“A CD Baby é a única empresa que compartilha os riscos de lançar música com você.”

Mais do que parceiros, partners: um artista que contratou a CD Baby para fazer a distribuição do seu som pelo mundo todo explica por que a empresa é bróder e divide riscos com todos os músicos

“A CD Baby é a única empresa que compartilha os riscos de lançar música com você.”Por Chris Robley

Por que a CD Baby faz mais sentido para artistas que querem construir um catálogo de músicas para toda sua vida.

Quando eu vou a conferências de música, escuto muito: “Por que eu deveria fechar com a CD Baby?”

Minha resposta geralmente começa com, “Bom, além da taxa de inicial, a gente só ganha dinheiro se você ganhar dinheiro. A gente não vai pedir mais US$ 50 por álbum por ano pelo resto da sua vida, só para deixá-lo online.”

Nosso modelo de negócio te oferece um maneira de construir (e distribuir) seu catálogo de álbuns e singles, sem preocupações, por uma vida inteira.

Um dos artistas da CD Baby, Huge & the Genre Benders, escreveu um inteiro no seu blog sobre isso, com gráficos e tudo. Eu vou reproduzir esse texto, em português, aqui embaixo. Aí vai…

Há muitas empresas que distribuem música independente… (mas) eu sempre escolhi a CD Baby sem pensar duas vezes – eis o porquê:

  • A CD Baby é a única empresa que compartilha os riscos de lançar novas músicas ou álbuns com você.

A maior barreira entre os artistas e o sucesso profissional é o risco que eles assumem quando vão produzir e lançar suas músicas. Encontrar uma  empresa (ou um grupo) que esteja disposto a compartilhar esse risco, e portanto reduzi-lo, não tem preço … A não ser que você tenha uma gravadora que queira fazer tudo por você.

Mas o que é isso? O que significa “compartilhar o risco”?

Bom, diferentemente das empresas que cobram uma taxa (anual) de serviço, a CD Baby só fica com uma parte da sua receita. Se você ganhar dinheiro, eles ganham dinheiro. Se você não ganhar nada, eles não ganham nada. Está ai um grande exemplo da diferença de um serviço de distribuição digital. O elemento-chave necessário para entender o Product Life Cycle, ou ciclo de vida de um produto, e que cada CD seu tem um ciclo desses. TODOS ELES. O lançamento do CD tem um – seja o Emimem,  a Beyonce, o Coldplay, da Gaga, … todo lançamento de CD começa com nada de vendas, sobe para um pico e depois volta a cair. Às vezes, o pico chega  na primeira ou na segunda semana. Às vezes leva seis meses para chegar… (alguns, como os meus, nunca alcançam o pico) …mas a queda é inevitável.

Então, o que isso significa para os artistas independentes? Bom, significa que os custos da sua  distribuição digital serão maiores que as vendas no começo… e que depois você tem que ganhar algum dinheiro com vendas…  mas (com as outras distribuidoras) seu álbum vai provavelmente passar uma eternidade te custando dinheiro! O gráfico é mais ou menos assim:

“A CDBaby é a única empresa que compartilha os riscos de lançar música com você.”

 

O eixo vertical (seta para cima) é o de vendas de produtos. O eixo horizontal (seta para o lado) marca as fases de Introdução, Crescimento, Maturidade e Declínio, com a passagem do tempo

Por outro lado, se você escolher o método da CD Baby, você vai ganhar algo com o seu lançamento SEMPRE. Sim, no pico de vendas a CD Baby vai te custar mais do que as distribuidoras de gráfico reto custariam … presumindo que você ganhe tanto dinheiro assim … mas nos próximos 20 anos, vai acabar te custando bem menos. O gráfico do modelo CD Baby é assim:

“A CDBaby é a única empresa que compartilha os riscos de lançar música com você.”

Eu não tenho problema nenhum em pagar bem alguém que fez um bom trabalho pra mim – especialmente se essa pessoa não lucrou nada quando eu não estava lucrando nada. Isso é o que eu chamo de parceria real – se você ganha, eu ganho. As empresas que cobram uma taxa fixa afirmam que precisam ganhar dinheiro não importa o que aconteça com você – eles não se importam se você vai se dar bem ou fracassar! Isso é completamente OK para o mundo dos negócios, mas também é uma opção por não assumir o risco com você e é não te ajudar nos momentos em que sua música vai estar sem ganhar nada.

Eu sempre vou preferir a abordagem de compartilhar o risco… E eu fico feliz de dar algo de volta toda vez que ela funciona para mim.

Quero agradecer ao Huge pela explicação detalhada de por que o modelo da CD Baby é o que faz mais sentido para artistas independentes.

Distribua sua música globalmente com a CD Baby hoje mesmo!


Guia do Spotify

Comente

Seus email não será publicado.