Artistas brasileiros e o mercado atual

Você sabe como é viver de música no Brasil? O documentário “Eu Toco Rock’n’Roll” traz a experiência de diversos músicos que estão nesta batalha. O titulo do trabalho saiu de uma música dos Velhas Virgens, banda que continua independente e utiliza os serviços do CD Baby.

Eles até já deram uma declaração à revista Rolling Stone Brasil sobre o nosso serviço. “As bandas independentes sempre encontraram muitas dificuldades para realizar as vendas de músicas e álbuns na internet. Com a CD Baby, sua música vai ser encontrada nos principais sites do mundo. O artista pode colocar sua obra de forma muito fácil e com custo reduzido. O que você está esperando para ter seu trabalho lançado no mundo inteiro?”

O vocalista dos Velhas Virgens, Paulão, é um dos principais entrevistados no documentário, juntamente com Jimmy (Matanza), Roger (Ultraje a Rigor), Dani Nolden (Shadowside), Rodrigo (Dead Fish), Derrick Green (Sepultura), a banda Rancore e o editor-chefe da Rolling Stone Brasil, Pablo Miyazawa.

Eles falam e dão dicas sobre o cenário e as cenas atuais do mercado brasileiro, dividem suas dificuldades, conversam sobre não dependerem de gravadoras, sobre casas de show, turnês, festivais e como a internet e as redes sociais fazem parte dos seus trabalhos. Vale a pena assistir ao documentário e pegar algumas dicas fundamentais com quem entende do assunto.

EU TOCO ROCK N’ ROLL from Rodrigo Gianesi on Vimeo.
 

 

2 Comentários

  1. thiago_koenigsegg2@hotmail.com'
    by thiago antonio schneider on fevereiro 25, 2017  22:42 Responder

    realmente tem muito desinteresse de todo mundo e o mais engraçado é que eu penso quase a mesma coisa disso tudo q foi dito nossa parabéns materia sensacional porem sensata quanto as opniões dos entrevistados... e oq eu acho q deviamos realmente ser mais sensatos e pensar em como eu posso fazer pra mudar isso ou aquilo, x, y, z... etc enfim tbm tenho esse mesmo sonho de ser musico mas preciso ter um bom som e saber me divulgar tbm para as pessoas n me verem como só mais um que faz por fazer mas sim fazer pq tbm gosto sabe essa materia foi de muito grande ajuda pra me decidir se fazia ou não essa merda que nem o paulão la disse ja q tbm ta dificil pra mim então né o que q eu tenho a perder? enfim ah mais de 4 ou 5 anos que toco guita tbm adoro é muito bom de se fazer apesar de ser exaustivo as vezes ficar la exercitando e praticando aquele riff ou solo varias vezes mas enfim acho q é assim pra todo mundo e cada um no seu tempo/ritmo q aprendem e é isso né.... ter paciencia, determinação e saber a hora de parar tbm, pq se o cara ve q não é pra ser, não vai e pronto.

    • by Paula Humphries on março 6, 2017  18:23 Responder

      Legal, Thiago! Obrigada por compartilhar sua opinião com a gente. O importante é fazer o que se gosta e seguir sua paixão. E com determinação, e um pouquinho de sorte rs, o resto se encaixa. :) Abraços

Comente

Seus email não será publicado.