Caloteados: músicos, o que você faz quando não te pagam?

Por Chris Robley

 

shutterstock_127800971-300x300A vingança é um remix de música eletrônica que é melhor servido frio

Já te ferraram e descumpriram um contrato? Já produziu um álbum para uma banda ou para um selo que nunca te pagou?  Já fez a engenharia de som de uma gravação e teve de perseguir o cantor por 14 meses para pegar sua grana? Já foi contratado para tocar, no palco ou no estudo, só para depois dizer que o orçamento era curto e você receberia o cachê em parcelas?

O que fazer numa situação dessas, sem ter de levar o devedor para o programa da Márcia Goldschmidt?

Alguns caras esperam. Outros pressionam de vez em quando. Outros ainda querem é vingança.

Esse foi o caso da banda de metalcore Altitudes, que tapeou seu engenheiro de som depois de algumas semanas gravando no estúdio.  Dan, do Dan’s Lab Studios, pegou faixas que gravou da banda e as transformou em um remix de música eletrônica que é tudo menos hardcore (veja abaixo).

A banda, depois de um tempo, respondeu:

“A gente não estava estabilizado financeiramente na época, basicamente. Mas ESTÁVAMOS planejando pagá-lo, mas  depois de ver isso foi uma loucura. Nunca pensamos que ele agiria desse jeito Não lamentamos, porque nossas intenções não eram de deixar seu trabalho duro sem pagamento. É tudo que eu tenho a dizer. Obrigado a todos que se importam!”

Bandas, selos, donos de baladas e promoters: controle sua planilha (e carteira)!

Bem, aqui vai uma dica de um músico para outro: NÃO CONTRATE GENTE SE VOCÊ NÃO PODE PAGAR! Ou, se eles já trabalharam para você, pague-os assim que puder por, seja por cartão de crédito ou por PayPal, enquanto você rala o seu PRÓPRIO rabo pagando a fatura do seu cartão. Não torne isso problema dos outros, é seu!

Se, por um desastre inesperado ou uma queda de cavalo dessas que a vida dá, você se encontrar numa situação em que não consegue encontrar nenhum jeito de pagar a pessoa que contratou,  tenha uma conversa honesta com eles.

Explique que circunstâncias, sejam pessoais, profissionais ou financeiras, levaram a essa situação, e discutam juntos suas opções. Eles têm o direito de ficar P da vida, mas ao menos eles não se sentirão abandonados no escuro — a não ser que eles estivessem contando com seu pagamento para pagar a conta de luz (o que pode ser o caso para muitos músicos e engenheiros, que pagam as contas trampo a trampo).

Você já levou calote trabalhando com música? Já foi culpado de não ter pago a alguém algo que prometera? O que você fez para resolver o problema? Conte para a gente na seção de comentários, aqui embaixo.

 

Ganhe Dinheiro Guide

Comente

Seus email não será publicado.