5 jeitos de um músico ganhar dinheiro sem sair de casa

Se Maomé não vai até o palco… 5 jeitos de você tirar uma grana fazendo música (ou quase) sem sair do conforto do seu lar

5 jeitos de um músico ganhar dinheiro sem sair de casa[Este post foi escrito por Jennifer Newman Sharpe, advogado de entretenimento e chefe de operações e co-fundador da  Sparkplug, um serviço de economia criativa em que músicos podem alugar seus instrumentos, aparelhagens e espaço físico para outros músicos.]

Se você for minimamente parecido comigo, a última coisa que você quer fazer durante o inverno e sair de casa. E como fevereiro ainda é bem frio aqui nos EUA, às vezes parece que o mês mais curto do ano se arrasta. Mesmo que você tenha a sorte de viver num clima quente, tenho certeza que também tem dias em que você preferia ficar rolando na cama do que pegar o ônibus lotado para ir trabalhar.

Não importa qual seja o motivo que te faz ficar em casa, te dou aqui cinco opções de trabalhos que músicos podem fazer, e ganhar dinheiro sem sair de casa:

1. Escreva jingles – ou qualquer tipo de escrita freelance

Graças a avanços inacreditáveis da tecnologia (e ao bom e velho isolamento acústico com espuma), você pode criar gravações profissionais num estudiozinho na sua casa. Isso facilita muito bicos de gravação e de composição, porque você não precisa mais alugar um estúdio para trabalhar. Além do mais, ficou muito mais fácil transferir arquivos grandes com gravações sem precisar ficar levando HDs para cima e para baixo.

É claro que há um trabalho que antecede o de escrever e gravar. Você tem que conseguir os trampos antes. As melhores dicas geralmente vêm de pessoas que você conhece, da sua rede de contatos, então conhecer produtores, diretores de trilha sonora e outros músicos e firmar com eles uma relação vai sempre te ajudar.

Você pode criar essas conexões de casa mesmo, seja através de organizações da categoria como The Recording Academy, Women in Music ou de grupos de Facebook que juntam muitas pessoas da comunidade musical. Há também sites que oferecem oportunidades, mas fique com a orelha em pé se ele cobrar uma taxa para entrar em contato com as vagas. Você é que deveria estar sendo pago para escrever música, não pagando alguém para te avaliar para um trabalho. Também há empresários que só negociam jingles, então dê uma pesquisada e mande para eles um pouco do seu material (que você tenha gravado em casa!).

2. Narração ou dublagem

Lembra do estúdio ótimo que você montou em casa? Bom, tem várias coisas que você pode fazer com ele, além de gravar demos e escrever jingles. Você pode também gravar vocais. Pense além da música e cogite trabalho de narração. Afinal, se você canta, deve ter uma boa voz e controle do seu tom, da energia e da interpretação quando está lendo algo.

O pagamento por peças de narração varia, nos EUA, entre US$ 50 e US$ 1.000, o que não é muito ruim, considerando que você pode gravar tudo, dos testes que vai mandar pro chefe, até o trabalho final, de casa. Você vai fazer testes direto em sites como Voices.com e Voice 123. E muitas vezes você consegue construir um relacionamento com um produtor e seguir fazendo vários trabalhos para ele.

E o melhor de tudo? Na hora que você estiver pronto para dar um salto para trampos maiores e melhores, você já vai estar acostumado ao processo de correr atrás por conta própria. Então quando você estiver pronto para lutar para marcar shows, fazer testes e audições, esse tempo marcando trampos de casa vai ter sido útil.

3. Alugue seu equipamento

Se você investiu muitos recursos na sua música, isso deve querer dizer que você comprou bons instrumentos e equipamentos. Enquanto você fica no sofá vendo uma série, por que não deixar esse equipamento fazer o trabalho por você?

Ganhe uma grana extra alugando seus pertences a outros músicos, com o site Sparkplug (www.sparkplug.it).  Assim como o Airbnb, mas com equipamentos musicais em vez de casas, o Sparkplug te permite alugar seus instrumentos, equipamentos e espaço físico com segurança (pense em locais para ensaio, show ou estúdios de todos os tamanhos) a outros músicos que estejam precisando. Entrar no site e inscrever todos os seus equipamentos é de graça,

Sim, se você optar por entregar em casa o equipamento, vai ter de sair da sua. Mas é uma escolha.

4. Ensine

Um jeito clássico de ganhar dinheiro com seu talento musical – ensine as pessoas. Aulas de música vão muito além das lições de violino que você teve de aturar entre os 9 e 12 anos. De composição de rock a canto de jazz, passando por como pensar em batidas de hip hop, as pessoas de todas as idades têm vontade de aprender novas habilidades musicais.  Você pode deixar que seus alunos venham até sua casa, e façam a lição por Skype ou Google Hangouts.

Consiga alunos postando em sites como o Craigslist, e quadros de avisos de lugares no seu bairro ou em grupos de Facebook, LinkedIn, Google ou Yahoo. Inclua exemplos de bons trabalhos seus e coloque suas qualificações (pense além de formação e de experiência profissional, pense no que te levou a fazer música). Ofereça uma aula teste de graça, quem sabe, de 15 ou 30 minutos, ou um pacote de desconto para quem comprar várias aulas de uma vez. Você também pode dar aulas a grupos, usando Hangouts ou Skype (da sala da sua casa), mas isso pode exigir mais preparo e organização.

5. Crie conteúdos novos e invista na sua carreira

É claro, um dos jeitos mais recompensadores de ganhar dinheiro com sua música é criar e vender seu próprio som. Então aproveite a vontade de ficar em casa e dedique-se à sua música. Faça vídeos novos e poste no YouTube (que depois você pode monetizar, se quiser), escreva novas músicas (seja para vender ou para oferecer a outros artistas), pense na sua próxima turnê e aproveite para se aproximar dos fãs nas redes sociais e aumenta a venda de ingressos, ou desenhe e venda online uma nova mercadoria da sua banda.

Ser um “músico profissional” dá trabalho – mas isso não significa que você tem de estar no palco ou no estúdio o tempo todo. Você pode fazer muita coisa de casa, do conforto do seu travesseiro.


Ganhe Dinheiro Guide

Comente

Seus email não será publicado.