeiramente nervoso – e não precisa ter vergonha disso– a máxima “finja até ser verdade” vale maravilhosamente. Você ficará surpreso com como suas emoções seguem suas ações. Mesmo se for o primeiro show da sua vida, domine geral! Fale para o público que é para eles ficarem animados, já que estão vendo sua estreia. Nunca peça desculpas por ser quem é.

2. Fique (muito) confortável com olhos nos olhos

Manter contato visual com a plateia pode parecer um detalhe pequeno e óbvio, mas vale a pena mencionar porque é uma coisa muito poderosa.

Os benefícios que o olho no olho traz vêm em dobro. Primeiro porque, como em qualquer conversa de coração aberto, olhar no olho estabelece uma conexão emocioal. Demonstra sinceridade e vontade. Segundo, olhar nos olhos permite que as pessoas que estão longe do palco sejam trazidas para perto de você, e se esqueçam da distância.

Quando você estiver focado na música, fechar os olhos pode te ajudar a manter sua concentração, ou você pode ser o tipo de artista que olha fixamente para o teto ou para o chão. Mas, se você não tirar uns segundos para ficar olho no olho com cada pessoa da plateia, e mostrar que você está tocando para eles, você vai perder um pouco dessa emoção que é parte crucial no impacto do show.

3. Toque pra caramba

Essa regra nem precisaria ser dita, mas infelizmente nem todos artistas a seguem. Talvez você tenha tido um dia ruim, está com a cabeça cheia de coisas. É capaz que você se sinta não a fim em algum momento – mas, uma vez que você estiver em cima do palco, é necessário que você supere esse mal estar e toque com cada fibra dos seus músculos.Você tem de terminar o show exausto, no melhor sentido possível, porque deu tudo de si para fazer o melhor show possível.

Isso não só vai animar a plateia, como também vai fazer as pessoas te notarem. Eu já passei por isso: tive meu coração arrebatado pela banda de abertura que tocou antes do show, com todo ânimo e paixão que eles mostraram, o que fez com que eu fosse atrás do som deles depois do show

4. Distribua amor para a plateia

Tocar com vigor e paixão é um dos melhores jeitos de mostrar para a plateia que você é grato pela presença deles ali, mas não custa dizer também. É sério, agradeça as pessoas por terem ido, não importa quão grande ou pequena seja a plateia. Uma mistura honesta de confiança e gratidão cria a imagem perfeita: as pessoas ficarão impressionadas com a sua performance e vão gostar de você enquanto pessoa. Mostre que você se importa com o que o público está sentindo, pergunte se estão curtindo e e reserve um minutinho ou dois para trocar uma ideia com o público, para eles sentirem que não estão só te assistindo, mas estão tendo uma experiência com você.

Ganha pontos extras quem elogiar a cidade em que estiver tocando, mencionar um lugar local que você curte ou contar uma piada ou causo envolvendo a região. As pessoas amam referências aos lugares onde elas moram, e vão retribuir com carinho.

5. Seja o dono dos momentos de silêncio

Tem uma frase famosa que você já deve ter ouvido: “A música é o silêncio entre duas notas.” Como quer que você interprete essa frase, há sempre algo a ser dito sobre o silêncio, que é tão poderoso quanto o som. Seu primeiro instinto pode ser considerar o silêncio entre uma música e outra como algo constrangedor e que precisa acabar o quanto antes, mas há jeitos interessantes, e até fascinantes, de usar o silêncio.

Antes mesmo de seu set começar, permita-se chegar ao palco com tempo, ajeitar os equipamentos que precisar e armar o lugar onde vai ficar. Se você gosta de tocar sentado num banquinho, coloque-o com calma e em silêncio. Se você precisar ajustar instrumentos entre as músicas, não ache que precisa pedir desculpa e falar “é só um minutinho” – só faça o que tem de fazer e mostre estar confortável durante esses momentos de transição. Você dará à plateia uns momentos para digerir e dar valor à sua arte e criar expectativa para sua próxima música. O silêncio pode criar uma atmosfera mágica se for usado com propósito, e não apressado e constrangedor.

6. Seja Espontâneo

Não há nada de errado em fazer um set “limpo”, em que você segue as regras e toca bem sem sair muito da sua zona de conforto, mas saiba que ele será pouco memorável. E ser memorável é o que transforma desconhecidos em fãs. As coisas que você pode fazer dependem sempre da sua música e de onde está tocando. Você pode pular do palco para cantar no meio da multidão, você pode encontrar na galera o fã ou a fã que conhece todas suas músicas, e convidar para subir no palco, você pode fazer um cover de uma música conhecida e amada, com o seu toque – pode fazer qualquer coisa, na realidade. O importante é que você faça algo memorável, que vai ficar na cabeça do público, até sair do palco.

Tome cuidado para não confundir isso com ser instável e, especialmente, irreverente. Essa dica não é “encha a cara e veja no que vai dar!” ou “mostre seu lado animal e quebre as regras” Eu recentemente vi um show em que o vocalista tirava do bolso um cigarro e começava a fumar, numa casa de shows em que claramente era proibido fumar. Foi uma distração pequena, mas fiquei de cara com a atitude.

Espero que essa lista tenha te inspirado para capturar os olhos e ouvidos da plateia no seu próximo show. Agora comece a se preparar para arrancar uaus de todo mundo da próxima vez que subir no palco!

Katarina Underwood é redatora da Sonicbids.

Ganhe Dinheiro Guide

Comente

Seus email não será publicado.