8 motivos porque sua música não está saindo na imprensa

Você não é modelo pra ser capa de revista, mas poderia muito bem estar saindo em blogs e veículos de música. E não tá por quê? Tem oito possíveis motivos, que a gente levanta aqui.

8 motivos porque sua música não está saindo na imprensa [Este post foi escrito por Lauren Gill, da Power Publicity. Apareceu primeiro no Sonicbids Blog.]

Billboard. Rolling Stone. Spin. Músicos sonham em ganhar exposição nessas revistas e todo mundo as conhece pelo nome, mas conseguir exposição pode ser difícil para um artista em começo de carreira. Jornalistas e blogueiros são inundados por artistas que querem aparecer nas publicações. Há um misto de arte com ciência em conseguir sair na imprensa, algo que os artistas que estão começando muitas vezes não entendem. Você já deve ter entrado em contato com a imprensa e depois ter ficado se perguntando por que nada aconteceu. Será que você está cometendo um desses oito erros de RP?

1. Você não tem uma história para contar

Ser um artista emergente com um single novinho em folha não é uma história nova. Há milhares de artistas lançando música todo dia. Os jornalistas querem contar uma história interessante que o seu público vai querer ler. Conte a história por trás da sua música. Talvez você tenha um processo criativo especial, ou uma ligação com um artista famoso. Pense em ângulos únicos de como contar sua história, e daí a ofereça.

2. Você oferecer mal sua história

Não basta ter uma história. É preciso ter uma boa história. Sua história tem de ser boa o suficiente para entrar nas páginas de uma revista e ser relevante para os leitores. Uma boa sugestão de pauta não é auto-centrada. A imprensa não está lá para divulgar sua música: a obrigação deles é com o seu público. Antes de você mandar a sua sugestão de pauta para o veículo, pergunte a si mesmo: “Quem se importa?” Se você não conseguir responder a essa pergunta, volte para a mesa de trabalho e crie uma nova sugestão.

3. Não há burburinho

Essa é uma pegadinha. A divulgação vai te ajudar a criar um burburinho, mas você já precisa ter seguidores antes dos jornalistas te notarem. Um jornalista vai conferir suas páginas nas mídias sociais e site para checar se você tem uma fanbase. Foque em engajar seus fãs com consistência, online e offline, antes de entrar em contato com a imprensa.

4. Sua música não tem apelo para os leitores da publicação

O gosto musical de uma pessoa é subjetivo, mas sua música deve prender a atenção do jornalistas. Tem de ser inovadora, pegajosa ou única. Um jornalista não vai escrever sobre você se achar que seu som não fala com os seus leitores. Teste sua música no público-alvo da revista e em pessoas do mercado fonográfico, para achar um single que funcione.

5. Você está usando músicas velhas

A música do seu último EP ou mixtape já é velharia. Jornalistas querem fazer matérias sobre novos sons. Grave materiais frescos, construa uma boa história ao redor dele e venda isso.

6. Você precisa de fotos de divulgação novas

Selfies feitas com seu smartphone mostram que tipo de artista você é? Sua imagem importa. Arranje umas fotos decentes em alta resolução, para mandar para a imprensa.

7. Você não tem shows marcados

Essa é ligada ao número três. Os jornalistas querem ver se você tem algo rolando na sua carreira. Fazer shows com frequência, que levem pessoas para casas de show, pode ser uma dessas coisas. Faça uma turnê curta de divulgação e avise a imprensa.

8. Você não cultivou relacionamentos

Pode ser que você não tenha verba para contratar um relações públicas que tenha uma ótima relação com editores, mas você mesmo pode construir seus relacionamentos. Leia as matérias que eles publicam e descubra que tipo de música os interessa. Siga-os nas mídias sociais. Entre em contato com eles. Se você se esforçar para criar relacionamentos, é mais provável que os editores deem uma notícia sobre você

Biografia da autora Lauren Gill é a fundadora da Power Publicity, uma empresa de marketing e relações públicas que empodera artistas, ONGs e marcas de lifestyle. Ela já tocou campanhas de marketing e de RP para artistas independentes e do mercado fonográfico. Você pode segui-la no Twitter @IamLaurenGill e @_powerpublicity.

[Imagem de robertnewman.com]


Ganhe Dinheiro Guide

4 Comentários

  1. luisserafimjr@gmail.com'
    by Luis on abril 4, 2017  21:38 Responder

    E se eu colocar as músicas no YouTube antes de realmente lançar o álbum para tentar construir uma pequena fanbase, criar um burburinho e tal, tipo uns três meses antes de lançar o álbum, a imprensa pode considerar as músicas velhas?

    • by Paula Humphries on maio 2, 2017  20:53 Responder

      Olá Luis,

      Recomendo que aguarde para publicar as músicas na íntegra no YouTube até que esteja com tudo pronto para disponibilizá-las em todas as partes. As vezes a imprensa pode sim considerar as músicas como lançamentos velhos se vêm que estavam disponíveis no YouTube por meses ou anos antes de serem lançadas nas plataformas. E como eles podem neste momento verificar a quantidade de visualizações que seus vídeos tiveram, isso pode te prejudicar no caso de você não receber muitas visitas ou curtidas.

      Abraços

  2. caiosansilva@gmail.com'
    by Caio Silva on abril 13, 2017  12:02 Responder

    Todo mundo sabe que não é fácil ter a música divulgada na imprensa. E ainda mais pra quem está começando agora. O motivo numero 7 por exemplo, quem está no início as vezes mal consegue cantar em um boteco, quanto mais marcar shows!!!

  3. junior.braind4d@gmail.com'
    by Junior Brain4D on agosto 30, 2017  15:41 Responder

    Artigo muito bom, me abriu os olhos para alguns pontos.
    Acredito que ainda não tenho sucesso que desejo pelos motivos 1 e 8, obrigado por compartilhar esse belo conteúdo.

Comente

Seus email não será publicado.