6 jeitos de convencer as pessoas a assinarem a newsletter por email da sua banda

Já estamos cansado de falar no SomosMúsica que mailing é um dos melhores jeitos de ganhar e manter seus fãs (melhor do que redes sociais, inclusive). Saiba no SomosMúsica 6 jeitos de convencer quem curte seu som a entrar na sua lista de correspondência

inbox-overload[Este post foi escrito por Hugh Mcintyre originalmente para o SonicBids Blog.]

Hoje em dia as caixas de email de todo mundo estão mais lotadas do que nunca, e as pessoas estão ficando mais seletivas quanto a que newsletter elas vão assinar. Se não parece algo que elas queiram ler de verdade ou que vá trazer uma informação importante para elas, a maioria decide nem se inscrever– o que é uma pena para qualquer banda com uma newsletter boa. Fazer com que as pessoas assinem sua newsletter (mesmo que elas sejam seus fãs) pode ser complicado, mas não é impossível.Aqui vão seis dicas que podem te ajudar.

1. Faça ser fácil

Se você conseguiu convencer alguém a assinar sua newsletter, tenha certeza de que vai ser o mais rápido e simples possível. Eu já tentei assinar algumas que acabavam perguntando coisas de mais ou tinham muitos passos e eu acabei desistindo no meio do processo.

Apesar de que ter bastante informações sobre sua base de fãs é algo valioso e  importante,  não enterre as pessoas com muitas perguntas no começo. Se você fazer sua newsletter direito, eles vão acabar te alimentando com todos os dados que você precisa para fazer seu negócio correr.

2. Em qualquer lugar que seus fãs estiverem, uma opção para se inscrever deve estar disponível

Muitas pessoas cometem o erro de não saber onde colocar a opção para se inscrever na newsletter, quando na verdade, esta é uma das coisas mais fáceis de tudo isso. Você tem um site? Coloque um formulário pequeno ali. Não precisa ficar na frente de tudo, mas não é para esconder. Não tem nada de errado em ter uma newsletter (mesmo hoje em dia), e você com certeza não está forçando ninguém a se inscrever nela. Se um fã está no seu site, deveria ser uma questão de segundos para ele descobrir como se inscrever – ou melhor ainda, eles deveriam ver isso sem ao menos estar tentando.  Se exigir mais esforço do que isso, você vai acabar perdendo um monte de pessoas antes mesmo delas perceberem que querem se inscrever.

E apesar da gente viver em um mundo tecnológico, não subestime o poder de ter um papel e uma caneta no seu show. Há vários exemplos disso funcionar tão bem quanto uma estratégia de marketing cara com o o mesmo objetivo. Quando eu era mais novo, eu trabalhava em uma loja de uma marca famosa, e mesmo com a empresa tendo bilhões para gastar, eles ainda deixavam um papel no caixa que pedia pelo email das pessoas só para que a gente pudesse mandar descontos. Nós preenchíamos a lista uma vez por semana, o que adicionou muita gente na lista de email deles.

3. Lembre eles em redes sociais

Muitas pessoas falam que newsletter são coisas do passado, e que elas foram substituídas por redes sociais. Isso pode ser verdade para alguns, mas não para todos! Se você for ativo em redes sociais (o que você obviamente deveria ser), por que não falar da newsletter de vez em quando? Com certeza não vai fazer mal nenhum você falar disso uma vez por mês. Se as pessoas não quiserem assinar, elas podem ignorar seu post no Facebook ou seu tweet, mas você não tem como saber quantos fãs sabiam que você tinha algo assim.

4. Dê segurança para eles

Quando for pedir para pessoas assinarem sua newsletter, você deve garantir duas coisas importantes:

Sob nenhuma cirscunstância você vai vender as informações deles!!!

Isso é crucial, já que segurança e privacidade online, são questão importantes. Se você prometer não trocar ou vender as informações que as pessoas te fornecem – que, acredite em mim, são valiosas – eles estarão muito mais dispostos a te dar o que você está pedindo.

Você não vai encher o saco deles

Todos nós já tivemos uma experiência ruim com newsletters que estávamos animados para assinar, até descobrir depois que elas enchem o nosso saco. Não mande muitos emails, ou você verá rapidamente os seus fãs sumindo. Prometa desde o começo que você só irá mandar emails ocasionalmente, ou quando algo muito importante aparecer. Faça eles perceberem desde o início que você não será uma peste e que eles irão receber apenas as informações que eles realmente querem.

5. Ofereça incentivos

Enquanto algumas pessoas estão interessadas em seu novo álbum ou nas datas dos seus futuros shows, outras vão precisar de um pouquinho mais de persuasão para te dar acesso a caixa de email deles.Dê a eles algo valioso que eles só podem conseguir assinando sua newsletter, pode ser acesso a conteúdo antes de qualquer pessoa tenha, descontos em merchandising, ou até mesmo a chance de participar de eventos especiais. Não importa na verdade o que vai ser, e nem precisa ser muito. Mandar email para fãs é importante, mas não comece oferecendo álbuns e shows de graça só pela oportunidade de aparecer de vez em quando. Nesse caso, um pouco com certeza será melhor.

6. Se está indo bem, avise as pessoas!

Esta é a última dica porque não é aplicável para todo mundo – só para aqueles que já têm uma boa lista rolando. Mostrar para todo mundo quantas pessoas já estão lendo sua newsletter pode ser motivo o bastante para convencer outras pessoas a fazerem o mesmo, o que iria gerar um efeito bola de neve.

Mas, não há nenhum número específico que seja “bom”, e em que momento você deve compartilhar isso – essa decisão tem que ser feita por você, e só por você – mas seja realista. Se você é alguém que só vendo 100 CDs na sua vida, ter 250 assinantes já é bem bacana. Se você é a Katy Perry e só tem 1000 pessoas na sua lista, você não está indo assim tão bem, e é melhor guardar essa informação só para você.

—-

Hugh McIntyre é um jornalista freelancer de música pop em NYC próximo de Boston. Ele escreveu para a Billboard, The Hollywood Reporter, e MTV, e para outras revistas e blogs ao redor do mundo. ele também é o fundador e editor-chefe do  Pop! Bang! Boom! que é dedicado ao Pop e toda sua glória.

 

Comente

Seus email não será publicado.